Arnaldo Claro São Thiago
Arnaldo Claro São Thiago

Professor, funcionário público, jornalista e poeta, natural de Desterro/SC. Deputado Constituinte de 1891, no Congresso Representativo, e Deputado no Parlamento Catarinense, final do século XIX e início do XX.

Informações Gerais

Nome completo
Arnaldo Claro São Thiago
Filiação
Joaquim Antônio de São Tiago e Clara Almeida São Tiago
Nascimento
01/07/1886
Local de nascimento
São Francisco do Sul/SC
Falecimento
09/04/1979
Local de falecimento
Rio de Janeiro/RJ
Formação
Magistério
Profissão
Professor, funcionário público, jornalista e poeta
Partido
Partido Republicano Catarinense (PRC)

Arnaldo Claro São Thiago

Nasceu em 1º de julho de 1886, em São Francisco do Sul/SC. Filho de Clara Almeida São Tiago e de Joaquim Antônio de São Tiago. Seu pai, também professor, fundou o primeiro Centro Espírita de Santa Catarina, em 1895, e foi Deputado Constituinte de 1891, na Assembleia Legislativa catarinense. Além do pai, o tio, Polidoro Olavo de São Tiago, igualmente foi Deputado na mesma Assembleia e Presidente interino (cargo hoje denominado Governador) catarinense.

Arnaldo concluiu o Magistério na Escola Normal Catarinense (Curso de Normalista), em Florianópolis, no ano de 1905, e tornou-se professor.

Casou com Maria Eugênia Nóbrega de Oliveira e tiveram doze filhos, entre eles, Arnaldo Filho (militar) e Lauro (escritor).

Em 25 de outubro de 1921, fundou a Colônia de Pescadores Z-2, “Nossa Senhora da Graça”, em São Francisco do Sul, onde foi: funcionário da Alfândega, aprovado em primeiro lugar em concurso para a vaga; Agente Fiscal do Selo; e Fiscal do Imposto do Consumo, em 1923, aposentando-se nesse último, no ano de 1934.

Fundou dois jornais: A Folha do Comércio e O Município. Colaborou na publicação Blumenau em Cadernos. Escreveu o livro História da Literatura Catarinense (1957) e obras poéticas: Prelúdios (1914) Fagulhas (1927) Ruínas (1936) Escrínio d’alma (1944) Pórtico (1955) Últimos Cantos (1970) e Lírica Espírita (1975).

Por sua dedicação à cultura e à literatura, tornou-se membro da Academia Catarinense de Letras, ocupando a Cadeira no 19, que seu pai ocupou, membro do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina e da Academia de Letras de São José/SC, ocupante da Cadeira no 34, entre outras em que participou.

Deputado eleito duas vezes, exerceu mandato na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina à Legislatura (1913-1915) e à 10ª Legislatura (1916-1918).

Faleceu em 9 de abril de 1979, na cidade do Rio de Janeiro/RJ.

Homenagem

Rua Arnaldo São Tiago, Centro, Capivari de Baixo/SC.

Mandatos

Referências

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Centro de Memória. Arquivos das Legislaturas: de 1835 a 2018.

BARCELLOS, Vera de. Academia São José de Letras- Patrono Arnaldo Claro de Santiago-cadeira 34 em 9 de novembro de 1996. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMzM2NTQ=>. Acesso em: 16 out. 2017.

BIBLIOTECA VIRTUAL ESPÍRITA. Joaquim Antonio de S. Thiago. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMzM2MTI=>. Acesso em: 16 out. 2017.

CORREIOS/CEP. Busca "Arnaldo São Tiago". Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMzM2MjU=>. Acesso em: 16 out. 2017.

NASCIMENTO, Antônio Roberto. Peregrino Servita de São Tiago. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMjU1OTY=>. Acesso em: 27 jul. 2017.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

SILVEIRA, Dauto João da. Bairro Bela Vista e o Porto de São Francisco do Sul: um estudo sobre o modo de produzir a existência dos pescadores artesanais. 2010. 235 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política, Departamento de Pós-Graduação em Sociologia Política, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2010. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMzM2NDE=>. Acesso em: 15 out. 2016.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Arnaldo Claro São Thiago. 2022. Disponível em: <https://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/122-Arnaldo_Claro_Sao_Thiago>. Acesso em: 26 de novembro de 2022.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2022)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2022)

Memória Política de Santa Catarina