Afonso Ghizzo
Afonso Ghizzo

Bancário e empresário, natural de Tubarão/SC. Prefeito e Vereador em Araranguá/SC. Deputado Constituinte de 1967 e Deputado Estadual na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, por cinco mandatos, no século XX. Conselheiro do Tribunal de Contas do mesmo Estado.

Informações Gerais

Nome completo
Affonso Ghizzo
Filiação
Martinho Ghizzo e Vitória Furghesti Ghizzo
Nascimento
28/02/1910
Local de nascimento
Tubarão/SC
Ano falecimento
1980
Profissão
Bancário e Empresário
Partido
União Democrática Nacional (UDN) e Aliança Renovadora Nacional (ARENA)

Afonso Ghizzo

Nasceu em 28 de fevereiro de 1910, em Tubarão/SC. Filho de Vitória Furghesti Ghizzo e de Martinho Ghizzo.

Afonso mudou-se para Araranguá/SC e foi ajudar o pai na administração de uma fazenda da família. Lá casou com Alice Furtado Ghizzo, em 1933, com quem teve os filhos: Martinho Ghizzo, Herculano Martinho, Jane Maria de Fátima, Vitória e Antônio Eduardo. A esposa, Alice, foi Cartorária (Tabeliã) no Cartório Ghizzo, em Araranguá, no ano de 1933.

Seu filho, Martinho Ghizzo, foi Deputado Estadual na Assembleia Legislativa catarinense em quatro legislaturas e a filha, Jane Maria, foi Vereadora em Rio do Sul, criou a ONG Mulher em Movimento e casou com Danilo Lourival Schmidt, Prefeito no mesmo município.

Afonso comprou um cinema, o Cine Roxy e, mais tarde, foi Gerente do Banco Indústria e Comércio de Santa Catarina (INCO).

Iniciou a vida política em 1947, pela União Democrática Nacional (UDN), sendo eleito Prefeito e Vereador à Câmara, do município de Araranguá/SC.

Concorreu à vaga de Deputado Estadual para a Assembleia Legislativa de Santa Catarina, pela UDN, três vezes eleito, tomou posse e assumiu os mandatos na: Legislatura (1955-1959), com 5.748 votos; Legislatura (1959-1963), com 6.689 votos; e Legislatura (1963-1967), com 8.363 votos.

Ainda em 1955, disputou o cargo de Prefeito de Araranguá e de Deputado Estadual, sendo eleito nos dois cargos e assumindo-os ao mesmo tempo até final de 1961. A votação para o eletivo Estadual foi surpreendente, fez com que ele fosse o candidato mais votado naquela eleição.

Com o bipartidarismo, filiou-se à Aliança Renovadora Nacional, sendo mais duas vezes eleito Deputado Estadual para o Legislativo catarinense, assumiu o cargo, integrou a Legislatura (1967-1971), obteve 10.027 votos das urnas e foi Deputado Constituinte de 1967, e a Legislatura (1971-1975), recebeu 12.800 votos na eleição de 1970.

Em 14 de agosto de 1974, tomou posse como Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina e desempenhou funções até se aposentar em 10 de junho de 1977.

Faleceu em 1980, aos 70 anos de idade.

Homenagens

  • Rua Prefeito Afonso Ghizzo, Centro, Araranguá.
  • Rodovia Afonso Ghizzo, que liga a Cidade de Araranguá às praias de Morro dos Conventos e Arroio do Silva, no sul do Estado catarinense.
  • Hospital Deputado Estadual Afonso Ghizzo/Hospital Regional Afonso Ghizzo.
  • Homenageado (in memoriam) pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina, em 2014, em data comemorativa aos 180 Anos da Assembleia.

Imagem

Assinatura do Deputado Afonso GhizzoFonte: Assembleia Legislativa de Santa Catarina - 1945 a 2018.

Mandatos

Referências

ABENCOADACIDADEAZUL. HOMENAGEM AS PESSOAS QUE PRESTARAM GRANDES SERVIÇOS A CIDADE E AO SEU POVO. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDMyNzE=>. Acesso em: 23 out. 2018.

ANTÔNIO, Tamires Polla. Udn e Afonso Ghizo: o domínio político Udenista em Araranguá na Terceira República. 2014. 41 f. TCC (Graduação) - Curso de Curso de História, Departamento de História, Universidade do Extremo Sul Catarinense - UNESC, Criciúma, 2014. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTgxNjg=>. Acesso em: 7 out. 2020.

Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Diário da Assembleia: Nº 6.876. 2015. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMzg0NTk=>. Acesso em: 25 jul. 2017.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Coordenadoria de Informações. Fichas Datilografadas/Digitalizadas das Legislaturas: de 1945 a 2018.

CEPS. Rua Prefeito Afonso Ghizzo, Centro, Araranguá. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDMyODQ=>. Acesso em: 23 out. 2018.

CORREIOS/CEP. Rodovia Afonso Ghizzo. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDUxOTc=>. Acesso em: 30 out. 2018.

DIÁRIO DO ALTO VALE. Uma vida dedicada à política. 2013. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDUyMjM=>. Acesso em: 29 out. 2018.

DIARIOSAPP. Afonso Ghizzo: Deputado de Prefeito ao mesmo tempo. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDMyNTg=>. Acesso em: 23 out. 2018.

LISTA MAIS. Hospital Regional Deputado Afonso Guizzo. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDUyMTA=>. Acesso em: 30 out. 2018.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

SANTA CATARINA. TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO. Affonso Ghizzo. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDUyMzY=>. Acesso em: 29 out. 2018.

SANTA CATARINA. Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina. Resenha Eleitoral: Eleições Catarinenses 1945-1998. Florianópolis: Comissão Editorial do TRE, 2001. 198 p. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMzQ2Mw==>. Acesso em: 16 mai. 2018.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Afonso Ghizzo . 2020. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/27-Afonso_Ghizzo>. Acesso em: 28 de fevereiro de 2021.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2020)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2020)

Memória Política de Santa Catarina