Ruberval Pilotto
Ruberval Pilotto

Engenheiro, natural de Urussanga/SC. Prefeito na terra natal, Deputado Estadual na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, Deputado Constituinte de 1988 e Deputado Federal, representando os catarinenses, no final do século XX e início do XXI. Secretário de Tecnologia, Energia e Meio Ambiente, no mesmo Estado.

Informações Gerais

Nome completo
Ruberval Francisco Pilotto
Filiação
Dionísio Pilotto e Benigna Bez Fontana Pilotto
Nascimento
16/07/1947
Local de nascimento
Urussanga/SC
Formação
Engenharia Civil
Profissão
Engenheiro
Partido
Aliança Renovadora Nacional (ARENA), Partido Democrático Social (PDS), Partido Progressista Reformador (PPR), e Partido Progressista Brasileiro (PPB) e Partido da Frente Liberal (PFL)

Ruberval Pilotto

Nasceu em 16 de julho de 1947, em Urussanga/SC. Filho de Dionísio Pilotto e de Benigna Bez Fontana Pilotto. Casou com Maria Cristina Pilotto, com quem teve Camila, Francisco Paulo, Isabela e Flávia.

Na terra natal, fez o estudo primário na Escola Barão do Rio Branco. Aos 11 anos, mudou-se para Porto Alegre/RS, onde cursou o ginasial no Colégio Champagnat e no Colégio Rosário. Formou-se em Engenharia Civil pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC), em 1973. 

No retorno a Urussanga, exerceu a profissão de Engenheiro e trabalhou na Companhia Carbonífera Urussanga (CCU), no ano de 1975.                        

Iniciou a vida política em 1976, elegendo-se Prefeito de Urussanga, pela Aliança Renovadora Nacional (ARENA), para o período de 1977 a 1982. Durante o mandato, ingressou no Partido Democrático Social (PDS).

Pelo PDS, elegeu-se Deputado Estadual à Assembleia Legislativa de Santa Catarina, com 25.433 votos, para a composição da 10ª Legislatura (1983-1987). Neste mandato, foi 2º Secretário da Mesa Diretora da Casa, em 1983 e 1984, e Presidente da Comissão Permanente de Leis.

Nas eleições de 1986, concorreu à vaga de Deputado Federal por Santa Catarina, pelo PDS, eleito com 39.111 votos, tomou posse à 48ª Legislatura (1987-1991). Integrou a Assembleia Nacional Constituinte (Constituição promulgada em 5 de 1988), ocupou a função de 4º Secretário da Mesa Diretora, em 1989 e 1990, e participou das seguintes Comissões Permanentes:

  • Família, Educação, Cultura e Esportes (Suplente);
  • Ciência e Tecnologia e da Comunicação (Suplente);
  • Sistema Tributário, Orçamento e Finanças;
  • Subcomissão de Sistema Financeiro.

Com 45.742 votos, reelegeu-se Deputado Federal, para a 49ª Legislatura (1991-1995), pelo PDS. Em 1993, filiou-se ao Partido Progressista Reformador (PPR). Licenciou-se das atividades parlamentares, entre abril e dezembro de 1994, e assumiu o cargo de Secretário de Tecnologia, Energia e Meio Ambiente de Santa Catarina, nomeado pelo Governador Vilson Kleinübing. Na Câmara integrou as seguintes Comissões Permanentes:

  • Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (Suplente);
  • Minas e Energia (2º Vice-Presidente);
  • Relações Exteriores.

Em 1994, foi eleito pela segunda vez ao cargo de Prefeito de Urussanga, recebeu 6.267 votos, pelo Partido Progressista Brasileiro (PPB), exerceu mandato de 1997 a 2000. Posteriormente, filiou-se ao Partido da Frente Liberal (PFL).

Presidiu a Eletrosul Centrais Elétricas S.A., em 2002.

Atividades na Câmara dos Deputados

Comissões Especiais:

  • PEC nº 45/91, Altera Legislação Eleitoral, Suplente, 1992;
  • PL nº 965/91, Desportos, Suplente, 1992. 

Assembleia Nacional Constituinte: 

  • Subcomissão do Sistema Financeiro;
  • Comissão do Sistema Tributário, Orçamento e Finanças, Titular, 1987;
  • Subcomissão da Educação, Cultura e Esportes, da Comissão da Família;
  • Comissão de Educação, Cultura e Esportes;
  • Comissão de Ciência e Tecnologia e da Comunicação, Suplente, 1987. 

Congresso Nacional: Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização, Titular, 1992. 

Homenagens e condecorações

  • Comenda da Ordem do Congresso Nacional.
  • Comenda Bellunesi Nel Mondo, em Belluno (Itália).
  • Recebeu da Assembleia Legislativa catarinense homenagem pela legislatura exercida, em 1999.
  • Título de Cidadão Honorário dos municípios catarinenses de Braço do Norte, Sombrio, São Martinho e Cocal do Sul.
  • Em 2017, recebeu a Medalha do Mérito de Urussanga, por sua contribuição com o Município durante sua trajetória política e pela participação na elaboração da Constituição Federal de 1988.

Imagens

Assinatura do Deputado Ruberval Pilotto
Fonte: Assembleia Legislativa de Santa Catarina - 1945 a 2018.
 
Foto - Deputado Ruberval Pilotto recebendo Medalha em Urussanga, 2017
Fonte: Divulgação / Câmara de Vereadores de Urussanga.

Mandatos

Referências

Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Diário da Assembleia: Nº 4.683. 1999. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMzY2Nzc=>. Acesso em: 1 out. 2018.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Coordenadoria de Informações. Fichas Datilografadas/Digitalizadas das Legislaturas: de 1945 a 2018.

BRASIL. Senado Federal. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. 1988. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjE3NDU=>. Acesso em: 7 mar. 2018.

CÂMARA DE VEREADORES DE URUSSANGA. Ruberval Francisco Pilotto – Medalha do Mérito. 2017. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjg1MTk=>. Acesso em: 31 jul. 2018.

CÂMARA DOS DEPUTADOS. Biografia: Ruberval Pilotto. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjg1MDY=>. Acesso em: 31 jul. 2018.

CPDOC. Fundação Getúlio Vargas. Verbete Biográfico Ruberval Pilotto. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjg1MzI=>. Acesso em: 31 jul. 2018.

JORNAL VANGUARDA. Ruberval Pilotto abre o jogo sobre a política urussanguense. 2004. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjg1NDU=>. Acesso em: 30 jul. 2018.

LONGO NEWS. Casos Criciumenses IX: Os deputados estaduais. 2017. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjg1NTg=>. Acesso em: 4 fev. 2019.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL. Resenha Eleitoral - Eleições Catarinenses 1945-1998. 2001. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjI2OQ==>. Acesso em: 30 nov. 2017.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Ruberval Pilotto. 2020. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/850-Ruberval_Pilotto>. Acesso em: 24 de fevereiro de 2021.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2020)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2020)

Memória Política de Santa Catarina