Mário Cilião de Araújo
Mário Cilião de Araújo

Advogado, natural de Londrina/PR. Vereador em São Miguel do Oeste/SC, Deputado na Assembleia Legislativa e Secretário de Estado em Santa Catarina, século XX. No parlamento catarinense, destacou-se pela eletrificação rural e pela construção da BR-163, entre outras bandeiras.

Informações Gerais

Filiação
José Cilião de Araújo e Pucina Leite Araújo
Nascimento
21/05/1934
Local de nascimento
Londrina/PR
Formação
Jornalismo, Ciências Econômicas e Direito
Profissão
Advogado
Partido
PDS
Base Eleitoral
Oeste

Mário Cilião de Araújo

Nasceu no dia 21 de maio de 1934, em Londrina/PR, filho do pioneiro presidente do Legislativo de Cambe/PR, na 1ª Legislatura, José Cilião de Araújo e Pucina Leite Araújo, filha do Coronel Manoel Inácio Bezerra, prefeito e líder em Brejo Santo, no Cariri Cearense, onde foi Prefeito, Industrial e Líder Político.

Mário fez seu estudo primário em Cambé. O ginásio em Londrina e concluiu três bacharelados: em Jornalismo (pela 1ª Turma da Universidade Católica do Paraná/PR); em Ciências  Econômicas (pela Faculdade de Ciências Econômicas do Paraná) e em Direito (pela Universidade Federal do mesmo Estado, em Curitiba/PR).

Desde janeiro de 1962 atua como advogado no Sudoeste do Paraná, Oeste Catarinense e no Rio Grande do Sul/RS, fixando-se inicialmente com escritório em Santo Antônio do Sudoeste/PR, Comarca, então sede de 11municípios e, depois, centralizando-se em São Miguel do Oeste/SC.

Já jubilado junto a OAB-SC e Paraná, com mais de meio século de exercício da advocacia jamais aceitou a defesa de ladrão, nem de traficante, especializando-se em defesas perante o Tribunal do Júri.

É casado com a pedagoga Cleusa Dal Magro Cilião de Araújo, desde 1965, tendo o casal uma única filha a farmacêutica e Bacharel em Direito, Claudia Mara Dal Magro Cilião de Araújo e um neto, Rodrigo Cilião de Araújo Mustafá.

Em sua vida foi candidato apenas duas vezes. A primeira em 1972, em São Miguel do Oeste, quando exerceu a função de Vereador até o final do seu mandato, inclusive como Presidente do Legislativo. Na oportunidade como presidente, levava o exercício daquele Poder, ou seja, as reuniões da Câmara Municipal, para os distritos e localidades do interior, facultando in loco a ouvida dos munícipes, cujos pleitos eram registrados em ata e apresentados ao chefe do Poder Executivo, que, na pessoa do Prefeito Hélio Wasun, sempre procurava atendê-las, na medida do possível.

Fundador da AVEOSC (Associação de Vereadores do Extremo-Oeste de Santa Catarina), da qual foi seu presidente eleito e reeleito durante todo o exercício do seu mandato de vereador.

A outra única vez em que foi candidato, elegeu-se Deputado Estadual em 1978, para a  Legislatura (1979-1983), tendo exercido a Secretaria da Mesa do Legislativo Catarinense e a liderança do governo. Durante a legislatura, assumiu a Secretaria de Justiça do Estado de Santa Catarina, preocupando-se sempre com a recuperação dos apenados, exigindo o exercício da laborterapia e preservando sempre a dignidade do presidiário reeducando. Exerceu esse cargo de Secretário da Justiça no Governo de Jorge Konder Bornhausen e até o final do Governo de Henrique Córdova. Em seu mandato de deputado destacou-se pela luta em prol da eletrificação rural - praticamente inexistente na maioria das propriedades rurais, e pela construção da BR-163, grande sonho do Extremo-Oeste, e que, ao final de seu mandato, resultou implantada.

Cilião de Araújo conta com mais de 50 anos de atividades leonísticas, sendo o mais antigo integrante do Lions Clube de São Miguel do Oeste/SC. 

* Texto enviado pelo Deputado Mário Cilião de Araújo.

Mandatos

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Mário Cilião de Araújo. 2022. Disponível em: <https://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/692-Mario_Ciliao_de_Araujo>. Acesso em: 29 de novembro de 2022.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2022)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2022)

Memória Política de Santa Catarina