Mário Brusa
Mário Brusa

Empresário e advogado, natural de Getúlio Vargas/RS. Vereador em Capinzal/SC e Deputado Estadual no Parlamento Catarinense, século XX. Secretário de Estado da Agricultura.

Informações Gerais

Nome completo
Mario Orestes Brusa
Filiação
Atílio Brusa e Dominga Maria Favero
Nascimento
08/07/1916
Local de nascimento
Getúlio Vargas/RS
Falecimento
09/03/1985
Local de falecimento
Florianópolis/SC
Formação
Direito
Profissão
Empresário e advogado
Partido
União Democrática Nacional (UDN)

Mário Brusa

Nasceu em 8 de julho de 1916, em Getúlio Vargas/RS. Filho de Atílio Brusa e de Dominga Maria Favero Brusa. Casou com Maria Scott de Almeida Brusa e tiveram Mariúccia Grace, Marcos Ricardo e Meridith.

Bacharelou-se em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Mário trabalhou na lavoura e em uma serraria antes de fixar residência no município de Capinzal/SC. Em terras catarinenses, exerceu diversas atividades até o ano de 1939: vendedor de frutas; carregador de malas; estafeta do Correio; aprendiz de ferreiro e marceneiro; carroceiro; encarregado de armazém de cereais e funcionário de uma fábrica de vinhos.

Combateu na 2ª Guerra Mundial e licenciou-se do serviço militar na patente de 2o Sargento de Artilharia.

Foi guarda-livros (nome dado à profissão de contador nos dias atuais) no município de Ouro/SC, entre 1945 e 1955.

Vereador à Câmara Municipal de Capinzal em duas vezes (1949-1952 e de 1953-1957), sendo Presidente da Casa, em 1954.

Pela União Democrática Nacional (UDN), concorreu três vezes à vaga de Deputado Estadual para a Assembleia Legislativa de Santa Catarina:

  • 2ª Legislatura (1951-1955), recebeu 1.934 votos, Suplente não convocado;
  • Legislatura (1955-1959), eleito com 3.628 votos, exerceu mandato;
  • Legislatura (1959-1963), obteve 5.318 votos, foi eleito e ocupou a função de 2º Vice-Presidente da Mesa Diretora da Casa, em 1959.

Para a 42ª Legislatura (1963-1967), disputou vaga de Deputado à Câmara Federal, pela UDN, conquistou 13.392 votos, ficou na suplência e não foi convocado.

Foi Secretário de Estado da Agricultura de Santa Catarina (1955-1958), na gestão do Governador Jorge Lacerda.

Fundou e presidiu o diretório da UDN, em Ouro, no ano de 1945, fundou o diretório do mesmo Partido em Capinzal, em 1949, e, ainda, em Ouro, criou o diretório do Partido Democrático Social (PDS) e da Aliança Renovadora Nacional (ARENA).

Entre 1962 e 1970, dirigiu a Livraria Atlas, de sua propriedade, na capital Florianópolis/SC. Fundou a Companhia Catarinense de Telecomunicações (COTESC), onde foi diretor financeiro e administrativo de 1969 a 1972. Exerceu a advocacia de 1972 a 1974. 

Fiscal de Tributos Estaduais nos municípios catarinenses de São Miguel do Oeste e de Joaçaba (1974-1979), cargo no qual se aposentou.

Faleceu em 9 de março de 1985, em Florianópolis/SC.

Homenagem

Recebeu da Assembleia Legislativa catarinense pelas legislaturas exercidas, in memoriam, em 1999.

Imagem

Assinatura do Deputado Mário Orestes Brusa
Fonte: Assembleia Legislativa de Santa Catarina - 1945 a 2018.

Mandatos

Referências

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Centro de Memória. Arquivos das Legislaturas: de 1835 a 2018.

Câmara Municipal de Capinzal. Relação Legislaturas até 15ª. 2014. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDcyMDk=>. Acesso em: 6 nov. 2018.

DAMBRÓS, Luiz Alcides Bareta; PEIXER, Marcia Dambróz; SANTOS, Paulo Eliseu. Deputados Capinzalenses: Vídeo 18 da série Curiosidades . Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTg2ODg=>. Acesso em: 8 nov. 2020.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

SANTA CATARINA. Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Diário da Assembleia: n° 4.683. 1999. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMzE3MQ==>. Acesso em: 15 mai. 2018.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL. Resenha Eleitoral - Eleições Catarinenses 1945-1998. 2001. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjI2OQ==>. Acesso em: 30 nov. 2017.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Mário Brusa. 2022. Disponível em: <https://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/690-Mario_Brusa>. Acesso em: 29 de novembro de 2022.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2022)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2022)

Memória Política de Santa Catarina