Joaquim José Henriques
Joaquim José Henriques

Comerciante e Juiz de Direito, natural de João Pessoa/PB. Duas vezes Deputado na Assembleia Legislativa Provincial de Santa Catarina, século XIX.

Informações Gerais

Nascimento
26/03/1819
Local de nascimento
João Pessoa/PB
Falecimento
26/06/1891
Local de falecimento
Taquari/RS
Profissão
Juiz de Direito e comerciante
Partido
Partido Conservador

Joaquim José Henriques

Filho do Cirurgião Mór Português Feliciano José Henriques que migrou para a Cidade da Paraíba (atual João Pessoa) por volta de 1800. Joaquim nasceu em João Pessoa (PB) em 26 de março de 1819. Formou-se na Faculdade de Direito do Recife (atual UFPE) no ano de 1843. Em 1858 através da Lei 444 foi criada a Comarca do Poder Judiciário do Estado de Santa Catarina em Lages. Em 10 de Agosto de 1859 foi instalada a Comarca, tendo como primeiro juiz titular Joaquim José Henriques. Joaquim viveu na cidade de Lages entre 1859 e 1870. Em 24 de março de 1871 foi nomeado Juiz de Direito de Cruz Alta (RS). Em 24 de março de 1873 foi transferido (removido) da comarca de Cruz Alta para Taquari/RS. Foi deputado à Assembleia Legislativa Provincial de Santa Catarina na 18ª legislatura (1870 — 1871) e na 20ª legislatura (1874 — 1875). Após cumprir os 2 mandatos como deputado provincial em Santa Catarina, mudou-se para a cidade de Taquari no Rio Grande do Sul.

Conforme Machado (2016, p. 9), Joaquim “mantinha negócios e propriedades tanto em Lages, como também nas províncias da Paraíba do Norte, Ceará e na Corte - Rio de Janeiro/RJ”, tinha pelo menos uma filha paraibana, Maria, que o pai alforriou em 1861, quando já residia em Lages/SC; a mãe da menina, Cândida Izabel da Conceição, era liberta dele desde 1856, entre outros escravos forros, como o menor Francisco, morador do Ceará/CE. Lembrando que a abolição da escratura no Brasil aconteceu em 13 de maio de 1888.

Faleceu no dia 26 de junho de 1891, em Taquari/RS.

Mandatos

Referências

Antiguidade de Magistrados. Correio Paulistano. São Paulo, 30 mar. 1878. Noticiario Geral, n. 6416, p.2-3, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTY0NjE=>. Acesso em: 25 abr. 2017.

Boatos. A Regeneração: Jornal da Provincia de Santa Catharina. Desterro, 4 dez. 1870. Parte Não Edictorial, n. 230, p.2-3, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTY0Mzg=>. Acesso em: 25 abr. 2017.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Centro de Memória. Arquivos das Legislaturas: de 1835 a 2018.

BARBOSA, Org. Socorro de Fátima Pacífico. Pequeno Dicionário dos Escritores/Jornalistas da Paraíba do Século XIX: de Antonio da Fonseca a Assis Chateaubriand Assis Chateaubriand. Paraíba: Editora da Universidade Federal da Paraíba, 2009. 145 p.

FERREIRA, Marieta de Moraes. Histórias de família: casamentos, alianças e fortunas. Rio de Janeiro: FGV, 2008. 223 p.

MACHADO, Felipe Müller. Terra e Liberdade: o desenvolvimento dos direitos de propriedade e as estratégias de acesso à terra por cativos e libertos em Lages, SC (1850-1888) . 2016. 46 f. TCC (Graduação) - Curso de História, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2016. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTY0MTg=>. Acesso em: 25 abr. 2017.

MARTINS, Universidade Federal de Pernambuco. Henrique. Lista geral dos bachareis e doutores que têm obtido o respectivo gráu na Faculdade de Direito do Recife: desde sua fundação em Olinda, no anno de 1828, até o anno de 1931. Pernambuco: Typographia Diario da Manhã, 1931. 258 p.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

SÃO JOAQUIM ONLINE. Os 160 anos de história e justiça da Comarca de Lages. 2019. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTAxNzI0>. Acesso em: 10 fev. 2021.

SILVA, Camila Borges da. A "pedagogia da adesão": o papel das ordens honoríficas na promoção da "causa do Brasil" (1822-1831). Almanack, Guarulhos, v. 13, n. 5, p.83-111, 15 ago. 2016. Quadrimensal. UNIFESP. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTAxNjQ4>. Acesso em: 10 fev. 2022.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SANTA CATARINA. JUSBRASIL. Município de Lages abriga uma das comarcas mais antigas do Estado de Santa Catarina. 2019. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTAxNzM3>. Acesso em: 10 fev. 2022.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Joaquim José Henriques. 2022. Disponível em: <https://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/501-Joaquim_Jose_Henriques>. Acesso em: 20 de maio de 2022.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2022)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2022)

Memória Política de Santa Catarina