Francisco Gallotti
Francisco Gallotti

Engenheiro, advogado e servidor público, natural de Tijucas/SC. Senador por Santa Catarina, no século XX.

Informações Gerais

Nome completo
Francisco Benjamim Gallotti
Filiação
Benjamin Gallotti e Francisca Angeli
Nascimento
02/02/1895
Local de nascimento
Tijucas/SC
Falecimento
16/12/1961
Local de falecimento
Rio de Janeiro/RJ
Formação
Engenharia Civil, Geografia e Direito
Profissão
Engenheiro, advogado e servidor público
Partido
Partido Social Democrático (PSD)

Francisco Gallotti

Nasceu em 2 de fevereiro de 1895, em São Sebastião de Tijucas, atual município de Tijucas/SC, emancipado em 1916. Filho de Benjamin Gallotti e de Francisca Angeli.

Seu pai, imigrante italiano naturalizado brasileiro em 1883, em Tijucas foi: comerciante, Coronel Comandante da Guarda Municipal, Vereador e Presidente da Câmara Municipal.

Dois de seus irmãos por parte de pai ocuparam funções importantes: Benjamin Gallotti Júnior, Deputado na Assembleia Legislativa catarinense, e Luiz Gallotti, Procurador Geral da República, Interventor Federal em Santa Catarina, Ministro do Superior Tribunal Federal (STF) e Deputado na Assembleia Legislativa catarinense, entre outras. Seus sobrinhos também: José Gallotti Peixoto, foi Deputado Estadual no Parlamento catarinense e Luís Otávio Gallotti, foi Ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) e do Superior Tribunal Federal (STF).

Francisco realizou os estudos primários (atual ensino fundamental) na terra natal e cursou o secundário (atual ensino médio) no Colégio Catarinense, em Florianópolis. 

Formou-se em Engenharia Civil e Geografia pela Escola Politécnica, em 1919, no Rio de Janeiro, e em Direito pela Faculdade de Direito, em Niterói, em 1936. 

Trabalhou no Departamento Nacional de Portos, Rios e Canais, fiscalizando e dirigindo diversos portos em todo o Brasil e, posteriormente, tornou-se engenheiro do Ministério da Viação e Obras Públicas.

Em 1930, deixou o Partido Republicano Catarinense, filiando-se ao Partido Social Democrático (PSD). 

Em 1946, foi Diretor-Geral interino do Departamento Nacional de Obras contra as Secas (DNOCS).

Pelo PSD, concorreu à vaga de Senador por Santa Catarina e integrou a 38ª Legislatura (1946-1951) e a 39ª Legislatura (1951-1955), eleito com 93.288 votos, o mais votado de todos os candidatos. Durante o mandato, foi 1º Suplente da Secretaria do Senado e integrou diversas Comissões, entre elas as de Educação e Cultura, da Saúde, legislando principalmente sobre assuntos de infraestrutura pública e saúde.

Em 1954, pelo mesmo partido e Estado, buscou a reeleição ao Senado Federal, ficou na 1ª Suplência de Nereu Ramos, sendo Senador convocado para a 40ª Legislatura (1955-1959), pois Nereu tomou posse como Presidente do Brasil em 1955, e para a 41ª Legislatura (1959-1963), assumiu novamente em função do falecimento de Nereu Ramos, ocorrido em 16 de junho de 1958.

Neste mandato presidiu a Comissão de Transportes, Comunicações e Obras e fez parte das Comissões de Finanças e Planos de Obras Contra as Secas. 

Durante as atividades no Senado Federal, apresentou proposições e pronunciou discursos que podem ser verificados nos endereços seguintes:

Em 1955, disputou eleição a Governador do Estado de Santa Catarina pelo PSD, recebeu 169.412 votos, mas foi vencido por Jorge Lacerda

Faleceu em 16 de dezembro de 1961, no Rio de Janeiro/RJ.

Homenagens

  • Escola EEB Senador Francisco Benjamim Gallotti, em Tubarão/SC.
  • Escola de Educação Básica Municipal Senador Francisco Benjamim Gallotti, Canelinha/SC.
  • Escola Municipal Senador Francisco Gallotti, em Quintino Bocaiuva, Rio de Janeiro/RJ.
  • Colégio Cenecista Benjamin Gallotti, Canelina/SC.
  • Centro Cultural Benjamin Gallotti, Museu de Tijucas, que abriga os espaços: “Benjamin Gallotti”, “Entra, a Casa é tua” e “Casarão Restaurado”. Construção doada pela Família Gallotti ao município.

Imagens

Foto - Casarão Gallotti, Tijucas/SC
Fonte: Reprodução/Prefeitura de Tijucas.
 
Foto - Escola EEB Senador Francisco Benjamim Gallotti, em Tubarão/SC
​​Fonte: Reprodução/ Escola/Facebook.

Mandatos

Referências

BRASIL. Senado Federal. Atividade Legislativa. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNTcxNjY=>. Acesso em: 18 set. 2017.

BRASIL. Senado Federal. Senadores: Francisco Galloti . Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNTcxNTM=>. Acesso em: 18 set. 2017.

CPDOC. Fundação Getúlio Vargas. Verbete Biográfico: Francisco Benjamin Gallotti . Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNTcyMDI=>. Acesso em: 18 set. 2017.

DAMIÃO, Carlos. Memória da Grande Florianópolis : Casarão Gallotti . Notícias do Dia. Florianópolis, 8 mar. 2014. p.1, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNTcxODY=>. Acesso em: 18 set. 2017.

ESCOL.AS. Eebm Senador Francisco Benjamim Gallotti. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNTcxMTQ=>. Acesso em: 18 set. 2017.

ESCOL.AS. Escola Municipal Senador Francisco Gallotti. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNTcxMDE=>. Acesso em: 18 set. 2017.

FACEBOOK. EEB Senador Francisco Benjamim Gallotti. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNTcxMjc=>. Acesso em: 18 set. 2017.

GUIA MAIS. Colégio Cenecista Benjamin Gallotti. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNTcxNDA=>. Acesso em: 18 set. 2017.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

Prefeitura Municipal de Tijucas. Casarão Gallotti. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDY0Mzc=>. Acesso em: 15 out. 2018.

SANTA CATARINA. Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Diário da Assembleia: N° 7.002. 2016. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNTcyMTU=>. Acesso em: 18 set. 2017.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL. Resenha Eleitoral - Eleições Catarinenses 1945-1998. 2001. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjI2OQ==>. Acesso em: 30 nov. 2017.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Francisco Gallotti. 2020. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/1046-Francisco_Gallotti>. Acesso em: 20 de janeiro de 2022.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2020)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2020)

Memória Política de Santa Catarina