Helvídio de Castro Veloso Filho
Helvídio de Castro Veloso Filho

Advogado e delegado de polícia. Vereador em Urussanga/SC e Deputado Estadual no Parlamento Catarinense, século XX.

Informações Gerais

Filiação
Helvídio de Castro Veloso
Formação
Direito
Profissão
Advogado e Delegado de Polícia
Partido
Partido de Representação Popular (PRP)

Helvídio de Castro Veloso Filho

Um dos quinze filhos de Helvídio de Castro Veloso. Formado em Direito, foi Delegado de Polícia em alguns municípios catarinenses.

Integrou a primeira Legislatura da Câmara de Vereadores de Urussanga/SC. Sendo Vereador e o líder do Partido de Representação Popular (PRP) nesse município, em 1955.

No ano de 1958 concorreu ao cargo de Deputado Estadual no Parlamento catarinense, pelo PRP, obteve 209 votos e uma suplência, não sendo convocado pela Assembleia.

Residia em Criciúma/SC quando se candidatou pela segunda vez à vaga de Deputado Estadual para a Assembleia Legislativa de Santa Catarina, pelo PRP, com 670 votos, ficou Suplente e foi convocado à Legislatura (1963-1967).

Trabalhou como Delegado Regional de Criciúma durante longo período e, entre 1969 e 1974, período de grande tensão no Brasil por conta da Ditadura Militar, era o responsável por colher informações e depoimentos, intimidar e prender os possíveis opositores aos militares, além de repassar o apurado para seus superiores.

Homenagem

Recebeu da Assembleia Legislativa catarinense, em 1999, pela legislatura exercida.

Mandatos

Referências

CÂMARA DE VEREADORES DE URUSSANGA. Ata da Sessão Ordinária de 2008. 2008. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjMwMDc=>. Acesso em: 26 set. 2017.

DASSI, Nilo. Siderópolis: A Ditadura e o Grupo dos Onze. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjMwMzM=>. Acesso em: 26 set. 2017.

NASPOLINI FILHO, Archimedes. Crônica da Cidade. 2017. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjMwMjA=>. Acesso em: 10 jan. 2019.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

SANTA CATARINA. Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Diário da Assembleia: n° 4.683. 1999. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMzE3MQ==>. Acesso em: 15 mai. 2018.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL. Resenha Eleitoral - Eleições Catarinenses 1945-1998. 2001. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjI2OQ==>. Acesso em: 30 nov. 2017.

VIEIRA, Adriana Fraga. Maracangalha “Vilarejos das desocupadas”: spaço de prostituição e boemia na região carbonífera catarinense (1955-1980). 2008. 191 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de História, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2008. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjMwNDk=>. Acesso em: 26 set. 2017.

ZANELATTO, João Henrique; TRICHÊS, Janete; CAROLA, Carlos Renato. Do Golpe Militar a Instalação do 28º Grupo de Artilharia de Campanha (GAC): à ditadura civil militar na capital nacional do carvão (1964 -1977). Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjMwNjI=>. Acesso em: 26 set. 2017.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Helvídio de Castro Veloso Filho. 2022. Disponível em: <https://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/366-Helvidio_de_Castro_Veloso_Filho>. Acesso em: 06 de dezembro de 2022.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2022)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2022)

Memória Política de Santa Catarina