Líbero Guimarães
Líbero Guimarães

Comerciante, industrial e militar, natural de Lages/SC. Vereador eleito em São Bento do Sul/SC e Deputado Estadual na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, no final do século XIX.

Informações Gerais

Nome completo
Líbero Teixeira Guimarães
Filiação
Frederico Teixeira Guimarães
Ano nascimento
1835
Local de nascimento
Lages/SC
Ano falecimento
1908
Local de falecimento
Lapa/PR
Profissão
Comerciante, industrial e militar
Partido
Partido Republicano Catarinense (PRC)

Líbero Guimarães

Nasceu por volta do ano de 1835, em Lages/SC. Filho de Frederico Teixeira Guimarães. Casado com Ana de Sousa Lobo.

Comercializava na região de Antonina, Paraná, e de Joinville, em Santa Catarina. Tornou-se acionista da Cia. Industrial Catharinense, sendo Secretário, suplente do Conselho Fiscal, em 1891, e seu Diretor em 1906.

Em São Bento (hoje São Bento do Sul/SC), fundou o Clube Republicano e foi Intendente Municipal (atual cargo de Vereador), eleito no ano de 1891.

Pelo Partido Republicano Catarinense (PRC), elegeu-se duas vezes Deputado Estadual ao Congresso Representativo de Santa Catarina (Assembleia Legislativa) e participou da Legislatura (1894-1895) e da Legislatura (1896-1897), nesta última atuou nas Comissões de Estatística e Divisão Civil Tributária, e na Comissão de Associação, Estabelecimentos Públicos e Catequese das Populações Indígenas.

Durante a 2ª Legislatura, acontecia a Revolução Federalista1, que se estendeu ao Estado paranaense e acarretou no episódio militar conhecido como Cerco da Lapa. Líbero participou da batalha ocorrida entre janeiro e fevereiro de 1894, do lado dos legalistas, fiéis a Floriano Peixoto, segundo presidente da República. Após o confronto, recebeu a patente de Coronel Honorário do Exército.

Foi representante da Revista de Santa Catharina, em Antonina, no ano de 1895, e um dos fundadores do Instituto Histórico Geográfico de Santa Catarina, em 1896.

Assumiu como Prefeito de Antonina/PR, no ano de 1907, e deixou o cargo em fevereiro de 1908.

Faleceu em agosto de 1908, em Lapa/PR.


1 “Um conflito de caráter político, ocorrido no Rio Grande do Sul entre os anos de 1893 e 1895, que desencadeou uma revolta armada. A revolta atingiu também o Paraná e Santa Catarina”. (HISTÓRIA DO BRASIL.NET).

Mandatos

Referências

"Para Buenos Ayres seguio ante hontem...". O Dia: Orgão do Partido Republicano Catharinense. Florianópolis, 7 jun. 1903. p.2, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDE5MTY=>. Acesso em: 8 jun. 2017.

Companhia Industrial Catharinense. Gazeta do Joinville. Joinville, 13 jun. 1891. Secção Commercial, p.2, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDE4NTQ=>. Acesso em: 8 jun. 2017.

Congresso: Ata da 16ª sessão ordinária do congresso representativo do Estado de Santa Catarina. República. Florianópolis, 2 nov. 1895. p.2, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDE5NTk=>. Acesso em: 8 jun. 2017.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Centro de Memória. Arquivos das Legislaturas: de 1835 a 2018.

BLUMENAU EM CADERNOS. Anexo 1. 1977. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDE4MDg=>. Acesso em: 8 jun. 2017.

FAMILYSEARCH. Alzira Teixeira. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDE4NzA=>. Acesso em: 8 jun. 2017.

GAZETA DO POVO. Os 120 anos do Cerco da Lapa e o preço da consolidação da República. 2014. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDE4ODM=>. Acesso em: 8 jun. 2017.

HISTÓRIA DO BRASIL.NET. Revolução Federalista: resumo, causas, o que foi, conclusão. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTM5MA==>. Acesso em: 2 jun. 2018.

MATOS, Felipe. Armazém da Província: Vida Literária e Sociabilidades Intelectuais em Florianópolis na Primeira República. 2014. 241 f. Tese (Doutorado) - Curso de História, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2014. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNTYz>. Acesso em: 7 ago. 2017.

MUSEU PARANAENSE. Acta da Assembléa da Installação do Club Antoniense. Antonina. 1903. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDE3OTU=>. Acesso em: 8 jun. 2017.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

REVISTA DE SANTA CATHARINA. Declarações. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDE4MzQ=>. Acesso em: 8 jun. 2017.

SÃO BENTO NO PASSADO. Posts Tagged ‘Líbero Guimarães’. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDE4OTY=>. Acesso em: 8 jun. 2017.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

WEIGERT, Daniele. Estratégias Familiares na Fronteira do Paraná (Palmas, Século XIX). 2016. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDE4MjE=>. Acesso em: 8 jun. 2017.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Líbero Guimarães . 2019. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/610-Libero_Guimaraes>. Acesso em: 26 de setembro de 2020.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2019)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2019)

Memória Política de Santa Catarina