Manoel Siqueira Bello
Manoel Siqueira Bello

Escrivão, natural de Clevelândia/PR. Vereador e Prefeito em Caçador/SC e Deputado Estadual no Parlamento Catarinense, século XX. Conselheiro do Instituto de Reforma Agrária no mesmo Estado.

Informações Gerais

Filiação
Diogo de Siqueira Bello e Maria Francisca Bello
Nascimento
03/06/1902
Local de nascimento
Clevelândia/PR
Falecimento
28/05/1985
Local de falecimento
Rio de Janeiro/RJ
Profissão
Escrivão
Partido
Partido Social Democrático (PSD)

Manoel Siqueira Bello

Nasceu em 3 de junho de 1902, em Clevelândia/PR. Filho de Maria Francisca Bello e de Diogo de Siqueira Bello. Seu pai foi Coletor Federal no distrito de Bela Vista das Palmas (município de Clevalândia), onde tem uma rua em sua homenagem.

Manoel concluiu os estudos primários na cidade natal.

Casou com Alba Allet Bello e tiveram os filhos Nei Douglas Bello, Sinval Bello e Nilo Bello (foi Deputado Estadual catarinense de 1967-1971).

Exerceu as funções de: Escrivão de Coletoria de Rui Barbosa, em Chapecó/SC; Coletor Estadual em Rio do Sul/SC, Caçador/SC e Itajaí/SC; e Escrivão do Crime Cível, Comércio e Feitos da Fazenda da Comarca de Caçador (empossado em 15 de março de 1938).

Pelo Partido Social Democrático (PSD), iniciou a vida política em Caçador, eleito Vereador à Câmara Municipal, foi 1º Presidente da Mesa Diretora (1936-1937), depois assumiu como Prefeito nomeado (entre 1929 e 1930) e novamente Vereador em 1947.

Eleito Deputado Estadual para a Assembleia Legislativa de Santa Catarina, à Legislatura (1951-1955), pelo PSD, com 2.345 votos.

No pleio de 1954, concorreu novamente à vaga no Legislativo catarinense, pelo mesmo partido, com 2.421 votos ficou na suplência de Deputado, mas não foi convocado.

Candidatou-se a Deputado Estadual ao parlamento catarinense pelo PSD, recebeu 3.263 votos, ficou na posição de Suplente, foi convocado à Legislatura (1959-1963), assumiu o cargo e exerceu de 1959 a 1962.

Foi Conselheiro do Instituto de Reforma Agrária do Estado de Santa Catarina, de 29 de agosto de 1967 a 19 de março de 1975.

Faleceu em 28 de maio de 1985, em Rio de Janeiro/RJ.

Homenagens

  • Rua Manoel Siqueira Bello, Chapecó/SC.
  • Recebeu da Assembleia Legislativa catarinense, em 1999, in memoriam, homenagem pelas legislaturas exercidas.

Imagem

Assinatura do Deputado Manoel Siqueira Bello
Fonte: Assembleia Legislativa de Santa Catarina - 1945 a 2018.

Mandatos

Referências

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Coordenadoria de Informações. Fichas Datilografadas/Digitalizadas das Legislaturas: de 1945 a 2018.

GOOGLE. Rua Diogo de Siqueira Bello, Clevelândia/PR - CEP85530-000. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDA1MjA=>. Acesso em: 14 jun. 2017.

GUIAFACIL. Manoel Siqueira Bello, Chapecó/SC - CEP 89802-385. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDA1MzM=>. Acesso em: 14 jun. 2017.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. Clevelândia. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDA4NjM=>. Acesso em: 14 jun. 2017.

LÊ NOTÍCIAS. Manoel Siqueira Bello prefeito entre 1929 a 1930. Lê Notícias: Informar para construir cidadania. Xaxim, SC, 25 ago. 2017. p.1, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDA4ODM=>. Acesso em: 16 out. 2018.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

SANTA CATARINA. Assembleia Legislativa de Santa Catarina. . Diário da Assembleia: nº 4.683. 1999. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMzUwMTY=>. Acesso em: 18 set. 2018.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL. Resenha Eleitoral - Eleições Catarinenses 1945-1998. 2001. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjI2OQ==>. Acesso em: 30 nov. 2017.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Manoel Siqueira Bello. 2022. Disponível em: <https://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/678-Manoel_Siqueira_Bello>. Acesso em: 06 de dezembro de 2022.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2022)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2022)

Memória Política de Santa Catarina