Colombo Salles
Colombo Salles

Engenheiro civil e professor, natural de Laguna/SC. Governador de Santa Catarina, no século XX. Conselheiro do Tribunal de Contas de Santa Catarina, entre outros importantes cargos exercidos. Homenageado com seu nome na Ponte Colombo Salles.

Informações Gerais

Nome completo
Colombo Machado Salles
Filiação
Calistrato Müller Salles e Berta Machado Salles
Nascimento
20/05/1926
Local de nascimento
Laguna/SC
Formação
Engenharia Civil
Profissão
Engenheiro civil e professor
Partido
Aliança Renovadora Nacional (ARENA) e Partido Democrático Social (PDS)

Colombo Salles

Nasceu em 20 de maio de 1926, em Laguna/SC. Filho do engenheiro Calistrato Müller Salles e de Berta Machado Salles. Casou com Daisy Werner Salles, com quem teve Maria José, Bertholdo e Marcelo.

Primo de Lauro Müller, primeiro Governador republicano de Santa Catarina, Vice-Governador, Senador, Deputado Federal e Ministro das Relações Exteriores, e de Felipe Schmidt, Governador no mesmo Estado, Deputado Federal Constituinte de 1891 e Senador.

Na terra natal, Colombo fez parte da formação no Grupo Escolar Jerônimo Coelho e no Ginásio Lagunense. Aos 15 anos de idade, mudou-se para Curitiba/PR, completou os estudos secundários e ingressou no curso de Engenharia Civil da Universidade Federal do Paraná (UFPR), formou-se em 1949.

Concluída a formação superior, transferiu-se a trabalho para Blumenau/SC, logo após, foi aprovado em concurso público para o cargo de Engenheiro, do Ministério da Viação e Obras Públicas. Entre 1951 e 1963, lotado no Departamento Nacional de Portos, Rios e Canais (DNPRC), ocupou cargo de Superintendente da Administração do Porto de Laguna. No ano de 1957, viveu por 6 meses com a família na França, onde fez estágio no Laboratoire Central d”Hydraulique de France (Laboratório Central de Hidráulica da França).

Exerceu a chefia do 17º Distrito de Portos e Vias Navegáveis em Santa Catarina, foi Engenheiro Fiscal da construção da linha de transmissão elétrica do Sul do Estado e lecionou aulas de matemática, química, física e estatística na Escola Técnica do Comércio de Laguna.

Em 1963, chefiou o Gabinete da Administração do Porto do Rio de Janeiro e o 18º Distrito de Portos e Vias Navegáveis. No ano seguinte, mudou-se para Brasília, onde foi Chefe de Gabinete do Prefeito do Distrito Federal, Plínio Cantanhede. Na Capital Federal, assumiu ainda as seguintes Secretarias de: Governo; Serviços Sociais; Finanças; e Educação e Cultura.

Regressou a Santa Catarina e foi Secretário Executivo do II Plano de Metas do Governo (PLAMEG II), na gestão do Governador Ivo Silveira.

No ano de 1970, enquanto ministrava uma aula inaugural na Universidade Mackenzie, em São Paulo/SP, recebeu a notícia da sua indicação, por parte do Presidente do Brasil, Emílio Garrastazu Médici, para assumir o cargo de Governador de Santa Catarina. Referendado pela Assembleia Legislativa catarinense, substituiu Ivo Silveira e tomou posse em 15 de março de 1971, integrava os quadros da Aliança Renovadora Nacional (ARENA). A plataforma de governo foi baseada no Projeto Catarinense de Desenvolvimento (PCD), tendo como objetivo principal a integração das regiões do Estado.

Os investimentos em infraestrutura resultaram na implantação de mais de 500 quilômetros de estradas, o aumento do consumo global de energia elétrica, a modernização da rede de comunicações e a implantação de 85.000 linhas telefônicas no Estado. Na área de saneamento, criou a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (CASAN). Entre as obras realizadas, destaca-se a construção da segunda ponte ligando a Ilha de Santa Catarina ao Continente, que recebeu seu nome na inauguração. Deixou o cargo em 15 de março de 1975, sendo sucedido por Antônio Carlos Konder Reis.

Retornou às atividades no Departamento Nacional de Portos e Vias Navegáveis (DNPVN) - denominação do DNPRC a partir de 1963. Ingressou no corpo docente da Faculdade de Engenharia Civil da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), onde se aposentou em 1992.

Entre 1983 e 1986, foi Conselheiro do Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE/SC).

Nas eleições de 1986, concorreu ao cargo de Senador por Santa Catarina, pelo Partido Democrático Social (PDS), recebeu 25.577 votos, mas não foi eleito.

Atualmente reside em Florianópolis.

Conheça mais sobre Colombo Salles, acessando ao audiovisual, com duração de 14 minutos e 14 segundos, no seguinte endereço: https://bit.ly/2Flpd3p

Outras atividades exercidas

  • Professor universitário em Brasília e Goiânia.
  • Diretor-Presidente da Indústria Carboquímica Catarinense (1982-1983).
  • Presidente da Fundação Cultural e Educacional do Distrito Federal (1966-1967).

Obras

  • Geometria de Linhas Claras, 1970.
  • Rios e Canais, 1993.
  • A Dinâmica das Águas, 2001.
  • A Região Costeira Meridional de Santa Catarina, 2005.
  • Desafio da Transformação, 2012.

 Homenagens e condecorações (entre tantas recebidas)

  • Título de Notório Saber, concedido pela Universidade Federal de Santa Catarina.
  • Cidadão Honorário de Florianópolis.
  • Colombo Salles - O jogo da verdade (2007) - livro de Moacir Pereira.
  • Ordem do Mérito Industrial de Santa Catarina, da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC).
  • Ponte Colombo Salles, em Florianópolis.
  • Troféu Viver SC, do Diário Catarinense.

Imagens

Foto – Colombo Salles e, ao fundo, a ponte que recebeu seu nome
Foto: Charles Guerra / Agência RBS.
 
Foto – Colombo Salles em um “orelhão”, testando uma linha telefônica implantada no seu governo
Foto: Arquivo Pessoal / Divulgação.
 
Imagem – Assinatura de Colombo Salles
Fonte: CORRÊA, 1983, p. 283.

Mandatos

  • Executivo/Estadual

    Governador

    ARENA
    Governador eleito pela Assembleia Legislativa
Referências

CBN DIÁRIO. Documento histórico: ex-governador Colombo Machado Salles faz 90 anos. 2016. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTAzODU=>. Acesso em: 17 jun. 2019.

CORRÊA, Carlos Humberto Pederneiras. Os Governantes de Santa Catarina de 1739 a 1982. Florianópolis: Editora da UFSC, 1983. 356 p.

CPDOC. Fundação Getúlio Vargas. Verbete Biográfico: Colombo Machado Sales. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTAzOTg=>. Acesso em: 18 jun. 2019.

ESTANTE VIRTUAL. Livros de Colombo Machado Salles. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTA0MzQ=>. Acesso em: 18 jun. 2019.

FILHO, Archimedes Naspolini. Capítulo 15 - Colombo Machado Sales. 2018. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTA1MDk=>. Acesso em: 18 jun. 2019.

GASPERINI, Emerson. Colombo Salles: uma ponte com a história. Diário Catarinense. Florianópolis, 6 mai. 2016. p.1, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTA0MTg=>. Acesso em: 18 jun. 2019.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

SANTA CATARINA. Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Vídeo: Fragmentos da Historia - Colombo Salles - 06/05/13. 2013. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTA0ODM=>. Acesso em: 18 jun. 2019.

SANTA CATARINA. Secretaria Executiva da Casa Militar. Colombo Machado Salles – 1971 a 1975. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTA0NzA=>. Acesso em: 18 jun. 2019.

SCHMITZ, Paulo Clóvis. Colombo Salles relembra os tempos de governador: “Um acidente na vida política de Santa Catarina”. Notícias do Dia +. Florianópolis, 20 mai. 2016. p.1, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTA0NTQ=>. Acesso em: 18 jun. 2019.

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL. Resenha Eleitoral - Eleições Catarinenses 1945-1998. 2001. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjI2OQ==>. Acesso em: 30 nov. 2017.

TV UFSC. Vídeo: Eu Faço Parte Dessa História - Colombo Salles. 2012. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTA0OTY=>. Acesso em: 18 jun. 2019.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Colombo Salles. 2019. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/1150-Colombo_Salles>. Acesso em: 16 de julho de 2019.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2019)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2019)

Memória Política de Santa Catarina