José Delfino dos Santos
José Delfino dos Santos

Comerciante, advogado provisionado, promotor público e juiz municipal, natural de Desterro/SC. Vereador na terra natal e Deputado na Assembleia Legislativa Provincial de Santa Catarina, no século XIX.

Informações Gerais

Filiação
Tomás dos Santos e Delfina Vitoriana dos Santos
Ano nascimento
1833
Local de nascimento
Desterro/SC
Falecimento
30/07/1918
Local de falecimento
Florianópolis/SC
Profissão
Advogado provisionado, Promotor Público e Juiz Municipal
Partido
Partido Conservador

José Delfino dos Santos

Nasceu em 1833, em Desterro/SC (atual Florianópolis). Filho de Tomás dos Santos e Delfina Vitoriana dos Santos. Seu irmão, Luís Delfino, médico e renomado poeta, foi Senador catarinense na 21ª e na 22ª Legislatura. Seu sobrinho, Tomás Delfino dos Santos, filho de Luís, também médico, que pelo Distrito Federal foi Senador (1896-1906) e Deputado Federal (1894-1896 e de 1912-1917).

José Delfino era advogado provisionado (não formado, mas com autorização para exercer) e atuou como Promotor Público na terra natal (1880 a 1885) e em Laguna/SC (1888), além de 1º Suplente de Juiz de Paz e Juiz de Órfãos, Suplente em exercício (1871-1874), em Desterro.

A atividade parlamentar começou em 1870, quando concorreu à vaga de  Vereador para a Câmara de Desterro, foi eleito e exerceu mandato.

Pelo Partido Conservador, concorreu a uma das vagas de Deputado à Assembleia Legislativa Provincial de Santa Catarina, em eleição suplementar ocorrida em 30 de janeiro de 1871, para preenchimento de duas vagas, em razão da morte de parlamentares. Convocado, tomou posse e integrou a 18ª Legislatura (1870-1871). Nas eleições seguintes, para a mesma Assembleia, foi eleito à 19ª Legislatura (1872-1873), sendo Suplente de Secretário da Mesa Diretora da Casa, no ano de 1873.

Participou na Guerra do Paraguai - que ocorreu de 1864 a 1870.

Em 1874, desempenhou atividades na Secretaria do Governo, integrando o Conselho Diretor da Instrução Pública da Província catarinense. Posteriormente, assumiu as funções de Procurador Fiscal do Tesouro Provincial e de Procurador Fiscal do Estado, em 1908. 

Era sócio do irmão Antônio na empresa “Delfino dos Santos & Irmãos”, até 31 de outubro de 1874, quando abandonou a sociedade.

Em 1878, foi exonerado do cargo de Inspetor da Tesouraria Provincial.

Faleceu em 30 de julho de 1918, em Florianópolis/SC.

Condecoração: Oficial da Imperial Ordem da Rosa.

Mandatos

Referências

Ao Corpo Eleitoral da Provincia de Santa Catharina. O Despertador. Desterro, 18 nov. 1870. n. 815, p.2, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTc0MTg=>. Acesso em: 20 out. 2017.

Exoneração por acto da Presidencia. O Conservador: Jornal Politico, Noticioso e Commercial. Desterro, 3 jul. 1878. n. 526, p.1, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTczOTU=>. Acesso em: 20 out. 2017.

Governo da Provincia: Administração do Exm. Sr. Coronel Dr. Augusto Fausto de Souza. Conservador. Desterro, 14 jul. 1888. Parte Official , n. 158, p.1, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTczMjY=>. Acesso em: 20 out. 2017.

IMPERIO DO BRASIL: Diario do Goberno. Rio de Janeiro: Impr. Nacional, 1825. 565 p. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTE5MzM=>. Acesso em: 26 set. 2017.

Secretaria do Governo: Expediente do dia 11 de abril de 1874. O Conservador: Jornal Politico, Noticioso e Commercial. Desterro, 25 abr. 1874. n. 125, p.2, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTczNzI=>. Acesso em: 20 out. 2017.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Centro de Memória. Arquivos das Legislaturas: de 1835 a 2018.

CONTEÚDO ABERTO. IN: WIKIPÉDIA: A ENCICLOPÉDIA LIVRE. Luís Delfino. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTczMDY=>. Acesso em: 20 out. 2017.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

SANTOS, Antonio Delfino dos; SANTOS, José Delfino dos. Declaração. O Despertador. Desterro, 3 nov. 1874. Annuncios, n. 1223, p.4, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTc0NTc=>. Acesso em: 20 out. 2017.

SANTOS, José Delfino dos. Inventario dos bens que ficarão por fallecimento de Luiz Machado Dias. Conservador: Jornal Politico, Noticioso e Commercial. Desterro, 22 abr. 1874. Editaes, n. 124, p.4, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTczNDk=>. Acesso em: 20 out. 2017.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia José Delfino dos Santos. 2019. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/538-Jose_Delfino_dos_Santos>. Acesso em: 07 de agosto de 2020.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2019)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2019)

Memória Política de Santa Catarina