Alan Serrano
Alan Serrano

Médico e professor, natural de Passo Fundo/RS. Deputado Constituinte e Deputado na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, no século XX. Ocupante de vários cargos na Secretaria de Estado da Saúde e organizador da rede de Atenção Básica Psicossocial de Saúde Mental.

Informações Gerais

Nome completo
Alan Índio Serrano
Filiação
Odilon Serrano e Dirce Ramos Serrano
Nascimento
31/07/1953
Local de nascimento
Passo Fundo/RS
Formação
Medicina
Profissão
Médico e professor
Partido
Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB)

Alan Serrano

Nasceu em 31 de julho de 1953. Diz que foi feito em Chapecó, mas o levaram para nascer em Passo Fundo/RS. Filho de Dirce Ramos Serrano e de Odilon Serrano. Seu pai, contador e bacharel em Economia, foi cooperativista e Presidente da Câmara de Vereadores de Chapecó (1959-1962). É pai de dois filhos.

Alan realizou o ensino primário (Colégio Bom Pastor) e o ginasial (Colégio São Francisco) em Chapecó/SC. Fez parte do colegial (ensino médio) no Instituto Educacional de Passo Fundo/RS e parte na Lamar High Schol, em Missouri/EUA.  

Graduou-se em Medicina pela Universidade Federal de Santa Maria (1977), no Rio Grande do Sul, cursou Residência Médica em Psiquiatria na mesma universidade e continuou a formação psiquiátrica na Itália. Tem Registro de Qualificação de Especialidade em Psiquiatria e em Psiquiatria Forense, pelos Conselhos Federal e Regional de Medicina. Possui Mestrado em Psicologia (1998), Doutorado Interdisciplinar em Ciências Humanas na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em 2003, e habilitação em Saúde Pública pela UFSC (2005).

Exerceu a medicina e integrou a Diretoria Executiva do Sindicato dos Médicos do Estado de Santa Catarina (SIMESC), como suplente (1984).

No pleito de 1982, pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), concorreu à vaga de Deputado Estadual para a Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (ALESC), recebeu 21.052 votos, sagrou-se primeiro Suplente de seu partido e foi convocado à 10ª Legislatura (1983-1987).

Nas eleições de 1986, pelo PMDB, disputou novamente o cargo de Deputado Estadual à ALESC, obteve 14.341 votos, ficou suplente, também foi convocado à 11ª Legislatura (1987-1991) e participou da Constituinte (Constituição assinada em 5 de outubro de 1989).

Em 1988, foi candidato a Prefeito de Chapecó, município catarinense. Recebeu 13.829 votos, mas não foi eleito, pois ficou na segunda posição.

No ano de 1990, foi convidado para tentar uma das vagas de Deputado Estadual ao Parlamento Catarinense, pelo mesmo partido, com 7.392 votos recebidos, ficou suplente e não foi convocado.

Ocupou cargos na Secretaria de Estado da Saúde, entre eles, o de Diretor Geral, durante o Governo de Pedro Ivo Campos (1986-1990). Ordenou a criação do primeiro Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) do Estado. Posteriormente, foi convidado para coordenar o Grupo Condutor da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) estadual (2013), numa época em que Santa Catarina veio a completar o número de 104 CAPS nos principais municípios de seu território. Coordenou a criação dos protocolos clínicos de saúde mental para o SUS em Santa Catarina.

Por 15 anos lecionou Psiquiatria no Curso de Medicina da UNIVALI, em Itajaí (2001 a 2016). Foi um dos preceptores pioneiros da Residência Médica em Psiquiatria da Secretaria de Estado da Saúde (curso de pós-graduação), lecionando Psiquiatria Forense.  

Homenagens e condecorações

  • Troféu da ALESC, em 1999, pelas Legislaturas exercidas.
  • Certificado por ter se destacado historicamente em defesa da democracia, em Sessão Especial na ALESC, em 2015.
  • Certificado do PMDB, em homenagem aos 100 ex-deputados do Partido, em Sessão Especial na ALESC, em 2016.
  • Homenageado como Deputado Constituinte, em sessão especial da Assembleia Legislativa, em 2019, nas comemorações de 30 anos da Carta Constitucional catarinense de 1989.

Obras

SERRANO, Alan Índio. O que é medicina alternativa. São Paulo: Abril Cultural: Brasiliense, 1985. 101p. (Primeiros passos (Brasiliense) 19).

SERRANO, Alan Índio. O que é psiquiatria alternativa. São Paulo: Nova Cultural: Brasiliense, 1986. 107p. (Primeiros passos (Brasiliense)).

SERRANO, Alan Índio. Os Direitos do doente mental no contexto do Sistema Único de Saúde de Santa Catarina. Sequência: estudos jurídicos e políticos, v. 22, n. 42, p. 123-133, jul. 2001.

SERRANO, Alan Índio; LHULLIER, Louise Amaral; LAGO, Mara Coelho de Souza. Onze estações e um devoto de São Jorge: discursos psicológicos num serviço de saúde mental / Florianópolis, 1998. 280f. Dissertação (Mestrado) Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas.

SERRANO, Alan Índio. Registro de câncer de base populacional da Grande Florianópolis: uma ferramenta epidemiológica para vigilância, planejamento e gestão em saúde. Florianópolis: Insular, 2006. 109p.

SERRANO, Alan Índio. Chaves do óbito autoprovocado: sua prevenção, assistência e gestão em saúde pública. Florianópolis: Insular, 2008. 312 p.

SERRANO et al. Gênero e pesquisa em psicologia social / organizadores Mara Coelho de Souza Lago. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2008.

Imagem

Assinatura do Deputado Alan Índio Serrano
Fonte: Assembleia Legislativa de Santa Catarina - 1945 a 2018.

Mandatos

Referências

Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Deputado Constituinte Alan Índio Serrano: Foto: Imagem de Arquivo Histórico da Diretoria de Imprensa, digitalizada em P&B. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjIxMDk=>. Acesso em: 20 fev. 2018.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Coordenadoria de Informações. Fichas Datilografadas/Digitalizadas das Legislaturas: de 1945 a 2018.

BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA. Universidade Federal de Santa Catarina. busca "SERRANO, Alan Índio". Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjIwODM=>. Acesso em: 15 jan. 2019.

CÂMARA DE VEREADORES DE CHAPECÓ. Galeria Ex-Presidentes. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjIwNzA=>. Acesso em: 20 fev. 2018.

JESUS, Altino de. Profissionais da saúde voltam a discutir a implementação da rede psicossocial. 2013. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjIxMjI=>. Acesso em: 20 fev. 2018.

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Redemocratização: Constituinte de Santa Catarina. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTgwNjY=>. Acesso em: 10 mar. 2017.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

SANTA CATARINA. Agência AL. Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Alesc celebra os 30 anos da Constituição Estadual. 2019. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTQxNzk=>. Acesso em: 2 out. 2019.

SANTA CATARINA. Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Diário da Assembleia: n° 4.683. 1999. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMzE3MQ==>. Acesso em: 15 mai. 2018.

SANTA CATARINA. Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Diário da Assembleia: nº 6.954. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjIwOTY=>. Acesso em: 20 fev. 2018.

SANTA CATARINA. Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Diário da Assembleia: Nº 7.080. 2016. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNTMxNTI=>. Acesso em: 21 fev. 2018.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL. Resenha Eleitoral - Eleições Catarinenses 1945-1998. 2001. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjI2OQ==>. Acesso em: 30 nov. 2017.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Alan Serrano. 2020. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/33-Alan_Serrano>. Acesso em: 27 de outubro de 2021.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2020)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2020)

Memória Política de Santa Catarina