João Francisco Barreto
João Francisco Barreto

Militar e Diretor da Colônia Militar de Santa Teresa, estabelecida em território catarinense. Deputado na Assembleia Legislativa Provincial de Santa Catarina, no século XIX.

Informações Gerais

Ano nascimento
1800
Falecimento
15/01/1884
Local de falecimento
Desterro/SC
Partido
Partido Conservador

João Francisco Barreto

Há poucos registros antes de ser militar. Sabe-se que nasceu por volta de 1800, foi casado e teve filhos, entre eles, João Francisco de Mello Barreto.

Participou da Batalha nos Campos de Pirajá (atual bairro de Salvador/BA), que ocorreu em 1822 e 1823, na Província da Bahia, contra grande número de negros, índios e caboclos que queriam a abolição da escravidão e dos privilégios sociais e lutavam pela independência do Brasil, cansados do trabalho escravo nos latifúndios de brasileiros e da exploração dos comerciantes portugueses.

Serviu ainda no Exército na Província da Paraíba/PB. Chegou a Tenente-Coronel do Estado Maior de 2ª Classe, reformado em 9 de dezembro de 1865.

Em Santa Catarina, com 33 votos, elegeu-se Deputado à Assembleia Legislativa Provincial e, como suplente convocado, participou da 13ª Legislatura (1860-1861).

Diretor da Colônia Militar de Santa Teresa1 (localizada em território catarinense), de 1860 a 17 de junho de 1871; depois nomeado 1º Suplente de Delegado da Colônia Santa Teresa, em 3 de dezembro de 1872.

Integrou a Associação Catarinense Promotora de Comércio, Agricultura e Artes, trabalhando na Comissão de Artes e Ensaios Químicos (1853).

Faleceu em 15 de janeiro de 1884, em Desterro/SC (hoje Florianópolis).


1 “Estabelecida em 1854, no caminho entre as vilas de São José e Lages, cumpriu importantes funções durante o período imperial brasileiro, como povoar o interior do território, cobrar impostos sobre as mercadorias transportadas pelo caminho, realizar obras de manutenção nesse percurso e combater os ataques indígenas na região. Essas funções, e as atividades desenvolvidas na colônia, envolveram um contingente de homens livres e pobres que prestavam serviços ao Exército”. (BRÜGGEMANN, 2013, p. 5).

Mandatos

Referências

O Correio Catharinense: Commissão de Commercio e Agricultura. Correio Catharinense: Jornal Comercial, Noticioso e Literário. Desterro, 14 set. 1853. n. 44, p.1, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTI0ODM=>. Acesso em: 5 dez. 2017.

O Despertador: Parte Noticiosa. O Despertador. Desterro, 27 dez. 1865. n. 308, p.1, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTI1NTI=>. Acesso em: 5 dez. 2017.

Secção Geral: Noticiario. A Regeneração: Orgam Democratico. Desterro, 18 jan. 1884. n. 15, p.2-3, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTI1Mjk=>. Acesso em: 5 dez. 2017.

Secretaria do Governo: Expediente do dia 24 de Fevereiro. O Correio Catharinense: Jornal Official, Noticioso e Literário. Desterro, 8 mar. 1854. Parte Official , v. 69, p.1, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTI1MDY=>. Acesso em: 5 dez. 2017.

Secretaria do Governo: Extracto do expediente e actos do governo do dia 30 de Novembro de 1872. O Despertador. Desterro, 14 dez. 1872. n. 1029, p.2, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTI1NzU=>. Acesso em: 5 dez. 2017.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Centro de Memória. Arquivos das Legislaturas: de 1835 a 2018.

BRÜGGEMANN, Adelson André. A sentinela isolada : O cotidiano da colônia militar de Santa Thereza (1854-1883). 2013. 313 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de História, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2013. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTI0NTA=>. Acesso em: 5 dez. 2017.

IPEA - DESAFIOS DO DESENVOLVIMENTO (Brasília, DF). A guerra que orgulha a Bahia. 2016. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTI0NjM=>. Acesso em: 14 jun. 2018.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia João Francisco Barreto. 2020. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/451-Joao_Francisco_Barreto>. Acesso em: 18 de setembro de 2020.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2020)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2020)

Memória Política de Santa Catarina