Ideli Salvatti
Ideli Salvatti

Professora e sindicalista, natural de São Paulo/SP. Deputada Estadual no Parlamento Catarinense e Senadora, final do século XX e início do XXI. Ministra de Estado e a primeira mulher de Santa Catarina a ser titular no Senado Federal.

Informações Gerais

Gênero
Feminino
Filiação
Oscar dos Santos Mello e Célia Maria Mello
Nascimento
18/03/1952
Local de nascimento
São Paulo/SP
Formação
Física (Licenciatura)
Profissão
Professora e sindicalista
Partido
Partido dos Trabalhadores (PT)

Ideli Salvatti

Nasceu em 18 de março de 1952, em São Paulo/SP. Filha de Estevam Paulo Salvatti e de Helena Marchiori Salvatti. É casada e mãe de Felipe e Mariana.

Graduada em Física (Licenciatura), pela Universidade Federal do Paraná (1976). 

Entre as atividades desenvolvidas por Ideli destacam-se: Professora da Secretaria de Estado da Educação, atuou no Colégio Estadual Prof. Henrique Stodieck, em Florianópolis/SC; no Colégio Santos Anjos, em Joinville/SC; e na Fundação Educacional de Joinville; Tesoureira da Central Única dos Trabalhadores (CUT); Presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação (SINTE), Presidente do Centro dos Direitos Humanos (CDDH) em Joinville, e Presidente da Associação dos Professores Licenciados de Santa Catarina (ALISC).

Na década de 1980, foi uma das fundadoras do Partido dos Trabalhadores (PT) no município de Joinville e diversas vezes integrou o Diretório e a Executiva do partido no Estado catarinense.

Concorreu pela primeira vez à Deputada Estadual para a Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (ALESC) em 1986, obteve 996 votos e uma suplência pelo PT.

Em 1994, pelo mesmo partido elegeu-se Deputada Estadual ao Legislativo catarinense, com 11.832 votos, tomou posse à 13ª Legislatura (1995-1999). Nessa legislatura representou a Casa Legislativa na Itália e participou das seguintes Comissões Permanentes:

  • Constituição e Justiça e Redação de Leis (Presidente);
  • Trabalho, Administração e Serviço Público (Membro e Vice-Presidente);
  • Educação, Cultura e Desporto (Membro e Vice-Presidente).

Participou em outras Comissões:

  • Comissão Especial que auditou receitas e despesas como pagamentos das pensões, vendas das ações da CELESC, retenção de consignações de repasses e descontos em folha de servidores;
  • Comissão Especial Externa, supra-partidária;
  • Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que investigou a existência de irregularidades na Secretaria de Estado da Educação;
  • Proposta de Emenda Constitucional (PEC), que tinha a finalidade de repassar para os municípios as áreas de ilhas e costeira que estavam em poder da União;
  • Comissão Especial Externa, que acompanhou a gestão do governo sob o Banco do Estado de Santa Catarina S.A - BESC;
  • Comissão de Fiscalização, Controle e Eficácia Legislativa.

Reelegeu-se Deputada Estadual à Assembleia Legislativa catarinense, em 1998, pelo PT, com 15.676 votos, e integrou a 14ª Legislatura (1999-2003). Nesta Legislatura liderou a bancada do PT no Parlamento e compôs as seguintes Comissões Permanentes:

  • Educação, Cultura e Desporto (Vice-Presidente);
  • Trabalho, Administração e Serviço Público (Presidente);
  • Constituição e Justiça.

Participou das Comissões Especiais:

  • Técnica de Fiscalização, Controle, Eficácia Legislativa e Redação de Leis.
  • Representativa;
  • Temporária Especial Externa, que apresentou relatório com informações apresentadas por 11 universidades visitadas no Estado;
  • Especial Externa, que implantou o Projeto “Veja do Sul” do “Grupo Usinor”, no município de São Francisco do Sul/SC.

Pelo PT, foi eleita Senadora por Santa Catarina, 1.054.304 votos - a primeira mulher catarinense a ocupar o cargo como titular, tomou posse e participou da 52ª Legislatura (2003-2007) e da 53ª Legislatura (2007-2011). Foi Líder da Bancada do PT, Vice-Líder do Governo (2003), Líder do Governo no Congresso durante o governo do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e integrou as Comissões Permanentes de:

  • Direitos Humanos e Legislação Participativa (Suplente);
  • Constituição, Justiça e Cidadania (Titular e Suplente);
  • Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (Titular);
  • Educação, Cultura e Esporte (Titular e Suplente);
  • Meio Ambiente (Titular e Suplente).

Integrou, ainda, as seguintes Comissões Especiais:

  • BANESTADO - CPMI - BANESTADO (Titular e Suplente);
  • BINGOS - CPI - Bingos (Suplente);
  • CAE - Comissão de Assuntos Econômicos (Titular e Suplente);
  • CAESTURI - Subcomissão de Turismo (Suplente);
  • CAELIF - Subcomissão Temporária da Liquidação de Instituições Financeiras (Suplente);
  • CAERT - Subcomissão Temporária - Reforma Tributária (Suplente);
  • CAS - Comissão de Assuntos Sociais (Titular e Suplente);
  • CDHSPDM - Subcomissão Permanente em Defesa da Mulher (Titular);
  • CECTMCS - Subcomissão Permanente de Cinema, Teatro, Música e Comunicação Social (Titular e Suplente);
  • CEDP - Conselho de Ética e Decoro Parlamentar (Suplente);
  • CI - Comissão de Serviços de Infraestrutura (Titular e Suplente);
  • CFCPORO - Subcomissão "Operação Pororoca" (Suplente);
  • CMMC - Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas (Titular);
  • CMO - Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (Suplente);
  • ConsLeg - CMESP - Consolidação Legislativa (Titular);
  • CPCM - Comissão Parlamentar Conjunta do Mercosul (Titular);
  • CPIAPAGAO - CPI - Apagão Aéreo (Suplente);
  • CPIPETRO - CPI - Petrobras (Titular);
  • CPMI Ambulâncias - CPMI – Ambulâncias (Titular e Suplente);
  • CPMI Correios - CPMI - Correios (Titular);
  • CPMICPGF - CPMI - Cartões Corporativos (Titular);
  • CR - Comissão Representativa do Congresso Nacional (Titular);
  • CTSC - CTEX - Santa Catarina (Titular);
  • EXPLORA - CPMI - Exploração Sexual (Titular);
  • FUNDOS DE PENSÃO - Comissão Parlamentar Mista de Inquérito - "Fundos de Pensão" (Suplente);
  • ONGS2006 - CPI - ONGs (Titular).

Em 2010, concorreu à Governadora do Estado de Santa Catarina, pelo PT, e obteve 754.223 votos - a terceira candidata mais votada.

Por convite da Presidenta da República, Dilma Vana Rousseff, assumiu como Ministra da pasta de Pesca e Aquicultura, de janeiro a junho de 2011; Ministra-Chefe da Secretaria de Relações Institucionais, em 2011; e Ministra-Chefe da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, a partir de abril de 2014. 

Nas eleições de 2018, concorreu a uma das duas vagas de Senadora por Santa Catarina, pelo PT, obteve 336.449 votos, a sexta na ordem de votação. 

Conheça todas as proposições legislativas apresentadas pela Deputada e Senadora Ideli Salvatti nos endereços a seguir:

https://goo.gl/7FiqjE

https://goo.gl/FgjrLg

Homenagem

A paralementar recebeu a medalha da Ordem do Mérito Naval, em 2011.

Imagens

Assinatura e rubrica da Deputada Ideli Salvatti
Fonte: Assembleia Legislativa de Santa Catarina - 1945 a 2018.
 
 
Foto - Ideli Salvatti no primeiro mandato na Assembleia de SC
Fonte: Assembleia Legislativa de Santa Catarina - 1945 a 2018.
 
 
Foto: Eduardo de Oliveira/Agência AL

Mandatos

Referências

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Centro de Memória. Arquivos das Legislaturas: de 1835 a 2018.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Coordenadoria de Informações. Fichas Datilografadas/Digitalizadas das Legislaturas: de 1945 a 2018.

BRASIL. Senado Federal. Senadores: Ideli Salvatti. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzE3MjI=>. Acesso em: 22 fev. 2019.

CONTEÚDO ABERTO. IN: WIKIPÉDIA: A ENCICLOPÉDIA LIVRE. Ideli Salvatti. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzE3NDg=>. Acesso em: 22 fev. 2019.

MENDONÇA, Eliane Cunha. A Participação das Senadoras na Produção Legislativa: 49ª (1991/1995) e 52ª (2003/2007) Legislaturas. 2009. 74 f. TCC (Graduação) - Curso de Adminstração Legislativa, , Universidade do Legislativo Brasileiro - UNILEGIS, Brasília, DF, 2009. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDc0NTM=>. Acesso em: 1 nov. 2018.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

SANTA CATARINA. Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Diário da Assembleia: Nº 4.778. 2000. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzE3MzU=>. Acesso em: 22 fev. 2019.

SANTA CATARINA. Tribunal Regional Eleitoral. Resultado de Eleições 1994 em Santa Catarina: 1º Turno. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjg0ODA=>. Acesso em: 4 fev. 2019.

SANTA CATARINA. Tribunal Regional Eleitoral. Resultado de Eleições 2010 em Santa Catarina: 1º Turno. 2018. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDY2MTI=>. Acesso em: 12 set. 2018.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL (Santa Catarina). Resultado de Eleições 1998 em Santa Catarina: 1º Turno. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjcwNjc=>. Acesso em: 31 ago. 2017.

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL. Resenha Eleitoral - Eleições Catarinenses 1945-1998. 2001. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjI2OQ==>. Acesso em: 30 nov. 2017.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Ideli Salvatti. 2022. Disponível em: <https://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/1066-Ideli_Salvatti>. Acesso em: 07 de dezembro de 2022.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2022)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2022)

Memória Política de Santa Catarina