Manoel Joaquim Machado
Manoel Joaquim Machado

Militar e engenheiro, natural de Minas Gerais/MG. Interventor Federal em Santa Catarina, no século XIX.

Informações Gerais

Filiação
Joaquim José Machado
Nascimento
02/12/1863
Local de nascimento
Minas Gerais/MG
Falecimento
14/08/1913
Formação
Militar e Engenharia
Profissão
Militar e engenheiro

Manoel Joaquim Machado

Nasceu no dia 2 de dezembro de 1863, em Minas Gerais/MG. Filho de Joaquim José Machado.

Ingressou no Batalhão de Engenheiros em 1883, foi promovido a Alferes-Aluno em 1889. Passou a Tenente em 1891, fez cursos no Estado Maior e de Engenheiro Militar, e chegou a Tenente-Coronel, em 1912, aposentando-se no ano seguinte.

Foi três vezes Interventor Federal em Santa Catarina, nomeado pelo Presidente do Brasil, Floriano Peixoto:

  • de 1º de março a 15 de setembro de 1892 - assumiu interinamente. Sucedeu a Junta Governativa Catarinense de 1891, formada pelo Coronel Luís dos Reis Falcão, pelo 1º Tenente da Armada, Arthur Deocleciano de Oliveira e por Cristóvão Nunes Pires;
  • de 15 de setembro de 1892 a 13 de outubro de 1892 - interventor efetivo. No seu governo foi criada a Junta Comercial de Santa Catarina (JUCESC), estabelecida pela Lei nº 68, de 16 de maio de 1893.

- Francisco de Sales Brasil assumiu o governo catarinense interinamente de 8 a 11 de outubro de 1893, durante o afastamento de Manoel e de Eliseu Guilherme da Silva (Vice-Interventor), em um momento conturbado, quando acontecia a Revolução Federalista (1893-1894).

- foi substituído temporariamente por Eliseu Guilherme da Silva, na administração estadual, de 13 a 28 de outubro de 1892;

  • de 28 de outubro de 1892 a 18 de junho de 1893 - renunciou ao cargo e foi substituído efetivamente por Eliseu Guilherme da Silva.

Renunciou após romper com o Presidente Floriano Peixoto, tendo o acusado de anarquizador, subversivo e culpado pelo derrame de sangue ocorrido no Estado, e por ter sido denunciado pelo Deputado Federal Felipe Schmidt pela prisão de um funcionário federal. 

Em 1896, Manoel participou da Delegação Brasileira em Buenos Aires, Argentina.

Faleceu no dia 14 de agosto de 1913.

Imagens

Retrato - Manoel Joaquim Machado
Fonte: Secretaria Executiva da Casa Militar.
 
Imagem - Assinatura de Manoel Joaquim Machado 
Fonte: CORRÊA, 1983, p. 183.

Mandatos

Referências

CPDOC. Fundação Getúlio Vargas. Verbete Biográfico: Manuel Joaquim Machado. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rODg5OTE=>. Acesso em: 4 jun. 2019.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

SANTA CATARINA. Secretaria Executiva da Casa Militar. Manuel Joaquim Machado – 1892 a 1894 - Vice: Eliseu Guilherme da Silva. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rODkwMDQ=>. Acesso em: 4 jun. 2019.

SANTANA, Miriam Ilza. Revolução Federalista. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMzY0NzU=>. Acesso em: 7 fev. 2017.

STOETERAU, Lígia De Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Manoel Joaquim Machado . 2019. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/1357-Manoel_Joaquim_Machado>. Acesso em: 16 de julho de 2019.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2019)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2019)

Memória Política de Santa Catarina