Claudio Vignatti
Claudio Vignatti

Servidor público e consultor, natural de Cunha Porã/SC. Vereador em Chapecó/SC e Deputado Federal representando os catarinenses, no final do século XX e início do XXI.

Informações Gerais

Nome completo
Claudio Antônio Vignatti
Filiação
Ângelo Vignatti e Nila Vignatti
Nascimento
02/02/1967
Local de nascimento
Cunha Porã/SC
Formação
Secundária (atual Ensino Médio)
Profissão
Funcionário público e consultor
Partido
Partido dos Trabalhadores (PT)
Base Eleitoral
Oeste

Claudio Vignatti

Nasceu em 2 de fevereiro de 1967, em Cunha Porã/SC. Filho de Ângelo Vignatti e de Nila Vignatti. Casou com Marcilei Vignatti, é pai de João Gabriel e Romeu. Sua esposa foi Vereadora em Chapecó (2013-2016).

Entre 1984 e 1986, Cláudio cursou o ensino secundário no Colégio Cenecista, em Palmitos/SC, ajudou a fundar o Grêmio Estudantil no Colégio e participou do movimento estudantil.

Assumiu o cargo público de Técnico em Administração na Prefeitura de Chapecó/SC, em 1988, e exerceu atividades sindicais representativas de classe associativas e em conselhos:

  • Presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Chapecó e Região (1988-1994) - um dos fundadores da entidade;
  • Coordenador Municipal do Sindicato dos Servidores Municipais de Chapecó e Região (1994-1996);
  • Presidente da Associação de Moradores do Bairro Santo Antônio, Chapecó (1991-1992);
  • Presidente do Conselho Municipal de Saúde, Chapecó (1989-1990).

Em 1993, filiou-se ao Partido dos Trabalhadores (PT) em Santa Catarina, sendo Membro do Diretório Estadual (1993-1999) e Presidente do Diretório Municipal de Chapecó (1997-1999).

Pelo PT, elegeu-se Vereador de Chapecó, em 1996, com 1.129 votos, e foi Líder do Governo na Câmara, na gestão do Prefeito José Fritsch. Em 2000, reelegeu-se Vereador, com 1.614 votos.

No ano de 1998, disputou eleição de Deputado Federal por Santa Catarina, pelo PT, com 15.881 votos ficou Suplente, mas não foi convocado.

Nas eleições de 2002, elegeu-se Deputado Federal pelo mesmo Estado e partido, obteve 67.993 votos, tomou posse à 52ª Legislatura (2003-2006).

Nas eleições municipais de 2004, concorreu ao cargo de Prefeito de Chapecó, ficou em segundo lugar, com uma diferença de 5 mil votos para o eleito, João Rodrigues.

No ano de 2006, reelegeu-se Deputado Federal por Santa Catarina, pelo PT, com 114.681 votos, e exerceu mandato à 53ª Legislatura (2007-2011). Na Câmara integrou o Núcleo Agrário do PT, articulou a Frente Parlamentar da Juventude e a Política Nacional da Juventude e presidiu a Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa.

No pleito de 2010, concorreu à vaga de Senador por Santa Catarina, pelo PT, alcançou  1.219.700 votos - o terceiro mais votado, mas não se elegeu.

Presidente Estadual do PT e Santa Catarina (2013-2017).

Pelo mesmo partido, disputou eleição de Governador do Estado catarinense, em 2014, recebeu 534.196 votos - o terceiro na ordem de votação.

Em 2015, assumiu a função de Diretor Financeiro da ELETROSUL.

Realiza Consultoria fiscal e tributária para prefeituras e empresas.

Homenagem: Cidadão Honorário de Chapecó, 2010.

Atividades na Câmara dos Deputados 

Participação em Comissões Permanentes:

  • Agricultura e Política Rural: Suplente;
  • Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural: Suplente (2005-2010);
  • Amazônia e de Desenvolvimento Regional: Suplente;
  • Finanças e Tributação: Presidente (2009-2010), 2º Vice-Presidente (2006-2007) e Titular (2005-2010).

Participação em Comissões Especiais:

  • PARLAJOV, Parlamento Jovem Brasileiro: Titular (2009);
  • PEC nº 41/2003, Reforma Tributária: Suplente;
  • PEC nº 58/2003, Alienação de Terras: Titular;
  • PEC nº 138/2003, Proteção dos Direitos da Juventude: Titular (2005);
  • PEC nº 228/2004, Reforma Tributária: Suplente;
  • PL nº 1.610/1996, Exploração Recursos Terras Indígenas: Suplente (2007);
  • PL nº 3.582/2004: Programa Universidade para Todos: Titular;
  • PL nº 3.960/2008, Criação Cargos Banco Central e Pesca: Suplente (2008);
  • PL nº 4.530/2004, Plano Nacional de Juventude: Titular (2005);
  • PLP nº 210/2004, Microempresa (Reforma da CLT): Titular (2005);
  • Políticas Públicas para a Juventude: Titular;
  • Reforma Tributária: Suplente.

Participação em Comissões Externas:

  • Situação da Estiagem no Rio Grande do Sul: Titular (2009);
  • CPIs: CPITAELE, Valores das Tarifas Energéticas: Suplente (2009);
  • CPI-DIVI: Dívida Pública: Titular (2009-2010).

Foi Coautor da PEC 138/2003, que acrescenta o Artigo 230-A à Constituição Federal.

Conheça outras proposições apresentadas pelo Deputado Cláudio Vignatti na Câmara, no seguinte endereço: https://goo.gl/RZgjcY

Mandatos

Referências

BRASIL. Câmara dos Deputados. Biografia: Vignatti. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzY4MzQ=>. Acesso em: 20 mar. 2019.

CPDOC. Fundação Getúlio Vargas. Verbete Biográfico: Claudio Vignatti. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzY4ODM=>. Acesso em: 20 mar. 2019.

ELETROSUL CENTRAIS ELÉTRICAS S.A.. Nova composição da Diretoria Executiva da Eletrosul. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzY4OTY=>. Acesso em: 20 mar. 2019.

GUERRA, Camila. Conheça a história do candidato ao governo de SC pelo PT, Claudio Vignatti. A Notícia. Florianópolis, 30 set. 2014. p.1, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzY4Njc=>. Acesso em: 20 mar. 2019.

SANTA CATARINA. Câmara Municipal de Chapecó. Homenageado. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzY4NDc=>. Acesso em: 20 mar. 2019.

ÚLTIMO SEGUNDO. Claudio Antônio Vignatti. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzY5MDk=>. Acesso em: 16 mar. 2018.

VIGNATTI, Claudio. Claudio Vignatti: Em SC, encerra-se um ciclo para outro começar. 2017. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzY5MjI=>. Acesso em: 16 mar. 2018.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Claudio Vignatti. 2019. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/1149-Claudio_Vignatti>. Acesso em: 26 de setembro de 2020.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2019)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2019)

Memória Política de Santa Catarina