Paulo França
Paulo França

Engenheiro civil, natural de Curitiba/PR. Secretário de Estado e Deputado Estadual no Parlamento Catarinense. Secretário responsável pela reconstrução de Blumenau/SC após as devastadoras catástrofes naturais de 1983 e 1984.

Informações Gerais

Nome completo
Paulo Roberto Tesserolli França
Filiação
Joaquim Antonio França e Jacy Tesserolli França
Nascimento
28/02/1952
Local de nascimento
Curitiba/PR
Formação
Engenharia Civil
Profissão
Engenheiro
Partido
PMDB
Base Eleitoral
Vale do Itajaí

Paulo França

Paulo França é engenheiro civil por formação e tem dedicado grande parte de sua vida profissional à gestão pública. É filiado ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) desde 26 de outubro de 1981, sendo o Vale do Itajaí a sua base eleitoral.

Dentre os cargos que já exerceu em favor do Estado de Santa Catarina, foi presidente da Eletrosul Centrais Elétricas S/A (2002-2003), Secretário de Estado de Desenvolvimento Regional (SDR) de Blumenau (2003-2010), Secretário Adjunto na Secretaria de Estado da Infraestrutura (2011-2012) e também Deputado Estadual (2014).

Foto 1 - Paulo França assume cadeira no LegislativoFonte: Arquivo ALESC.

Nascido Paulo Roberto Tesserolli França em 28 de fevereiro de 1952, é filho de Joaquim Antonio França e Jacy Tesserolli França. Casado com Denise Margot Belli França, é pai de Renata e Manuela, sendo também avô de Caio, Vicente e Bruno. Natural de Curitiba/PR, encontrou em Blumenau/SC, no Vale do Itajaí, o local onde decidiu se estabelecer e prestar suas principais contribuições como líder político e exemplar agente público catarinense.

Graduou-se em Engenharia Civil pela Universidade Regional de Blumenau (FURB) em 1979. Porém, iniciou sua carreira profissional um pouco antes, em 1975, junto ao Escritório Regional de Fiscalização do Departamento de Estradas e Rodagem de Santa Catarina (DER), onde atuou por quatro anos. Demonstrando vocação e competência para o serviço público, assumiu a Diretoria de Obras da Prefeitura de Blumenau em 1980, durante o primeiro governo do ex-prefeito Renato Viana.

Foto 2 - Prefeito Dalto dos Reis e Secretario de Obras Paulo França em reunião na Prefeitura Municipal de Blumenau
Fonte: Arquivo PMB.
 
Esteve na função por três anos, sendo chamado pelo gestor seguinte, Dalto dos Reis, para comandar a Secretaria Municipal de Obras do município. Sua administração foi marcada pela reconstrução de Blumenau após as devastadoras catástrofes naturais de 1983 e 1984. A primeira, com duração de 32 dias, teve as águas atingindo a marca de 15,34 metros. Já a de 1984, embora de alguns dias somente, foi considerada a maior da história, com pico máximo de 15,46 metros. Porém, em meio ao caos de lama e sujeira deixado pela água barrenta que invadiu ruas e casas, a cidade ressurgiu em tempo recorde.

Em vista de novos objetivos pessoais e profissionais, em 1989 se afastou temporariamente da gestão pública para atuar na iniciativa privada. Como profissional liberal, ocupou-se do gerenciamento de projetos e de assessoria a inúmeras obras civis. Porém, no segundo mandato do ex-prefeito Renato Viana, em 1994, foi convidado a reassumir a Secretaria Municipal de Obras de Blumenau.

Nos dois anos em que conduziu a pasta, promoveu a execução de grandes melhorias à cidade, como o alargamento da Rua Sete de Setembro, no Centro e a retificação da Rua Gustavo Zimmermann, na Itoupava Central. Colaborou ainda na conclusão do Terminal Rodoviário Prefeito Hercílio Deeke, na Itoupava Norte; na construção da ponte entre as ruas Alberto Stein a Almirante Tamandaré, no bairro Velha, e na execução da Praça Juscelino Kubitschek na Ponta Aguda, junto à Prainha.

Em 1997, seguiu rumo ao seu primeiro cargo administrativo em um órgão público estadual. Junto ao governo do ex-governador Paulo Afonso, passou a atuar como Diretor de Obras do Departamento de Estradas e Rodagem de Santa Catarina (DER), onde atuou na construção, reabilitação e segurança de diversas rodovias estaduais, incluindo obras integradas ao programa rodoviário BID III.

Foto 3 - Paulo França e equipe técnica nas obras de reurbanização da Rua XV de Novembro, em BlumenauFonte: Arquivo pessoal.

Retornou à iniciativa privada em 1999, quando teve a oportunidade de coordenar uma das mais marcantes revitalizações da área central da cidade de Blumenau: a Rua XV de Novembro. No ano de 2000, o endereço de vital importância ao comércio e turismo da cidade foi entregue reurbanizado. Por toda a extensão de 1.590 metros, a via teve o antigo pavimento de paralelepípedos substituído por lajotas do tipo paver, além de também receber um novo mobiliário urbano com acessibilidade a portadores de necessidades especiais, entre outras melhorias.
 
Foto 4 - Presidente da Eletrosul Paulo França recebe Prêmio Nacional de Gestão Pública
Fonte: Arquivo Pessoal.
 
De volta ao serviço público, entre 2002 e 2003, na capital Florianópolis/SC, assumiu como presidente da maior empresa pública do sul do Brasil: a Eletrosul, responsável pela transmissão de energia elétrica aos Estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso do Sul. Fruto deste trabalho, a estatal consolidou sua missão ao receber o reconhecimento em nível Bronze, no ciclo 2002, e Ouro, nos ciclos 2003 e 2004, do Prêmio Nacional de Gestão Pública (PQGF) do Programa de Qualidade do Governo Federal, coordenado pelo Ministério do Planejamento. À época, as atividades da Eletrosul correspondiam a 17% do mercado nacional de energia elétrica.

Paulo França deixou o cargo na capital catarinense para retornar ao Vale do Itajaí e abraçar um novo e ousado desafio: implantar, estruturar e comandar a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Blumenau. Tratava-se de uma proposta inovadora lançada pelo então governador Luiz Henrique da Silveira, que buscava descentralizar os serviços públicos estaduais e aproximá-los dos municípios, facilitando o atendimento às demandas.  

Foto 5 - Governador Luiz Henrique da Silveira, Renato Vianna e Paulo França em visita à futura sede da SDR Blumenau
 Fonte: Arquivo 15 SDR Blumenau.
 

À frente da SDR Blumenau entre 2003 e 2010, Paulo França foi responsável pela gestão de mais de R$ 1,3 bilhões em investimentos para a saúde, educação, infra-estrutura, economia, cultura, turismo e esporte de toda região do Médio Vale do Itajaí.

Somente na área da saúde, aplicou mais de R$ 45 milhões na construção e reforma de hospitais e postos de saúde, na ampliação e melhoria estrutural de fundações hospitalares de referência, bem como no apoio a entidades de saúde e aquisição de equipamentos e veículos.

Entre as grandes ações desenvolvidas, estiveram a implantação do Hospital Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Gaspar, e a importante consolidação de convênios estaduais para aporte contínuo de recursos aos Hospitais Santa Isabel e Santo Antônio, em Blumenau.

Foto 6 - Secretário de Estado Regional de Blumenau Paulo França discursa na inauguração do Hemosc de Blumenau
Fonte: Arquivo 15 SDR Blumenau.
 

Em especial, em 2006, também a sua administração entregou a estruturação macrorregional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). A instalação da Central de Regulação foi definida em Blumenau, com 14 ambulâncias de suporte básico e três ambulâncias de suporte avançado (UTI móvel) prestando a cobertura a 53 municípios da região.

Na educação, preocupou-se em investir mais de R$ 60 milhões para o desenvolvimento da área, sendo R$ 20 milhões voltados exclusivamente à infra-estrutura das instituições de ensino. Entre as obras de destaque, estiveram a reforma geral da escola EEB Adolpho Konder e recuperação da EEB Pedro II, em Blumenau, além de melhorias nas EEB Marcos Konder e EEB Honório Miranda, em Gaspar.

Foto 7 - Secretário de Estado Regional de Blumenau Paulo França inaugura a reforma e conclusão do ginásio da EEB Heriberto MullerFonte: Arquivo 15 SDR Blumenau.
 
Também em sua gestão, foi prestado R$ 21 milhões em bolsas de estudo ou pesquisa para alunos carentes de ensino superior. Por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (FAPESC) e da Fundação de Ciência e Tecnologia (FUNCITEC), cerca de R$ 1,8 milhão foram dedicados a equipamentos e ações para o desenvolvimento da ciência e tecnologia, com o apoio oportuno a programas de ensino e capacitação como o Entra 21, que formou mais de 240 alunos.

Já na infra-estrutura, geriu quase R$ 50 milhões em ações para o benefício da mobilidade urbana de toda região. Os valores alcançaram a construção e reforma de terminais rodoviários, implantação de abrigos de passageiros e, principalmente, a manutenção, construção e recuperação de acessos e pontos críticos, como as rodovias SC 418, SC 474, SC 470 no trecho entre Blumenau e Ilhota e a Estrada Geral de Luís Alves. 

Paulo França também assumiu o compromisso com o atendimento a demandas dentro dos municípios, como no Programa Asfalta Blumenau, cujo convênio transferiu R$ 15 milhões para obras. Os valores foram transformados na pavimentação de mais de 40 ruas, construção de três trevos e em estruturas de proteção contra inundações.

Foto 8 - Secretário de Estado Regional de Blumenau Paulo FrançaFonte: Arquivo 15 SDR Blumenau.
 
Ainda visando oportunizar o desenvolvimento estrutural e econômico à região, foram garantidos mais de R$ 67 milhões em incentivos financeiros por meio de contratos públicos e privados da Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina S.A. (BADESC), e outros R$ 66 milhões vindos do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). Da mesma forma, mais de R$ 80 milhões foram empregados em construções e melhorias à rede de energia elétrica para ampliar a capacidade operacional dos municípios.

Sob investimentos de R$ 30 milhões, comandou melhorias nas áreas de Turismo, a Cultura e o Esporte que são vistas hoje como essenciais à comunidade. Entre as mais marcantes estão a implantação do Parque Vila Germânica, a reforma do Ginásio Galegão e a execução do Parque Ramiro Rudiger, o restauro da Casa do Comércio e do Teatro Carlos Gomes, assim como a construção do Teatro Municipal de Pomerode.

Em destaque, ações usadas em sua gestão para suporte e recuperação das atividades culturais dos Clubes de Caça e Tiro foram tomadas como referência para outras regiões do Estado.

Foto 9 - Secretário de Estado Regional de Blumenau Paulo França em vistoria aos locais atingidos pela catástrofe climática de 2008Fonte: Arquivo 15 SDR Blumenau.

Vale lembrar que Paulo França esteve à frente da Secretaria Regional durante o período da maior catástrofe climática já ocorrida no Médio Vale do Itajaí, no ano de 2008. A SDR Blumenau se colocou como uma dos principais fontes de auxílio aos municípios atingidos, coordenando operações de resgate e de amparo às vítimas. Após o desastre, priorizou o auxílio à reconstrução de ruas, pontes e outras benfeitorias destruídas, além de conduzir processos para a aquisição de terrenos e construção de moradias aos desabrigados.

Em 2010, foi candidato a Deputado Estadual e conquistou 25.337 votos, permanecendo como sétimo suplente do PMDB à 17ª Legislatura da Assembléia Legislativa do Estado de Santa Catarina. Assim, em 2011, foi requisitado ao cargo de Secretário Adjunto da Secretaria de Estado da Infra-estrutura, onde atuou até 2013. Esteve à frente da organização do Plano para Otimização dos Sistemas de Transporte e Logística de Santa Catarina, proposto para a definição de estratégias à oferta de infraestrutura estadual e à definição de políticas e programas para promover o seu uso mais eficiente.

Foto 10 - Secretário Adjunto de Estado da Infraestrutura, Paulo França, vistoria a avenida Beira Rio com o diretor geral da SDR Brusque, Jones Bosio, e o prefeito de Brusque, Paulo Roberto Eccel
Fonte: Arquivo Governo do Estado de SC.
 
Neste período, também capitaneou a ordenação de diferentes obras, voltando-se especialmente ao desenvolvimento viário do Vale do Itajaí. Foi responsável, entre outros projetos, pela concepção da terceira ponte de Indaial e da ponte “Cláudio Jeremias Cadorin”, em Ilhota. Conduziu os estudos para o desenho da SC 108 (prolongamento da Via Expressa de Blumenau), SC 414 (Blumenau/Luís Alves), SC 477 (Dr. Pedrinho/Itaiópolis - Volta Grande/Rio Negrinho), e a restauração das rodovias Jorge Lacerda (Itajaí/Blumenau) e Antônio Heil (Brusque/Itajaí).
 
Foto 11 - Secretário de Obras Paulo França e Prefeito de Blumenau Napoleão Bernardes inspecionam construção da ponte da Rua da Mariana Bronnemann
 Fonte: Arquivo PMB.
 
Mais uma vez, por sua vasta experiência, em 2013 foi chamado à Prefeitura de Blumenau para contribuir na administração do prefeito Napoleão Bernardes à frente da Secretaria de Obras, cargo que exerce até os dias atuais. Nos quatro anos da gestão, administrou grandes realizações, como a conclusão do Complexo Viário do Badenfurt e início do prolongamento da Rua Humberto de Campos, a concepção dos Corredores Estruturais Oeste, Norte e Oeste, e a execução de mais de 10 pontes e 80 ruas.

Em 2014, afastou-se temporariamente de Blumenau para assumir uma cadeira na Assembléia Legislativa catarinense, quando substituiu Romildo Titon e Valdir Cobalchini pelo período de cinco meses. Durante o mandato, integrou as Comissões de Transporte e Desenvolvimento Urbano, de Legislação Participativa e de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente. Em substituições em outras comissões, contribuiu com ações de amplo interesse estadual, como a formalização da região metropolitana de Florianópolis.

Foto 12 - Deputado Paulo França na reunião da Comissão de Finanças e Tributação da ALESCFonte: Arquivo ALESC.

Participou de audiências em Brasília/DF para tratar da liberação de recursos federais do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) aos municípios catarinenses. Realizou a prospecção de financiamentos junto ao Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e também priorizou o acompanhamento de convênios estaduais do Fundo de Apoio aos Municípios (FUNDAM) no Vale do Itajaí.

Em parceria com órgãos estaduais e municipais, ajudou a alavancar obras importantes à região, como a implantação da nova SC 108 em Blumenau, revitalização da SC 414 (Luís Alves/BR 470), pavimentação do Morro do Serafim (Luís Alves/Gaspar), construção da terceira ponte de Indaial, projeto de reurbanização da SC 416 (Pomerode/Pé da Serra) e trâmites de estadualização para elaboração de projeto da SC 420 (Blumenau/Gaspar).

Também trabalhou pela desapropriação de terrenos para a construção do novo Complexo Penitenciário de Blumenau e pela desapropriação de imóveis para o 10º Batalhão de Polícia Militar e para a nova sede da Delegacia de Polícia de Gaspar.

Entre outras ações legislativas, submeteu projetos de lei para a denominação do ginásio de esportes da EEB Ivo D’Aquino, como “Centro Poliesportivo Adolfo Soares“, e do ginásio de esportes da EEB Frei Godofredo, como “Centro Poliesportivo Ludwig Xavier Schramm”, ambos em Gaspar, homenageando cidadãos relevantes para a história da educação deste município.

Foto 13 - Deputado Paulo França na Tribuna da ALESCFonte: Arquivo ALESC.
 
Em sua atuação, especialmente em projetos e ações para as áreas de infraestrutura e mobilidade urbana, Paulo França contempla sempre o compromisso em viabilizar e dar celeridade às melhorias com foco no desenvolvimento planejado e sustentável de Santa Catarina.

Em cada oportunidade, procura demonstrar o valor da visão do engenheiro não só na área técnica, mas também na área política, para superar as graves deficiências de planejamento e gestão que existem dentro da atividade pública em prol do avanço contínuo da qualidade de vida da sociedade.

* Texto enviado pelo Deputado Paulo França.

Mandatos

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Paulo França. 2022. Disponível em: <https://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/983-Paulo_Franca>. Acesso em: 01 de dezembro de 2022.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2022)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2022)

Memória Política de Santa Catarina