Delfino Pinheiro de Ulhoa Cintra Júnior
Delfino Pinheiro de Ulhoa Cintra Júnior

Advogado e jornalista, natural de Mogi-Mirim/SP. Presidente da Província de Santa Catarina, Deputado Geral e Deputado Provincial de São Paulo, no século XIX.

Informações Gerais

Filiação
Delfino Pinheiro de Ulhoa Cintra e Antônia Benedita da Silva
Nascimento
20/08/1838
Local de nascimento
Mogi-Mirim/SP
Ano falecimento
1911
Local de falecimento
São Paulo/SP
Formação
Direito
Profissão
Advogado e jornalista
Partido
Partido Conservador

Delfino Pinheiro de Ulhoa Cintra Júnior

Nasceu em 20 de agosto de 1838, em Mogi-Mirim/SP. Filho de Antônia Benedita da Silva e de Delfino Pinheiro de Ulhoa Cintra. Seu pai era advogado e, em São Paulo/SP, foi Juiz de Direito e várias vezes Deputado da Assembleia Provincial paulista, entre os anos de 1838 a 1859.

Delfino, o filho, formou-se em Direito pela Faculdade de Direito de São Paulo/SP, em 1858, e foi casado com Angélica Florença de Ulhoa Cintra, com quem teve nove filhos.

Em 1865, foi um dos principais fundadores do jornal Diário de São Paulo e, mais tarde, ajudou a fundar o Instituto dos Advogados de São Paulo, em 1874.

Nomeado por carta imperial, assumiu como Presidente da Província de Santa Catarina e governou de 8 de julho a 13 de novembro de 1872. Transmitiu o cargo para Manuel do Nascimento da Fonseca Galvão.

No ano de 1876, dirigiu o Colégio Culto à Ciência, em Campinas/SP. 

Elegeu-se Deputado Geral por São Paulo à Assembleia Geral (cargo atual de Deputado Federal), para o período de 1872 a 1878, e integrou a Assembleia Legislativa de São Paulo, entre 1884 e 1889.

Faleceu em 1911, em São Paulo/SP.

Homenagem: Rua Delfino Cintra, Centro, Campinas/SP.

Imagem

Assinatura de Delfino Pinheiro de Ulhoa Cintra Júnior
Fonte: CORRÊA, 1983, p. 111.

Mandatos

  • Executivo/Estadual

    Governador

    Partido Conservador
    Presidente da Província
Referências

RELATÓRIO COM QUE O EXMO. SR. DR. DELFINO PINHEIRO DE ULHOA CINTRA JÚNIOR PASSOU A ADMINISTRAÇÃO DA PROVÍNCIA DE SANTA CATARINA AO EXMO. SR. DR. MANUEL DO NASCIMENTO DA FONSECA GALVÃO, 2º VICE-PRESIDENTE DA MESMA, EM 13 DE NOVEMBRO DE 1872. Desterro: Typ. de J. J. Lopes, 1872. 30 p. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rODI0ODY=>. Acesso em: 23 abr. 2019.

CAMPANHOLA, Alexandre. Campinas, meu amor: Rua Delfino Cintra, em Campinas. 2013. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rODI0NTI=>. Acesso em: 23 abr. 2019.

CORRÊA, Carlos Humberto Pederneiras. Os Governantes de Santa Catarina de 1739 a 1982. Florianópolis: Editora da UFSC, 1983. 356 p.

GENI . Delphino Pinheiro de Ulhôa Cintra, Filho. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rODI0NjU=>. Acesso em: 23 abr. 2019.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Delfino Pinheiro de Ulhoa Cintra Júnior. 2019. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/1319-Delfino_Pinheiro_de_Ulhoa_Cintra_Junior>. Acesso em: 17 de setembro de 2019.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2019)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2019)

Memória Política de Santa Catarina