Sebastião Netto Campos
Sebastião Netto Campos

Engenheiro químico, natural de Catalão/GO. Deputado Constituinte de 1967 e Deputado Estadual no Parlamento Catarinense, século XX. Secretário de Serviços Públicos e da Indústria e Comércio em SC.

Informações Gerais

Filiação
Lourival Álvares Campos e Felicidade Netto Campos
Nascimento
01/08/1925
Local de nascimento
Catalão/GO
Formação
Química Industrial
Profissão
Engenheiro Químico
Partido
Aliança Renovadora Nacional (ARENA)
Base Eleitoral
Sul

Sebastião Netto Campos

Nasceu em 1º de agosto de 1925, em Catalão/GO. Filho de Lourival Álvares Campos e de Felicidade Netto Campos.

O primário e o ginasial realizou no Colégio Nossa Senhora Mãe de Deus e o cientifico fez no Colégio Lyceu de Goiânia, todos na terra natal. Formou-se em Química Industrial pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), em 1949.

Casou com Egia Curi Campos e tiveram os filhos Marcelo Lourival, Márcia e Flávia (esta casou com Cláudio Ávila da Silva - que foi Deputado Estadual na Assembleia catarinense, Deputado Constituinte de 1988 e Deputado Federal).

No Estado de Goiás, Sebastião exerceu a função de Auxiliar de Contabilidade na Secretaria da Fazenda do Estado, entre 1943 e 1944. 

No Paraná, foi Auxiliar de escritório do Instituto de Aposentadorias e Pensões dos Empregados em Transportes e Cargas (IAPETC), de 1946 a 1947.

Nos Estados do Rio de Janeiro e de Santa Catarina, atuou como Químico do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), de 1948-1954.

Fixou-se na região sul catarinense e desempenhou atividades profissionais nas carboníferas Criciúma e Caeté, entre 1955 e 1956, foi Gerente da Companhia Brasileira Carbonífera Araranguá (CBCA), em 1956, e Diretor-Superintendente nas mineradoras CBCA, Companhia Nacional de Mineração Barro Branco, Ibramil, Ibracoque e Fazenda Castelo Ltda.

Pela Aliança Renovadora Nacional (ARENA), candidatou-se quatro vezes ao cargo de Deputado Estadual à Assembleia Legislativa de Santa Catarina e tomou posse nas seguintes legislaturas:

  • Legislatura (1967-1971), elegeu-se com 7.419 votos, e foi Deputado Constituinte de 1967;
  • Legislatura (1971-1975), obteve 9.627 votos e ficou na posição de Suplente, foi convocado e assumiu a vaga;
  • Legislatura (1975-1979), alcançou 13.677 votos. Durante o mandato, assumiu a Secretaria de Estado para Serviços Públicos (1975) e a Secretaria de Estado da Indústria e Comércio (1975-1978);
  • Legislatura (1979-1983), eleito com 15.377 votos.

Homenagem

Recebeu da Assembleia Legislativa catarinense pelas legislaturas exercidas, em 1999.

Mandatos

Referências

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Coordenadoria de Informações. Fichas Datilografadas/Digitalizadas das Legislaturas: de 1945 a 2018.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

SANTA CATARINA. Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Diário da Assembleia: n° 4.683. 1999. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMzE3MQ==>. Acesso em: 15 mai. 2018.

SANTA CATARINA. Assembleia Legislativa. Constituição Estadual de 1967. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMjkzNjM=>. Acesso em: 16 mar. 2017.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL. Resenha Eleitoral - Eleições Catarinenses 1945-1998. 2001. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjI2OQ==>. Acesso em: 30 nov. 2017.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Sebastião Netto Campos. 2022. Disponível em: <https://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/860-Sebastiao_Netto_Campos>. Acesso em: 27 de novembro de 2022.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2022)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2022)

Memória Política de Santa Catarina