Renato Hinnig
Renato Hinnig

Administrador e funcionário público, natural de Venâncio Aires/RS. Deputado Estadual no Parlamento Catarinense e Secretário de Desenvolvimento Regional da Grande Florianópolis.

Informações Gerais

Nome completo
Renato Luiz Hinnig
Filiação
Bertholdo Henrique Hinnig e Elvira Hinnig
Nascimento
12/10/1954
Local de nascimento
Venâncio Aires/RS
Formação
Administração
Profissão
Funcionário Público Estadual
Partido
PMDB, PTB

Renato Hinnig

Uma trajetória de trabalho e de muitas vitórias

Nascido em 1954, em Venâncio Aires/RS, filho de Bertholdo Henrique Hinnig e Elvira Hinnig. É casado e tem filhos.

Renato é o filho mais velho da família de oito irmãos. Começou a vida observando seu pai, que sempre foi empreendedor. Bem jovem, trabalhou nas colheitas de fumo. E, com apenas 10 anos, já atuava nas funções de garçom e assadura, em empreendimento da família.

Em 1967, Renato perdeu sua mãe, estava com 13 anos, deparando-se com outra dura realidade: vê seu pai, como consequência, perder todo o patrimônio.

Depois ingressou na Associação Rural e teve seu primeiro contato com o cooperativismo.

Aos 15 anos, era dono de uma banca de revistas e de um carrinho de cachorro-quente, quando se transferiu para Florianópolis e passou a trabalhar no INCRA (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária).

Aos 19 anos, com muito empenho, passou no vestibular da UDESC/ESAG (Universidade do Estado de Santa Catarina / Escola Superior de Administração e Gerência), e concluiu o curso de Administração.

Com 26 anos, trabalhou na ELETROSUL (Eletrosul Centrais Elétricas S.A.).

Em 1984, foi aprovado em concurso público para Fiscal da Fazenda Estadual e iniciou a carreira na Secretaria da Fazenda, na cidade de Caçador/SC. Sendo, depois, transferido para Jaraguá do Sul/SC.

No ano de 1988, ingressou no Curso de Especialização em Auditoria da Fazenda, no qual foi homenageado como um dos alunos de melhor desempenho. Selecionado, retornou para Florianópolis.

De 1988 a 2002, duas vezes foi Secretário-Adjunto e Diretor de Administração Tributária da Fazenda Estadual e responsável pela mudança no foco do fisco catarinense. Com trabalho sério, ampliou a receita de SC, criando parcerias entre o poder público e a força empresarial catarinense.

Vida pública

Pelo PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro) foi eleito Deputado Estadual em 2006, com 42.147 votos.  

Reeleito em 2010, com 35.732 votos, o Deputado Renato foi o único representante da Grande Florianópolis do Partido. Hinnig trabalhou ativamente no Legislativo, por menos impostos e mais crescimento, com destaque às áreas econômica, financeira, tributária e orçamentária.

Em 2011, atendendo ao convite do Governador Raimundo Colombo, assumiu a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional da Grande Florianópolis (SDR), em 1o de março do mesmo ano. À frente da Pasta, coordenou ações pelo desenvolvimento econômico e sustentável de 13 municípios da região e, em 27 meses de trabalho, fortaleceu setores importantes. Efetuou ações diretas junto a cada um dos municípios em prol de: soluções de mobilidade urbana; criação de consórcios intermunicipais; efetivação da região metropolitana e atração de investimentos por meio do Programa Investin Santa Catarina (que reduz a burocracia na abertura de empresas e garante a atração de investimentos estrangeiros em larga escala). Teve como prioridade a análise e a atualização do Plano de Desenvolvimento de 2005, destacou esforços para melhorar o transporte e garantiu a realização de mais de 800 obras nas áreas de educação, saúde, segurança pública, meio ambiente e desenvolvimento social. 

Em julho de 2013, Renato Hinnig retornou ao Parlamento Estadual com a missão de continuar apoiando e defendendo os interesses da Grande Florianópolis e do Estado de Santa Catarina, principalmente dos segmentos que representa, grande parte ligada ao empreendedorismo e setores produtivos, visando à redução de impostos para um crescimento mais efetivo da economia catarinense. Além da redução dos impostos de medicamentos, atuou para a ampliação de cursos profissionalizantes, aumento do efetivo policial e pela inclusão digital.

Na Assembleia foi relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), de 2007 a 2009. Coordenou os Fóruns do Cooperativismo, do Pró Rio Uruguai - Aquífero Guarani e Gerenciamento Costeiro e foi Vice-Presidente da Comissão de Economia, Ciência, Tecnologia e Minas e Energia e membro nas Comissões de Finanças e Tributação, de Relacionamento Institucional, Comunicação, Relações Internacionais e do Mercosul e da Comissão de Turismo e Meio Ambiente.

De 2009 a 2013, Renato foi Secretário-Geral da Executiva Estadual do PMDB, incentivando a união do Partido, realizando encontros e a entrega de carteirinhas.

Presidiu a Fundação Ulysses Guimarães de Santa Catarina.

Presidiu o Instituto de Previdência do Estado de Santa Catarina (IPREV), de 2015 a 2016.

Em 17 de abril de 2017, assumiu a presidência do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) de Santa Catarina.

Principais realizações de Renato Hinnig

Entre os mais de 30 projetos aprovados, que agora são leis e que beneficiam a população catarinense, estão:

Lei 14.493/2008 - criou o FUNDOSOCIAL (Fundo de Desenvolvimento Social), destinado a financiar programas e ações de desenvolvimento, geração de emprego e renda, inclusão e promoção social, no campo e nas cidades em toda Santa Catarina, inclusive nos setores da cultura, turismo, esporte, educação especial, assistência médica e terapêutica aos dependentes químicos.

Lei 14.330/2008 - instituiu o Programa Estadual de tratamento e reciclagem de óleo e gorduras de origem vegetal, animal e de uso culinário. O projeto regulamentou boas práticas já realizadas como o Programa da ACIF, Reóleo, hoje uma referência nacional, e incentivou novas ações.

Lei 18.627/2009 - todas as casas lotéricas e agências dos correios do Estado de Santa Catarina ficam obrigadas a possuir serviço de segurança, prestado por vigilantes profissionais, visando assim a segurança dos usuários, funcionários e proprietários, sendo o Poder Executivo o fiscalizador e executor da lei.

Lei 15.983/2013 - instituiu oficialmente no calendário de Santa Catarina a Semana Estadual da Consciência Negra, comemorada de 18 a 24 de novembro. Uma vitória importante para toda comunidade negra do Estado.

Outro projeto apresentado foi para garantir a continuidade de ações e manutenção das informações no caso de troca de servidores públicos estaduais, efetivos ou comissionados, evitando que projetos parem toda vez que ocorrerem mudanças no Executivo Estadual. Proposta importante para que cada órgão público tenha um banco de dados confiável e não precise começar o seu trabalho do zero a cada troca de profissional.

Em agosto de 2013, Renato apresentou projeto sobre a criação de um sistema cicloviário em Santa Catarina. Segundo Renato, “o objetivo era realmente ter um sistema moderno, integrado e planejado. Nós não podemos andar na contramão das tendências mundiais. Todos estes projetos mostram que é possível sim, mudar e melhorar o sistema cicloviáriao de Santa Catarina”.

O Deputado Renato Hinnig, através da bancada estadual do PMDB, propôs a criação da Semana Estadual de Mobilidade Urbana em Santa Catarina, não ficou omisso a esta problemática que cada vez mais afeta a qualidade de vida dos catarinenses. 

Em 2012, o Governador Raimundo Colombo, atendendo pedido do Deputado Renato Hinnig, instituiu o Grupo Gestor de Mobilidade Urbana da Região da Grande Florianópolis, criado para tornar o tema mobilidade urbana - uma ação que busca um resultado comum: a solução integrada para mobilidade urbana na região, com propostas executáveis a curto, médio e longo prazo.

Integração de modais - por meio do grupo foram instituídas comissões de ação, acompanhamento e planejamento de ações e foram apresentados para a sociedade os projetos que participam da Manifestação Pública de Interesse, lançada pelo Governo do Estado. Através desta ação, o maior projeto de mobilidade urbana da Grande Florianópolis deve ser licitado pelo Estado, englobando transporte marítimo e outros modais de transporte de forma integrada. Integração, ação e planejamento para uma solução efetiva de mobilidade urbana.

Atacadistas e distribuidores - trabalhou durante 8 anos de mandato pela redução de tributos para o setor e para incluir os Representantes Comerciais no Simples Nacional, gerando mais empregos e renda.

Contabilistas - desde os anos de 1990 atuou para melhorar a relação do fisco com contribuinte e contabilistas. Implantou a etiqueta para regularização da profissão e automatizou os sistemas da Secretaria da Fazenda. Defendeu a classe dos excessos de exigências fiscais.

Despachantes - abraçou a ideia da criação da CREDITRAN (Cooperativa de Crédito Mutuo dos Despachantes de Trânsito de Santa Catarina e Rio Grande do Sul) e agiu diretamente para a assinatura de convênio entre a Secretaria da Fazenda e a Cooperativa.

Fazendários - trabalhou na recuperação salarial dos fazendários e estabelecimento da carreira de analistas e auditores. Atuou pra implantar o Super-Rede, interligando todas as repartições da Secretaria da Fazenda.

Menos impostos para a população - trabalhou por menos impostos e mais crescimento desde os anos 1990 com resultados concretos. Atuou diretamente para reduzir ICMS em diversos produtos: arroz, feijão, carne, peixe, massas, etc.

Setor da maçã - parceiro do setor desde os anos de 1990, alavancando conquistas e benefícios concretos para o setor. Em 2005 e 2006, batalhou e conseguiu no CONFAZ a isenção total do ICMS para maçã e pêra.

Setor da pesca - reduziu o ICMS da indústria do pescado pra 1,8%, ação que regularizou empresas e gerou empregos. Trabalhou pela isenção total de ICMS no óleo diesel e estendeu esta conquista para a pesca artesanal catarinense.

Transportadores - trabalhou mais de 15 anos para viabilizar conquistas como a implantação e renovação do Pró-Carga. Incentivou empresas transportadoras de micro e pequeno porte, reduzindo o ICMS.

Evangélicos - trabalhou pela instalação da Federação Evangélica Interdenominal de SC e luta pelos evangélicos.

Mobilidade urbana - participou e participa de debates e congressos de Mobilidade Urbana. E, foi o único deputado que assinou a Carta Mobilidade para Todos. Trabalha por soluções e novos projetos e pelas obras do anel viário da Grande Florianópolis. Para Renato, “não é apenas uma questão de minimizar os problemas de mobilidade urbana, mas, de segurança, bem-estar social e sustentabilidade ambiental”.

Conheça todas as proposições do Deputado Renato Hinnig no seguinte endereço: https://goo.gl/nq1JdF

* Texto enviado pela assessoria do Deputado Renato Hinnig.

Mandatos

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Renato Hinnig. 2022. Disponível em: <https://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/984-Renato_Hinnig>. Acesso em: 24 de junho de 2022.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2022)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2022)

Memória Política de Santa Catarina