Milton Mendes
Milton Mendes

Advogado e professor, natural de Laguna/SC. Vereador em Criciúma/SC, Deputado Estadual na Assembleia Legislativa de Santa Catarina e Deputado Federal, representando os catarinenses, no século XX.

Informações Gerais

Nome completo
Milton Mendes de Oliveira
Filiação
Galdino Romualdo de Oliveira e Maria Mendes de Oliveira
Nascimento
15/03/1953
Local de nascimento
Laguna/SC
Formação
Direito
Profissão
Advogado e professor
Partido
Movimento Democrático Brasileiro (MDB) e Partido dos Trabalhadores (PT)
Base Eleitoral
Sul

Milton Mendes

Nasceu em 15 de março de 1953, em Laguna/SC. Filho de Galdino Romualdo de Oliveira e de Maria Mendes de Oliveira. Casou com Roseli Custódio de Oliveira, com quem teve Carlos Augusto,Vitor Hugo e Marcus Vinícius.

Realizou o ensino primário no Grupo Escolar Heriberto Hulse, o ginasial fez no Ginásio Normal Padre Manoel Bernardes. Iniciou o curso colegial no Colégio Normal Antônio Guglielmi Sobrinho, finalizou-o no Centro Educacional Sebastião Toledo dos Santos. Bacharelou-se em Direito pela Fundação de Ensino do Polo Geoeducacional do Vale do Itajaí, atual Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI), em 1977. 

Em Criciúma/SC, onde residia desde a infância, montou escritório e exerceu a advocacia com foco na defesa de causas trabalhistas e sindicais. Lecionou direito do trabalho na Fundação Universitária de Criciúma (FUCRI), entre 1979 e 1981. Foi advogado do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Extração de Carvão, de 1984 a 1994, e prestou assessoria jurídica para a Federação dos Trabalhadores da Indústria do Estado de Santa Catarina, no período de 1989 a 1994. 

Em 1971, filiou-se ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB), pelo partido foi eleito Vereador à Câmara Municipal de Criciúma, para o período de 1977 a 1983. 

No ano de 1980, ingressou no recém-fundado Partido dos Trabalhadores (PT), sendo o primeiro Presidente do diretório catarinense da legenda. Entre 1985 e 1986, exerceu o cargo de Assessor Jurídico da Câmara de Vereadores de Criciúma.

Pelo PT, candidatou-se à vaga de Deputado Estadual para a Assembleia Legislativa de Santa Catarina, em 1982, e ao cargo de Prefeito de Criciúma, em 1988, não sendo eleito em ambas as disputas.

Nas eleições de 1990, elegeu-se Deputado Estadual à Assembleia Legislativa catarinense, com 6.285 votos, e tomou posse à 12ª Legislatura (1991-1995), pelo PT. Integrou a Mesa Diretora da Casa na função de 2º Secretário, de 1991 a 1992, liderou a bancada do partido e participou das Comissões Permanentes de Constituição e Justiça, e de Serviço Público (Vice-Presidente).

Com 24.610 votos, foi eleito Deputado Federal por Santa Catarina no pleito de 1994 e empossado à 50ª Legislatura (1995-1999) da Câmara. Durante o mandato, exerceu a Vice-Liderança da bancada do PT, em 1998 e 1999, e integrou as seguintes Comissões Permanentes:

  • Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (Suplente);
  • Constituição e Justiça e de Redação (Titular);
  • Minas e Energia (Suplente);
  • Seguridade Social e Família (Suplente);
  • Trabalho, Administração e Serviço Público (Suplente).

Em 1998, concorreu ao cargo de Governador do Estado de Santa Catarina, pelo PT, conquistou 386.332 votos, ficou na terceira colocação. Quatro anos mais tarde, disputou mandato de Senador, recebeu 881.024 votos e não foi eleito.

Presidiu a Eletrosul Centrais Elétricas S.A., de 2003 até 2006, ano em que concorreu pela segunda vez para Deputado Federal, com 32.253 votos, ficou Suplente e não obteve convocação para a Câmara. 

Foi candidato pelo PT ao Senado no pleito realizado em 2014, recebeu 428.000 votos, ficou na terceira colocação e não se elegeu.

Conheça as proposições apresentadas pelo Deputado Milton Mendes na Câmara dos Deputados, no endereço a seguir: https://goo.gl/mP2j6b 

Atividades na Assembleia Legislativa

  • Comissão Especial Externa Indústria Carboquímica Catarinense de Imbituba (1993);
  • Comissão Especial Externa DETRAN (1993);
  • PEC nº 10/93 (1993);
  • PEC nº 12/93 (1993);
  • PEC nº 2/93 (1993);
  • PEC nº 3/93 (1993);
  • PEC nº 5/93 (1993);
  • PEC nº 6/93 (1993);
  • PEC nº 7/93 (1993);
  • PEC nº 8/93 (1993);
  • PEC nº 9/93 (1993);
  • Comissão Parlamentar Especial DETRAN/BLUDATA/ADOTESC (1994);
  • Comissão Parlamentar Especial Externa Sessões da Assembleia Legislativa (1993);
  • CPI Telesc (1994);
  • CPI TV Caracol (1993).

Atividades na Câmara dos Deputados

  • Autogestão do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira, Suplente (1995-1996);
  • Falência, Concordata Preventiva e a Recuperação das Empresas com Atividades Econômicas, Titular (1995-1999);
  • PEC nº 9/95, Incentivo ao Turismo, Suplente (1995-1999);
  • PEC nº 46/91, Modificação da Estrutura Policial, Suplente (1995-1999);
  • PEC nº 89/95, Número de Vereadores, Suplente (1996-1999);
  • PEC nº 96/92, Modificações na Estrutura do Poder Judiciário, Titular (1995-1999);
  • PEC nº 231/95, Redução Jornada Máxima de Trabalho para 40 Horas Semanais, Suplente (1997-1999);
  • PEC nº 407/96, Altera Artigo 100 da Constituição Federal, Precatórios, Titular (1997-1999); 
  • Comissão Externa: Ford do Brasil, Suplente (1999). 

Homenagens

  • Comenda do Legislativo Catarinense, a maior honraria concedida pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina, em 2009.
  • Recebeu da Assembleia Legislativa catarinense, homenagem pela legislatura exercida, em 1999.

Imagem

Assinatura do Deputado Milton MendesFonte: Assembleia Legislativa de Santa Catarina - 1945 a 2018.

Mandatos

Referências

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Coordenadoria de Informações. Fichas Datilografadas/Digitalizadas das Legislaturas: de 1945 a 2018.

BRASIL. Câmara dos Deputados. Biografia: Milton Mendes. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzAxMzQ=>. Acesso em: 13 fev. 2019.

CONTEÚDO ABERTO. IN: WIKIPÉDIA: A ENCICLOPÉDIA LIVRE. Milton Mendes de Oliveira. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzAxNDc=>. Acesso em: 13 fev. 2019.

CPDOC. Fundação Getúlio Vargas. Verbete Biográfico: Milton Mendes de Oliveira. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzAxNjA=>. Acesso em: 13 fev. 2019.

ELEIÇÕES 2014. Milton Mendes 130. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzAxNzM=>. Acesso em: 13 fev. 2019.

FACEBOOK. Perfil: Milton Mendes . Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzAxODY=>. Acesso em: 13 fev. 2019.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

SANTA CATARINA. Agência AL. Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Dos Gabinetes - Uczai homenageará ex-deputado Milton Mendes com Comenda do Legislativo Catarinense. 2009. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzAxMjE=>. Acesso em: 28 mai. 2018.

SANTA CATARINA. Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Diário da Assembleia: n° 4.683. 1999. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMzE3MQ==>. Acesso em: 15 mai. 2018.

SANTA CATARINA. Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina. Resenha Eleitoral: Eleições Catarinenses 1945-1998. Florianópolis: Comissão Editorial do TRE, 2001. 198 p. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMzQ2Mw==>. Acesso em: 16 mai. 2018.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Milton Mendes. 2019. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/709-Milton_Mendes>. Acesso em: 03 de agosto de 2020.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2019)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2019)

Memória Política de Santa Catarina