José da Gama Lobo Coelho d'Eça
José da Gama Lobo Coelho d'Eça

Militar português. Membro da Junta Governativa de Santa Catarina de 1800, no século XVIII.

Informações Gerais

Filiação
Fernando da Gama Lobo Coelho e Ana Josefa de Melo d’Eça
Local de nascimento
Portugal/PT
Formação
Militar
Profissão
Militar

José da Gama Lobo Coelho d'Eça

Nasceu em Portugal. Filho de Fernando da Gama Lobo Coelho e de Ana Josefa de Melo d’Eça. 

Na terra natal, José ingressou na carreira militar e recebeu as promoções de Soldado (12/01/1760), Porta-Bandeira (01/06/1765), Alferes de Granadeiros (15/06/1767) e Capitão (18/09/1774). 

Transferiu-se para o Brasil com o Regimento de Moura e, no sul do país, atuou no Regimento de Infantaria de Linha da Ilha de Santa Catarina, comandando-o em 1811.  

Foi feito prisioneiro quando a força naval espanhola invadiu a Ilha catarinense, pela enseada de Canasvieiras, em fevereiro de 1777, sendo devolvida em 30 de julho de 1778, após negociações entre a Rainha portuguesa (Dona Maria I) e o Rei espanhol (Dom Carlos III), firmada no Tratado de Santo Ildefonso. Conforme estudo, a ínsula “situada a meio caminho entre o Rio de Janeiro e a Região do Prata, e por ser o último porto apropriado para reparo e abastecimento de água e alimentos de navios, esta Ilha consistia em parada obrigatória dos navegadores que se destinavam à Região Platina. Tornou-se, assim, cobiçada por espanhóis e portugueses, que passaram a revezar-se no seu uso até o século XVIII”.  (OLIVEIRA, 2005).

Continuou as atividades militares e foi promovido a Major (1785); Tenente-Coronel (13/05/1789); Coronel graduado (20/06/1802), Coronel efetivo (31/08/1808) e Brigadeiro graduado (14/05/1813). 

Em Desterro/SC (hoje Florianópolis), casou com Maria Joaquina da Conceição Coimbra e tiveram filhos, entre eles, José Maria da Gama Lobo Coelho d'Eça, Maria Isabel da Gama Lobo d’Eça (casada com Joaquim de Almeida Coelho, que foi Conselheiro Geral e Deputado na Assembleia Legislativa Provincial de Santa Catarina,) e Tomásia Francisca da Gama d’Eça (casada com Manuel Joaquim de Almeida Coelho, que foi Deputado na mesma Assembleia Provincial). 

A esposa de José era filha de Aniceta Zuzarte e de Manoel Soares Coimbra, militar que governou a Capitania de Santa Catarina de 7 de janeiro de 1791 a 8 de julho de 1793.

Integrou a Junta Governativa Catarinense de 1800, composta pelo Ouvidor Aleixo Maria Caetano e pelo militar José Pereira da Cunha, formada pelo afastamento súbito do Tenente-Coronel João Alberto Miranda Ribeiro, que faleceu em 19 de janeiro de 1800.    

A junta, de caráter provisório, governou a Capitania catarinense no período colonial, de 18 de janeiro a 8 de dezembro de 1800, entregando a administração para o Coronel Joaquim Xavier Curado. 

Em Desterro/SC, foi Ministro da Venerável Ordem 3ª de São Francisco, de 1802 a 1804, e Procurador do Hospital de Caridade.

Mandatos

  • Executivo/Estadual

    Governador

    Junta Governativa de Santa Catarina
Referências

CORRÊA, Carlos Humberto Pederneiras. Os Governantes de Santa Catarina de 1739 a 1982. Florianópolis: Editora da UFSC, 1983. 356 p.

OLIVEIRA, João Rafael Moraes de. Conflito e Governo na Segunda metade do Século XVIII: A Invasão Espanhola na Capitania de Santa Catarina em 1777. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA, 23., 2005, Londrina. Anais... . Londrina: Unesp, 2005. p. 1 - 8. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzc4MzI=>. Acesso em: 1 abr. 2019.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

SOUZA, Rudney Marinho de. 082 - Dos finais do século XVIII à Independência do Brasil – Os Governadores. 2013. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzc2NjU=>. Acesso em: 29 mar. 2019.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia José da Gama Lobo Coelho d'Eça. 2019. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/1293-Jose_da_Gama_Lobo_Coelho_dEca>. Acesso em: 19 de junho de 2019.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2019)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2019)

Memória Política de Santa Catarina