Manoel Pedro da Silveira
Manoel Pedro da Silveira

Advogado e promotor público, natural de Campo Alegre/SC. Interventor interino no Estado de Santa Catarina, no século XX. No mesmo Estado foi Secretário dos Negócios do Interior e Justiça e Procurador Geral.

Informações Gerais

Filiação
Serapião Nunes da Silveira e Maria José da Silveira
Nascimento
03/08/1903
Local de nascimento
Campo Alegre/SC
Ano falecimento
1977
Local de falecimento
Rio de Janeiro/RJ
Formação
Direito
Profissão
Advogado e promotor público

Manoel Pedro da Silveira

Nasceu no dia 3 de agosto de 1903, em Campo Alegre/SC. Filho de Serapião Nunes da Silveira e de Maria José da Silveira. Casou com Olga Barros de Araújo, com quem teve os filhos Geraldo de Araújo Silveira e Manoel Pedro da Silveira Filho.

Bacharel em Direito pela Universidade do Brasil, localizada no Rio de Janeiro/RJ. Foi Promotor Público nas cidades de São Francisco do Sul/SC e Canoinhas/SC.

Foi Secretário de Estado dos Negócios do Interior e Justiça durante a Intervenção Federal do General Ptolomeu de Assis Brasil em Santa Catarina. Substituiu interinamente o General na administração do Estado catarinense entre 28 de fevereiro e 15 de março de 1931.

Com a nomeação de Rui Zobaran como Interventor do Estado, Manoel retornou à Secretaria. Novamente assumiu interinamente o Governo, desta vez por dois períodos: de 15 de novembro a 17 de dezembro de 1932 e de 18 de março a 19 de abril de 1933. Entregou a administração para Aristiliano Ramos, Governador eleito indiretamente pela Assembleia Legislativa estadual.

Em 1935, convocado pelo Governador Nereu Ramos, assumiu novamente o posto de Secretário de Estado dos Negócios do Interior e Justiça, permanecendo na função até 1937.

De 1937 a 1942, foi Procurador Geral do Estado de Santa Catarina. Deixou o cargo e as atividades políticas.

Transferiu-se para o Rio de Janeiro, em 1950, e desempenhou funções de Diretor do Instituto do Mate até 1959.

Faleceu em julho de 1977, no Rio de Janeiro/RJ, no Hospital Miguel Couto.

Homenagem: Rua Manoel Pedro da Silveira, Barra da Lagoa, Florianópolis/SC.

Imagem

Assinatura de Manoel Pedro da Silveira 
Fonte: CORRÊA, 1983, p. 301.

Mandatos

Referências

Actos Officiaes: Portaria N. 131. Republica. Florianópolis, 18 jun. 1931. n. 196, p.5, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rODk1MjA=>. Acesso em: 10 jun. 2019.

Interventoria Federal: A posse do novo interventor e seus auxiliares. O Estado. Florianópolis, 19 abr. 1933. n. 5866, p.6, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTE2OTA=>. Acesso em: 30 jul. 2019.

CONSULTAR CEP. Manoel Pedro da Silveira. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rODk1MDA=>. Acesso em: 11 jun. 2019.

CORRÊA, Carlos Humberto Pederneiras. Os Governantes de Santa Catarina de 1739 a 1982. Florianópolis: Editora da UFSC, 1983. 356 p.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Manoel Pedro da Silveira . 2019. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/1355-Manoel_Pedro_da_Silveira>. Acesso em: 17 de setembro de 2019.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2019)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2019)

Memória Política de Santa Catarina