Daniela Reinehr
Daniela Reinehr

Advogada, produtora rural e ex-policial militar, natural de Maravilha/SC. A primeira mulher eleita Vice-Governadora de Santa Catarina e a primeira Governadora a ocupar interinamente o cargo no Executivo catarinense, no século XXI.

Informações Gerais

Filiação
Altair Reinehr
Nascimento
04/04/1977
Local de nascimento
Maravilha/sc
Formação
Direito
Profissão
Advogada e produtora rural
Partido
Partido Social Liberal - PSL
Base Eleitoral
Oeste

Daniela Reinehr

Nasceu no dia 4 de abril de 1977, em Maravilha/SC. É casada e mãe de dois filhos.

Mudou-se para Chapecó/SC - também município da região Oeste, onde graduou-se em Direito, no ano de 2.000, pela Universidade Comunitária da Região de Chapecó (UNOCHAPECÓ), e fixou residência.

Era acadêmica quando foi aprovada em concurso da Polícia Militar do Estado de Santa Catarina, em 1996. Na corporação iniciou como Soldado e exerceu funções por 3 anos.

Possui 19 anos de atuação nas áreas de Direito Empresarial, Administrativo, Civil e Comércio Exterior, e é produtora rural. 

Em sua página pessoal informa que é "cristã, de direita conservadora e patriota" (...)  "Representa o movimento Nas Ruas de Santa Catarina e é co-fundadora do movimento Chapecó e o Brasil Contra a Corrupção. Está a frente da organização das manifestações em Chapecó desde 2013, e desde aquele momento nunca parou, através de mobilizações contra a corrupção, pela defesa da Lava Jato, pelo voto impresso, pela Escola Sem Partido". (FACEBOOK)   

Nunca ocupou cargo eletivo até 2019. Ingressou no Partido Social Liberal (PSL) em 2018, concorreu ao cargo de Vice-Governadora de Santa Catarina, na chapa encabeçada por Carlos Moisés, do mesmo partido, e foram eleitos em segundo turno com 2.644.179 votos.

Daniela foi a primeira mulher a eleger-se Vice-Governadora no Estado e a primeira ocupar interinamente o cargo de Governadora, de 6 a 17 de janeiro de 2020, durante as férias do titular.

Atualmente sem Partido, Daniela participa da organização do partido Aliança pelo Brasil, iniciado por Jair Bolsonaro, após ele sair do PSL, em 19 de novembro de 2019.

Em 23 de outubro de 2020, iniciou sessão do Tribunal Especial, formado por 5 Desembargadores e 5 Deputados, reunido no Plenário da Assembleia Legislativa do Estado, para julgar pedido de impeachment (equiparação salarial entre procuradores do Estado e da Assembleia Legislativa), contra o Governador e a Vice-Governadora de Santa Catarina. No início do dia 24, o Tribunal decidiu pelo acolhimento da denúncia contra o Governador (6 votos a favor do recebimento e 4 contra) e pelo arquivamento da denúncia contra a Vice-Governadora (houve empate e o Presidente, Ricardo Roesler, exerceu seu voto de minerva).

Com esta decisão, Carlos Moisés foi afastado por até 180 dias - período em que ele tratou de sua defesa e o Tribunal Especial encaminhou processo para o julgamento do denunciado.

No dia 26 seguinte, na Casa da Agronômica, a Vice, Daniela Reinehr, assinou o Termo de Posse como Governadora interina do Estado e exerceu a função durante o afastamento do Governador - foi a segunda vez que assumiu provisoriamente o Executivo.

Em 27/11/2020, o Tribunal Especial de Julgamento absolveu o Governador Carlos Moisés da denúncia de crime de responsabilidade na concessão de equiparação salarial aos procuradores do Estado em relação aos procuradores da Assembleia Legislativa catarinense, foram 6 votos contrários ao afastamento do Governador, 3 integrantes favoráveis e 1 abstenção. Dessa forma, o processo foi arquivado, Daniela deixou a interinidade no comando do Executivo e Carlos Moisés reassumiu as funções de Governador.

Imagem

Foto - Daniela Reinehr assinando livro de posse como Governadora em exercício, 2020
Foto: Ricardo Wolffenbuttel, Secom, divulgação.
Fonte: SERAFINI, Márcio.

Mandatos

Referências

BUENO, Ney. Confira como foram as manifestações dos integrantes do tribunal especial. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTg5ODU=>. Acesso em: 27 nov. 2020.

BUENO, Ney. Confira como foram os votos dos membros do tribunal do impeachment. 2020. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTg0NDU=>. Acesso em: 24 out. 2020.

ESPINOZA, Marcelo. Assembleia autoriza julgamento de Carlos Moisés no caso do reajuste dos procuradores. 2020. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTc4MjY=>. Acesso em: 21 set. 2020.

ESPINOZA, Marcelo. Carlos Móises da Silva é eleito governador do Estado de Santa Catarina. 2018. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rODcyNTE=>. Acesso em: 22 mai. 2019.

ESPINOZA, Marcelo. Relator vota pelo acatamento da denúncia contra Moisés e Daniela. 2020. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTg0ODQ=>. Acesso em: 23 out. 2020.

ESPINOZA, Marcelo. Tribunal Misto do Impeachment é definido; instalação será na sexta (25). 2020. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTgwNDA=>. Acesso em: 24 set. 2020.

FACEBOOK. Daniela Reinehr. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTY0MTM=>. Acesso em: 4 fev. 2020.

GAZETA DO POVO. Eleições 2018: Daniela Reinehr. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTY0Mzk=>. Acesso em: 4 fev. 2020.

SANTA CATARINA. Governo do Estado de Santa Catarina. Vice-Governadora: Daniela Cristina Reinehr. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTY0MjY=>. Acesso em: 4 fev. 2020.

SERAFINI, Márcio. Daniela Reinehr é a primeira mulher a governar Santa Catarina. Diário Catarinense. Florianópolis, 6 jan. 2020. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTY0NTk=>. Acesso em: 4 fev. 2020.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Daniela Reinehr. 2021. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/1386-Daniela_Reinehr>. Acesso em: 25 de fevereiro de 2021.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2021)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2021)

Memória Política de Santa Catarina