Aristides Largura
Aristides Largura

Advogado e professor, natural de Blumenau/SC. Prefeito em Joinville/SC e Deputado Federal representando os catarinenses, século XX.

Informações Gerais

Nome completo
Aristides Trentini Largura
Filiação
Domênico Largura e Maria Trentini Largura
Nascimento
30/11/1906
Local de nascimento
Blumenau/SC
Falecimento
13/04/2005
Local de falecimento
Joinville - SC
Formação
Direito
Profissão
Advogado e professor
Partido
Partido Social Democrático (PSD), Ação Integralista Brasileira (AIB) e Partido Trabalhista Brasileiro (PTB)

Aristides Largura

Nasceu em 30 de novembro de 1906, em Rio dos Cedros, distrito de Blumenau/SC. Filho de Domênico Largura e de Maria Trentini Largura. 

Seu irmão, Hermelino Largura, foi Vereador em Rio do Sul/SC, Deputado Constituinte de 1967 e Deputado Estadual na Assembleia Legislativa de Santa Catarina. 

Aristides formou-se em Direito, fez curso na Escola Superior de Guerra e foi professor em Blumenau e Joinville/SC.

Aos vinte e três anos, casou com Inocência Grott Largura e tiveram dois filhos. 

Em Joinville/SC, foi Diretor de uma escola e Inspetor Escolar Estadual, deste último foi exonerado por Nereu Ramos, Governador do Estado, por seu envolvimento com o Integralismo - promovido pela Ação Integralista Brasileira (AIB), criada por Plínio Salgado, um movimento de ideologia fascista, inspirado no próprio fascismo alemão, que defendia a propriedade privada, a unificação cultural nacional, o moralismo, o nacionalismo, os valores de moral cristã, o autoritarismo, a meritocracia e o combate ao comunismo e ao liberalismo.

Pela AIB, Aristides Largura foi candidato a Prefeito de Joinville, contra a chapa “Frente Única Pró-Joinville”, que congregava republicanos e liberais, para tentar impedir o avanço político dos integralistas, formada em novembro de 1935, com candidato (farmacêutico Sérgio da Vieira Fonseca) lançado tardiamente, em janeiro de 1936. 

Deixou de ser integralista quando o regime do Estado Novo (1937-1945) foi decretado e fechou os partidos políticos, câmaras e assembleias.

Com vinte nove anos, Aristides venceu as eleições de 1936, tomou posse como Prefeito de Joinville e governou o município até ser deposto pelo Interventor Federal no Estado, Nereu Ramos, em janeiro de 1938. Na gestão municipal, criou escola noturna para os operários e iniciou a pavimentação das ruas centrais da cidade, entre outras realizações.

Com outros fundou o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) em Joinville e foi seu Presidente, entre 1945 a 1947.

Pelo Partido Social Democrático (PSD), candidatou-se à vaga de Deputado Federal por Santa Catarina, nas eleições suplementares de 19 de janeiro de 1947, recebeu 5.778 votos, ficou Suplente, foi convocado, tomou posse à 38ª Legislatura (1946-1951) e exerceu mandato de 1947 a 1951. No período, participou da Comissão de Constituição e Justiça e apresentou projeto de concessão de um auxílio financeiro ao município de Rodeio/SC, “para reconstrução de estradas de pontes danificadas pelas chuvas e torrentes d'agua delas resultantes”, conforme registro da Câmara dos Deputados.

Nas eleições de 1950 e de 1954, disputou novamente vaga de Deputado Federal, em ambas ficou suplente e não foi convocado.

Presidiu o Instituto Nacional do Pinho em Santa Catarina (atual IBAMA), no final da década de 1950, e foi Chefe da Assessoria Jurídica da Confederação Nacional do Comércio do SESC e do SENAC.

Faleceu em 13 de abril de 2005, em Joinville/SC. 

Homenagem

Rua Prefeito Aristides Largura, América, Joinville/SC.

Mandatos

Referências

BORNHOLDT, Rodrigo Meyer. DECRETO Nº 12.355, DE 13 DE ABRIL DE 2005. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzc1MDk=>. Acesso em: 17 ago. 2017.

BRASIL. Câmara dos Deputados. PL 179/1950 : Projeto de Lei. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzc1NTE=>. Acesso em: 28 set. 2017.

CPDOC. Fundação Getúlio Vargas. Verbete Biográfico: Aristides Largura. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzc1Mzg=>. Acesso em: 28 set. 2017.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

PINTO, Tales dos Santos. O que é Integralismo?. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzc0OTY=>. Acesso em: 17 ago. 2017.

RODRIGUES, Natália. Estado Novo. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjA0MzI=>. Acesso em: 21 mai. 2017.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL. Resenha Eleitoral - Eleições Catarinenses 1945-1998. 2001. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjI2OQ==>. Acesso em: 30 nov. 2017.

WENDLAND, Daniely. Integralismo, Círculo Operário Católico e Sindicatos em Joinville (1931-1948) . 2011. 225 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de História, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2011. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNzc1MjU=>. Acesso em: 17 ago. 2017.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Aristides Largura. 2022. Disponível em: <https://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/1094-Aristides_Largura>. Acesso em: 29 de novembro de 2022.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2022)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2022)

Memória Política de Santa Catarina