José Luís do Livramento
José Luís do Livramento

Comerciante e militar, natural de Desterro/SC. Duas vezes Conselheiro Geral da Província de Santa Catarina, no século XIX.

Informações Gerais

Filiação
Vicente Luís da Costa e Sebastiana Tereza de Jesus
Ano nascimento
1763
Local de nascimento
Desterro/SC
Falecimento
08/04/1846
Local de falecimento
Rio de Janeiro/RJ
Formação
Militar
Profissão
Militar e comerciante

José Luís do Livramento

Nasceu em 1763, na Capitania de Desterro/SC (atual Florianópolis). Filho de Vicente Luís da Costa e Sebastiana Tereza de Jesus. O pai era natural de Paranaguá/PR e a mãe, da Ilha Terceira, Portugal.

Em 1779, casou com Anna Maria Francisca de Jesus e tiveram os filhos: Ana Maria de Jesus, Miguel Joaquim do Livramento, Rita Maria da Assunção, João Luís do Livramento, Maria Luísa, Francisco Luís do Livramento, Joaquim Luís do Livramento e Mariana. Três de seus descendentes homens ocuparam posições políticas na província. A esposa era filha de Tomás Francisco da Costa (natural da Ilha do Faial, Portugal) e de  Mariana Jacinta de Victória de Farias. 

Com formação militar, foi nomeado Capitão e Tenente-Coronel do Exército, em 1822. Também teve aulas de música com o professor Francisco de Souza Fagundes. José era organista e tocava em festas religiosas.

Integrou as Irmandades: de Nossa Senhora do Rosário (tesoureiro); do Senhor Jesus dos Passos (provedor de 1815-1816 e de 1821-1824); e do Divino Espírito Santo (provedor em 1784 e 1785).

Importante comerciante em Desterro, foi sócio (1783) da corveta Bom Piloto (navio de guerra), com seu sogro Tomás Francisco da Costa, seu cunhado Antônio José da Costa e João Marcos Vieira. Comerciou ainda no ramo de fazendas (casas comerciais) de secos e molhados (armazéns), na esquina das atuais ruas Trajano e Felipe Schmidt, em Florianópolis.

José Luís e Antônio José da Costa, eram donos de casas comerciais que mais importaram mercadorias de 1794 a 1796, aproximadamente 26:000:000 contos de réis, e estavam entre os maiores exportadores de farinha de mandioca da Ilha de Santa Catarina.

Em 5 de abril de 1810, José Luís comprou um terreno no centro de Desterro/Florianópolis (onde hoje está o Edifício Hoepcke), na esquina das ruas Conselheiro Mafra e Deodoro. Além de terra e comércios, possuía escravos. Em janeiro e fevereiro de 1811, perdeu quinze escravos, “mas é provável que tenham sido vitimados por alguma das moléstias que há algum tempo assolavam os ‘imigrantes’ negros que chegavam à Ilha de Santa Catarina”, ao total foram 33 escravos africanos, de posse de José Luís, enterrado em Desterro, entre 1803 e 1824. (MAMIGONIAN e CARDOSO)

Duas vezes elegeu-se com 29 votos para o Conselho Geral da Província de Santa Catarina e integrou a Legislatura (1824-1828) e a Legislatura (1829-1832).

Faleceu em 8 de abril de 1846, no Rio de Janeiro/RJ.

Imagem - Assinatura de José Luís do Livramento
 
 
 
 
 
 
 
 
Fonte: VOTSF.LRD2, f. 97v

Mandatos

Referências

Carta nº 47: (continuação do n. 813). O Argos: da província de Santa Catharina. Desterro, 21 abr. 1861. A Pedido, p.3-4, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTg4Mjc=>. Acesso em: 7 dez. 2017.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Centro de Memória. Arquivos das Legislaturas: de 1835 a 2018.

CONTEÚDO ABERTO. IN: MAFRA: GENEALOGIA/FAMILYGROUP. “José Luís do Livramento”. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTg3OTQ=>. Acesso em: 7 dez. 2017.

CONTEÚDO ABERTO. IN: WIKIPÉDIA: A ENCICLOPÉDIA LIVRE. "José Luís do Livramento". Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTczNQ==>. Acesso em: 7 jul. 2016.

GUTJAHR, Simone. Atuação de Músicos em Associações Religiosas de Desterro nos Períodos Colonial e Imperial. 2010. 216 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Programa d Pós-Graduação em Música, CEART, UDESC, Florianópolis, 2010. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTg4OTU=>. Acesso em: 7 dez. 2017.

INSTITUTO HISTÓRICO DA ILHA TERCEIRA (Org.). Boletim. Florianópolis: Secretaria Regional de Educação e Cultura, 1991. 69 v. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTIzMQ==>. Acesso em: 1 jun. 2017.

LOPES, Simões. Genealogia 532: Sargento-mor Tomás Francisco da Costa, do Desterro. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTg4Nzk=>. Acesso em: 7 dez. 2017.

MAMIGONIAN, Beatriz Galloti; CARDOSO, Vitor Hugo Bastos. Tráfico de Escravos e a Presença Africana na Ilha de Santa Catarina. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTg4MDc=>. Acesso em: 7 dez. 2017.

MIRIM, Cantú. A data: 8 de abril. República. Florianópolis, 8 abr. 1824. p.2, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTg4NTA=>. Acesso em: 7 dez. 2017.

PEREIRA, Cláudio Nunes (Org.). Genealogia Tropeira: Santa Catarina, Lages e Nordeste do Rio Grande do Sul. Séculos XVII, XVIII e XIX. Santa Catarina: Ed. do Autor, 2008. 192 p. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTg5MTY=>. Acesso em: 7 dez. 2017.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

SILVA, Sandra Oenning da. Estado Monárquico (Des)Centralizado: a dinâmica política em torno da formação dos conselhos provinciais de Santa Catarina (1824/1834). 2013. 173 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de História, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2013. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTI2MA==>. Acesso em: 1 jun. 2017.

STOETERAU, Lígia De Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

THOMÉ, Rafael. Restauração do Edíficio Hoepcke resgata a história do Centro de Florianópolis. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTg4NjY=>. Acesso em: 7 dez. 2017.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia José Luís do Livramento. 2019. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/561-Jose_Luis_do_Livramento>. Acesso em: 19 de junho de 2019.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2019)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2019)

Memória Política de Santa Catarina