Francisco Tavares da Cunha Melo Sobrinho
Francisco Tavares da Cunha Melo Sobrinho

Advogado, juiz de direito e desembargador, natural de Itambé/PE. Vereador e Prefeito em Joinville/SC e Deputado Estadual no Parlamento Catarinense, século XX.

Informações Gerais

Filiação
José Tavares da Cunha Melo e Rita Gouveia da Cunha Barreto
Nascimento
01/05/1873
Local de nascimento
Itambé/PE
Falecimento
03/06/1960
Local de falecimento
Florianópolis/SC
Formação
Direito
Profissão
Advogado, juiz de direito e desembargador
Partido
Partido Liberal

Francisco Tavares da Cunha Melo Sobrinho

Nasceu em 1º de maio de 1873, em Itambé/PE. Filho de José Tavares da Cunha Melo e de Rita Gouveia da Cunha Barreto.

Em Pernambuco realizou os estudos iniciais (em Taquaritinga), o curso secundário (em Recife) e o bacharelado em Direito na Faculdade de Direito do Recife, concluído em 1894. Durante a graduação, ingressou no Partido Liberal.

Casou com Nelsina Dias Barreto, com quem teve doze filhos: Renato, Luís, Mário, Paulo, Flávio, Carmem, Odete, Maria Eugênia, Heloísa, Álvaro, Evangelina e Adalgisa - todos “Tavares da Cunha Melo”. Seu filho, Mário Tavares da Cunha Melo, também foi Deputado Estadual na Assembleia Legislativa catarinense.

Mudou-se para Santa Catarina, em 1895, onde foi Promotor Público de São José (nomeado em 1895) e Juiz de Direito em São Miguel (1896), Tijucas e Joinville.

Um dos fundadores do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, em 1896.

Eleito Deputado Estadual para o Congresso Representativo de Santa Catarina (Assembleia Legislativa), participou da Legislatura (1907-1909) e da Legislatura (1913-1915), tendo renunciado no último ano do mandato.

Em Joinville, advogou, foi Conselheiro (atual cargo de Vereador) e Intendente Municipal (Prefeito), em 1910.

Em 16 de setembro de 1914, passou a ser Juiz de Direito Avulso e logo foi empossado Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado (18 de setembro de 1914), deste foi Presidente no período de 1924 a 1930 e no ano de 1934.

Entre 1918 e 1922, chefiou a Polícia do Estado catarinense.

Junto de José Boiteux, fundou a Faculdade de Direito de Santa Catarina (em 1932), foi o primeiro diretor da instituição e professor de Direito Civil.

Faleceu no dia 3 de junho de 1960, em Florianópolis/SC.

Mandatos

Referências

Governo do Estado: Administração do Cidadão Engenheiro Civil Hercilio Pedro da Luz, Governador do Estado. Republica. Florianópolis, 1 jun. 1895. Parte Official , n. 121, p.1, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDU3Njk=>. Acesso em: 20 set. 2017.

Poder Judiciario. Mensagem apresentada ao Congresso Representativo Pelo Major João Guimarães Pinho, Presidente do mesmo Congresso. Florianópolis, 1 jan. 1915. n. 1, p.6-7, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDU4MTU=>. Acesso em: 20 set. 2017.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Centro de Memória. Arquivos das Legislaturas: de 1835 a 2018.

BOITEUX, José; FONSECA, Thiago da. Juizes de Direito. Almanach Catharinense. Florianópolis, 1 jan. 1896. n. 1, p.49-50, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDU3OTI=>. Acesso em: 20 set. 2017.

MATOS, Felipe. Armazém da Província: Vida Literária e Sociabilidades Intelectuais em Florianópolis na Primeira República. 2014. 241 f. Tese (Doutorado) - Curso de História, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2014. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNTYz>. Acesso em: 7 ago. 2017.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA - UFSC. BOLETIM INFORMATIVO, Florianópolis: UFSC. V. 5-6; N. 9-12; ANO 1966 - 1º Semestre. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDU4MzE=>. Acesso em: 20 set. 2017.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Francisco Tavares da Cunha Melo Sobrinho. 2022. Disponível em: <https://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/323-Francisco_Tavares_da_Cunha_Melo_Sobrinho>. Acesso em: 29 de novembro de 2022.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2022)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2022)

Memória Política de Santa Catarina