Pedro Ivo Campos
Pedro Ivo Campos

Militar e administrador, natural de Florianópolis/SC. Prefeito em Joinville/SC. Deputado Constituinte de 1967, Deputado Estadual na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, Deputado Federal representando os catarinenses e primeiro Governador de Santa Catarina do PMDB, no século XX.

Informações Gerais

Nome completo
Pedro Ivo Figueiredo de Campos
Filiação
Emanuel Pereira de Campos e Florisbela Figueiredo de Campos
Nascimento
12/10/1930
Local de nascimento
Florianópolis/SC
Falecimento
27/02/1990
Local de falecimento
Florianópolis/SC
Formação
Militar e Administração
Profissão
Militar e administrador
Partido
Movimento Democrático Brasileiro (MDB), Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) e Partido Trabalhista Brasileiro (PTB)

Pedro Ivo Campos

Nasceu em 12 de outubro de 1930, em Florianópolis/SC. Filho de Emanuel Pereira de Campos e de Florisbela Figueiredo de Campos. Casou com Marisa Lobo Campos, com quem teve quatro filhas. 

Na terra natal fez os estudos primários (Grupo Escolar Silveira de Sousa) e concluiu o ginásio (Colégio Catarinense), em 1946. Formou-se em Administração de Empresas no Centro Universitário de Brasília (CEUB), no ano de 1972.

Matriculou-se na Escola Preparatória de Cadetes de Porto Alegre/RS, em 1947, no ano seguinte, ingressou na Academia Militar das Agulhas Negras, localizada em Resende/RJ, ao fim do curso, no ano de 1952, recebeu a patente de Aspirante-a-Oficial de Infantaria. Posteriormente, promovido ao posto de: Segundo-Tenente (1953), Primeiro-Tenente (1954), e Capitão (1957). Por motivo de doença contraída em serviço, recebeu a reforma compulsória e foi transferido para a reserva na patente de Coronel (1960).

Exerceu atividades profissionais de administrador e corretor de imóveis.

Nas eleições de 1962, concorreu a uma das vagas de Deputado Estadual à Assembleia Legislativa de Santa Catarina, pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), recebeu 2.391 votos, ficou na sétima suplência do seu partido e não foi convocado para a 5ª Legislatura (1963-1967).

Em 1965, com a instauração do bipartidarismo no Brasil, imposto pelo Regime Militar, o PTB, do qual Pedro era líder no município de Joinville/SC, foi extinto. No ano seguinte, com outros companheiros fundou o partido de oposição à ditadura em Santa Catarina, o Movimento Democrático Brasileiro (MDB).

Pelo MDB, elegeu-se Deputado Estadual à Assembleia Legislativa catarinense, com 9.326 votos, integrou a Assembleia Constituinte Estadual de 1967 e a Legislatura (1967-1971). Durante o mandato, ocupou o posto de líder da bancada do MDB e presidiu o diretório municipal de Joinville e o diretório regional catarinense. 

Disputou eleição em 1968, para o cargo de Prefeito de Joinville, não foi eleito por 46 votos, feito significativo para um candidato que representava oposição ao Regime Militar.

No ano de 1970, candidatou-se à vaga de Deputado Federal por Santa Catarina, pelo MDB, eleito com 40.685 votos, tomou posse na 44ª Legislatura (1971-1974). Participou das Comissões Permanentes de: Educação e Cultura; Orçamento (Suplente); e Segurança Nacional. Fez parte da Comissão Especial de Desenvolvimento da Região Sul. 

Nas eleições municipais de 1972, disputou novamente o cargo de Prefeito de Joinville e se elegeu com 11 mil votos de diferença para os três candidatos da Aliança Renovadora Nacional (ARENA), partido de sustentação do Regime Militar. Renunciou à cadeira na Câmara para assumir o executivo joinvilense, de 1973 a 1977.

Para a 46ª Legislatura (1979-1982), foi eleito Deputado Federal pelos catarinenses, com 64.070 votos - a maior votação recebida por um candidato do MDB até então. Neste mandato, integrou as Comissões Permanentes de Interior (Vice-Presidente), e de Segurança Nacional (Vice-Presidente), e ocupou o posto de Vice-líder da bancada do partido, em 1982.

No início da década de 1980, com o fim do bipartidarismo e a reformulação partidária, tornou-se Presidente da comissão provisória para criação do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), sendo posteriormente, eleito para presidir a nova legenda em Santa Catarina.

Pelo PMDB, concorreu em 1982, ao cargo de Senador por Santa Catarina, recebeu 814.947 votos, ficou na segunda colocação do pleito vencido pelo candidato governista Jorge Bornhausen.

Entre 1985 e 1986, foi Presidente das Telecomunicações de Santa Catarina (TELESC).

Em 15 de novembro de 1986, elegeu-se Governador de Santa Catarina, pelo PMDB, com 886.414 votos. Seu governo trabalhou fortemente para recuperar as finanças do Estado, sobretudo para reestruturar as instituições financeiras. Outro destaque de sua administração foi a reforma ou ampliação de uma unidade de saúde por semana e a quadruplicação da capacidade de processamento do Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina (CIASC).

Faleceu no dia 27 de fevereiro de 1990, em Florianópolis/SC, durante o exercício do mandato de Governador. Assumiu o cargo seu Vice, Casildo Maldaner.

Está sepultado no Cemitério Municipal de Joinville.

Homenagens

  • Quatro ruas em cidades catarinenses têm seu nome, em Blumenau, Lages, Palhoça e São José.
  • Duas ruas receberam seu nome no Estado do Paraná (uma na capital, Curitiba, e a outra no município de Guarapuava).
  • Escolas com seu nome nos municípios catarinenses de: Caibi, Joinville, Palhoça e Santa Rosa do Sul.
  • Ponte Pedro Ivo Campos, uma das três ligações da Ilha de Santa Catarina ao continente.
  • Teatro Governador Pedro Ivo Campos, em Florianópolis.
  • Recebeu da Assembleia Legislativa catarinense, em 1999, in memoriam, homenagem pela legislatura exercida.
  • Homenageado pelo PMDB, in memoriam, na comemoração dos 50 anos de fundação do partido em Santa Catarina, em 2016.

Imagem

Assinatura do Deputado Pedro Ivo Campos
Fonte: Assembleia Legislativa de Santa Catarina - 1945 a 2018.

Mandatos

Imagens
Referências

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Coordenadoria de Informações. Fichas Datilografadas/Digitalizadas das Legislaturas: de 1945 a 2018.

BLOG DO PRISCO. As comemorações pelos 50 anos do PMDB. 2016. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjYxMjM=>. Acesso em: 21 jan. 2019.

CÂMARA DOS DEPUTADOS. Biografia: Pedro Ivo- PMDB/SC. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjYyMjc=>. Acesso em: 22 jan. 2019.

CORREIOS/CEP. busca "Pedro Ivo Campos". Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjYyNDA=>. Acesso em: 22 jan. 2019.

CPDOC. Fundação Getúlio Vargas. Verbete Biográfico Pedro Ivo Figueiredo de Campos. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjYyNTM=>. Acesso em: 22 jan. 2019.

ESCOL.AS. Pedro Ivo Campos. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjYyNjY=>. Acesso em: 22 jan. 2019.

FAMÍLIAS MAFRA. Marisa Lobo. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjYyMTQ=>. Acesso em: 24 jan. 2019.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

Santa Catarina. Teatro Governador Pedro Ivo. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjYyOTI=>. Acesso em: 22 jan. 2019.

SANTA CATARINA. Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Diário da Assembleia: n° 4.683. 1999. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMzE3MQ==>. Acesso em: 15 mai. 2018.

SANTA CATARINA. Secretaria Executiva da Casa Militar. Pedro Ivo Campos – 1987 a 1999 Vice: Casildo João Maldaner. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjYyNzk=>. Acesso em: 22 jan. 2019.

SANTA CATARINA. Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina. Resenha Eleitoral: Eleições Catarinenses 1945-1998. Florianópolis: Comissão Editorial do TRE, 2001. 198 p. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMzQ2Mw==>. Acesso em: 16 mai. 2018.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Pedro Ivo Campos. 2019. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/798-Pedro_Ivo_Campos>. Acesso em: 17 de setembro de 2019.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2019)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2019)

Memória Política de Santa Catarina