Algemiro Manique Barreto
Algemiro Manique Barreto

Empresário e industrial, natural de Nova Veneza/SC. Vereador e Prefeito de Criciúma/SC e Deputado Estadual no Parlamento Catarinense, século XX.

Informações Gerais

Filiação
Manuel Manique Barreto e Guilhermina S. Barreto
Nascimento
11/07/1929
Local de nascimento
Nova Veneza/SC
Falecimento
31/05/2016
Local de falecimento
Criciúma/SC
Formação
Ginasial (atual ensino médio)
Profissão
Empresário e industrial
Partido
Aliança Renovadora Nacional (ARENA) e Partido Democrático Social (PDS)

Algemiro Manique Barreto

Nasceu em 11 de julho de 1929, no distrito de São Bento Baixo, município de Nova Veneza/SC. Filho de Manuel Manique Barreto e de Guilhermina S. Barreto.

Realizou seus estudos no Colégio São Bento e permaneceu em Nova Veneza até 1949, quando se mudou para Criciúma/SC, onde começou a trabalhar como calçadista e alfaiate. 

Em 1951, casou-se com Zulma Naspolini Manique Barreto, com quem foi casado até 2014, quando a esposa faleceu. Tiveram cinco filhos: Zulmar, Zurene, Nei, Emanuel e Algemiro Manique Filho.

Manteve-se na área têxtil e, nos anos 60, criou sua primeira empresa que tinha foco na fabricação de guarda-chuvas e calças. Atuou como empresário até 2010, quando foi obrigado deixar a administração por problemas de saúde.

Nas eleições de 1965, elegeu-se Vereador à Câmara de Criciúma - o mais votado, e foi Presidente da Câmara nos anos de 1968 e 1969.

Continuou à frente de suas empresas até ser eleito Prefeito de Criciúma/SC, pela Aliança Renovadora Nacional (ARENA), exerceu mandato de 1º de fevereiro de 1973 a 31 de janeiro de 1977. Entre tantas realizações se destacam: construção da Avenida Centenário, melhoria e pavimentação da Rodovia Luiz Rosso e da Avenida Luiz Lazzarin, e a criação da Associação Feminina de Assistência Social de Criciúma (AFASC).

Pelo mesmo partido, concorreu a uma das vagas de Deputado Estadual à Assembleia Legislativa de Santa Catarina, eleito com 13.395 votos, tomou posse, participou da Legislatura (1979-1983), e presidiu a Comissão de Finanças. 

Pela coligação “União por Santa Catarina”, em 1994, concorreu a Deputado ao Parlamento Estadual, com 4.275 votos, ficou Suplente e não foi convocado.  

Pertenceu ao Lions Clube e presidiu o Comerciário Esporte Clube - que depois passou a se denominar Criciúma Esporte Clube.

Faleceu em 31 de maio de 2016, em Criciúma/SC. Recebeu homenagens de familiares e amigos que podem ser acessadas no seguinte endereço: https://goo.gl/AgNb2c

Mandatos

Referências

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Centro de Memória. Arquivos das Legislaturas: de 1835 a 2018.

ASSOCIAÇÃO FEMININA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DE CRICIÚMA - AFASC . Quem somos. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNTY3NzI=>. Acesso em: 26 jul. 2017.

ENGEPLUS (Santa Catarina). Morre ex-prefeito Algemiro Manique Barreto. 2016. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTUyNQ==>. Acesso em: 2 mai. 2018.

LITORALSULTV. Familiares e amigos se despedem de Algemiro Manique Barreto. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNTY3ODU=>. Acesso em: 26 jul. 2017.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL. Resenha Eleitoral - Eleições Catarinenses 1945-1998. 2001. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjI2OQ==>. Acesso em: 30 nov. 2017.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Algemiro Manique Barreto. 2022. Disponível em: <https://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/48-Algemiro_Manique_Barreto>. Acesso em: 29 de novembro de 2022.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2022)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2022)

Memória Política de Santa Catarina