Ana Campagnolo
Ana Campagnolo

Historiadora e professora, natural de Itajaí/SC. Deputada Estadual no Parlamento Catarinense, século XXI.

Informações Gerais

Nome completo
Ana Caroline Campagnolo
Gênero
Feminino
Filiação
Job Campagnolo e Maria Raquel Teixeira Campagnolo
Nascimento
26/11/1990
Local de nascimento
Itajaí/SC
Formação
História
Profissão
Historiadora e professora
Partido
Partido Social Liberal (PSL) e Partido Liberal (PL)

Ana Campagnolo

Nasceu em Itajaí/SC, no dia 26 de novembro de 1990. Filha de Job Campagnolo e Maria Raquel Teixeira Campagnolo. Casada com Thiago Galvão, com quem teve a filha Catarina.                 

Formada em História pela Universidade Comunitária da Região de Chapecó (Unochapecó) em 2011.

Possui os seguintes cursos de formação complementar: Informática Básica Industrial, pelo SENAI - 2006; Curso Básico em Teologia, pela Escola Teológica Pastor Osmar Cabral - 2007; e Capacitação em Projetos Culturais, pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) - 2012.

No município de Chapecó/SC, atuou como: estoquista na China Mex (2008-2009), empresa de indústria e comércio; Secretária Executiva na Associação Polo Tecnológico do Oeste Catarinense (2009-2010); e professora na Escola de Educação Básica Pedro Maciel (2011), na Escola Mário Quintana (2012) e na Escola de Educação Básica Professora Luiza Santin (2013).

Pelo Partido Social Liberal (PSL), candidatou-se ao cargo de deputada à Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (ALESC), elegeu-se com 34.825 votos e tomou posse para a 19ª Legislatura (2019-2023). É membro das seguintes Comissões Permanentes:

  • Constituição e Justiça;
  • Educação, Cultura e Desporto;
  • Ética e Decoro Parlamentar.

Foi relatora adjunta da Comissão Especial da ALESC (constituída pelo Ato da Presidência-DL 23/2020, de 22/9/2020) responsável pela análise e emissão de parecer sobre a denúncia por crime de responsabilidade, contra o Governador do Estado, Carlos Moisés, nos seguintes fundamentos: irregularidades na compra dos 200 respiradores junto à Veigamed; prestação de depoimento falso à CPI dos Respiradores; destinação de crédito extraordinário e simultâneo lançamento de Edital viciado para instalação e operação de hospital de campanha em Itajaí/SC e omissão na adoção de procedimentos administrativos para responsabilizar os ex-secretários de Estado da Saúde e da Casa Civil; sigiloso e ilegal empenho de verba de equivalência aos procuradores do Estado; retirada imotivada do projeto de Reforma da Previdência; e tentativa de supressão do duodécimo pelo Executivo; e contra a Vice-Governadora, Daniela Reinehr, nos seguintes fundamentos: negligência à conservação do patrimônio público catarinense, na supervisão do planejamento e do sistema de orçamento, e à arrecadação das rendas, impostos e taxas, nos casos de acompanhamento/fiscalização do processo que resultou na compra dos 200 respiradores; e omissão quanto ao pagamento da verba de equivalência aos procuradores do Estado, na tentativa de contratação do hospital de campanha em Itajaí/SC, na retirada, pelo Executivo, da Reforma da Previdência e na supressão do duodécimo do Executivo - REP Nº 0002.6/2020 – Processo Nº 6919/2020 - segundo impeachment: tramitou de 10/8/2020 a 7/5/2021.

No dia 12/5/2020, a Deputada Campagnolo apresentou, em conjunto com o Deputado Maurício Eskudlark (PL), denúncia por crime de responsabilidade contra o Governador do Estado, Carlos Moisés da Silva, que tinha como objeto: Decretos restritivos em função da Covid-19, instalação do Hospital de Campanha de Itajaí, compra de 200 respiradores artificiais e outros. Foram também autores da denúncia os cidadãos Jeferson da Rocha e Newton Patrício Crespi.

Em novembro de 2020, a Deputada assumiu o cargo de Líder do PSL no Parlamento Catarinense, em substituição ao Deputado Sargento Lima.

Conheça as proposições apresentadas pela Deputada Ana Campagnolo na Assembleia Legislativa catarinense no seguinte endereço: https://bit.ly/30m6gX9

Produção

Livro publicado: Feminismo: perversão e subversão. Editora: Vide Editorial, 2019, 404p.

Possui textos publicados como BELLEI, A. C. C., sobrenome anterior ao divórcio:

  • Resenha: SOARES, Ana Caroline Eiras Coelho. Moça educada, mulher civilizada, esposa feliz: Relações de Gênero e História em José de Alencar. Bauru, SP: Edusc, 2012. Temporalidades, v. 6, p. 266-269, 2014.
  • Vamos falar sobre desinformação e a perniciosa mania de fazer a cabeça dos alunos. Mais Dinâmica, Chapecó, p. 68-70, 01 out. 2014.
  • A pesquisa histórica no estudo das relações de gênero conforme os desafios e olhares do uso de processos judiciais como fonte. In: XV Encontro Estadual de História 1964-2014: Memórias, Testemunhos e Estado, 2014, Florianópolis. Anais do XV Encontro Estadual de História 1964-2014: Memórias, Testemunhos e Estado, 2014. v. 1.
  • O crime de sedução nas décadas de 1970 e 1980 a partir do estudo de inquéritos policiais do Centro de Memória do Oeste de Santa Catarina (CEOM). In: XIV Encontro Estadual de História, 2012, Florianópolis/SC. XIV Encontro Estadual de História, 2012. v. 1.
  • A pesquisa histórica no estudo das relações de gênero conforme os desafios e olhares do uso de processos judiciais como fonte. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).
  • 1º Congresso Nacional sobre Doutrinação Política e Ideológica nas Escolas. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
  • O crime de sedução nas décadas de 1970 e 1980 a partir do estudo de inquéritos policiais do Centro de Memória do Oeste de Santa Catarina. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).
  • Vida e Trabalho de José Zesuíno. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).
  • Genética e Câncer de Pele. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

Imagens

Fonte: Solon Soares/Agência AL

 

Foto: Rodolfo Espínola/Agência AL

 

Mandatos

Referências

CONTEÚDO ABERTO. IN: WIKIPÉDIA: A ENCICLOPÉDIA LIVRE. Ana Caroline Campagnolo. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rODU0ODA=>. Acesso em: 14 mai. 2019.

ESCAVADOR. Ana Caroline Campagnolo Bellei. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rODU1MDY=>. Acesso em: 14 mai. 2019.

GAZETA DO POVO. Candidatos: Ana Caroline Campagnolo 17771. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rODU1MTk=>. Acesso em: 14 mai. 2019.

INSTAGRAM. Foto: Ana Caroline Campagnolo. 2019. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rODU1MzI=>. Acesso em: 14 mai. 2019.

MACIEL, Roelton. Conheça os 40 deputados estaduais eleitos em Santa Catarina. Diário Catarinense. Florianópolis, 7 out. 2018. p.1, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rODM4MjI=>. Acesso em: 30 abr. 2019.

ND MAIS. PSL tem novo líder na Assembleia Legislativa. 2020. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTk0MDE=>. Acesso em: 12 jul. 2021.

SANTA CATARINA. Agência AL. Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Plenário aprova composição da comissão do segundo pedido de impeachment. 2020. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTc5NDk=>. Acesso em: 22 set. 2020.

SANTA CATARINA. Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Deputados: Ana Campagnolo. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rODU0OTM=>. Acesso em: 14 mai. 2019.

TODA POLÍTICA. Eleições 2018: Candidatos a Deputado Estadual eleitos de Santa Catarina. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzQ4MDg=>. Acesso em: 9 mar. 2019.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Ana Campagnolo. 2022. Disponível em: <https://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/1017-Ana_Campagnolo>. Acesso em: 24 de junho de 2022.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2022)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2022)

Memória Política de Santa Catarina