Emanuel Pereira Liberato
Emanuel Pereira Liberato

Comerciante e militar, natural de Itajaí/SC. Constituinte de 1891 e de 1892 e Deputado no Congresso Representativo de Santa Catarina, no final do século XIX.

Informações Gerais

Filiação
José Pereira Liberato e Maria Cristina do Nascimento Liberato
Local de nascimento
Itajaí/SC
Profissão
Militar e comerciante
Partido
Republicano e Federalista

Emanuel Pereira Liberato

Nasceu em Itajaí/SC. Filho de Maria Cristina do Nascimento Liberato e José Pereira Liberato. Seu pai foi Deputado da Assembleia Legislativa Provincial de Santa Catarina, em 1864 e 1865, e Vice-Presidente da Província catarinense em 1879. Casou com Alice Liberato e tiveram filhos.

Emanuel foi comerciante, militar (chegou a Tenente, servindo na 3ª Cia. do 5º Batalhão de Infantaria da Guarda Nacional de Itajaí, em 1882) e Delegado de Polícia no mesmo município, em 1889.

Republicano declarado, tornou-se um dos principais divulgadores desses ideais em Itajaí e na região. Em reunião privada na sua residência, com o Coronel Manoel Antônio Fontes, fundou o Clube Federalista de Itajaí, no dia 11 de setembro de 1887, a presidência ficou com Emanuel.

Com a Proclamação da República (1889) e a dissolução das Câmaras de Vereadores que tinham representantes eleitos para mandato de 1887 a 1890, foram criados os Conselhos de Intendências Municipais compostos por homens nomeados. Para Itajaí, o Governador Lauro Müller, nomeou sete membros para compor o novo Conselho: Emanuel, Manoel Antônio Fontes, Dr. Pedro Ferreira e Silva, Geraldo Pereira Gonçalves, João Pinto d'Amaral, Jacob Heusi e Olympio Aniceto da Cunha, tendo Emanuel como Presidente e Dr. Pedro Ferreira e Silva, por Vice-Presidente. Desentendimentos e conflitos entre as lideranças políticas no conselho, fizeram com que Emanuel renunciasse à presidência. (A HISTÓRIA DO LEGISLATIVO, 2012).

Conforme Santos (2000), “o grupo dos republicanos históricos, capitaneados por Emanuel Pereira Liberato e Manoel Antônio Fontes, passou à oposição ao governador do Estado, Lauro Severiano Müller, e aderiu ao Partido Federalista, fundado na capital do Estado, e que pretendia representar a pureza republicana. A queixa maior destes era o pretenso favorecimento do governador ao grupo dos que só aderiram à República após 15 de novembro”.

Pelo Partido Federalista, tornou-se suplente de Deputado, convocado, assumiu como Constituinte de 1891, e eleito Deputado para o Congresso Representativo de Santa Catarina, atuou na 1ª Legislatura (1892-1893), do período Republicano, sendo também Deputado Constituinte de 1892.

Cel. Manoel Antônio Fontes (amigo e aliado de Emanuel)
Fonte: Reprodução/Arquivo Fundação Genésio Miranda Lins (disponível em: https://goo.gl/BqXuHa)

Mandatos

Referências

A HISTÓRIA DO LEGISLATIVO: 1860 – 2012. Itajaí: Câmara de Vereadores de Itajaí, 2012. 92 p. Disponível em: <https://bit.ly/2LljMlO>. Acesso em: 31 mai. 2018.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Centro de Memória. Arquivos das Legislaturas: de 1835 a 2018.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

SANTOS, Everaldo José dos. História Política de Itajaí: Dos primórdios até a Revolução de 30. 2000. Disponível em: <https://goo.gl/4b1MWZ>. Acesso em: 6 set. 2017.

STOETERAU, Lígia De Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Emanuel Pereira Liberato. 2018. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/237-Emanuel_Pereira_Liberato>. Acesso em: 18 de abril de 2019.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2018)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2018)

Memória Política de Santa Catarina