Ernesto Canac
Ernesto Canac

Industrial e militar, natural da França. Prefeito e Presidente da Câmara de Joinville/SC, Deputado Estadual Constituinte de 1891 e de 1895, e Deputado Estadual na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, no final do século XIX e início do século XX.

Informações Gerais

Nome completo
Ernest Canac
Ano nascimento
1846
Local de nascimento
França
Falecimento
17/10/1920
Local de falecimento
Curitiba/PR
Formação
Militar
Profissão
Industrial e militar
Partido
Partido Republicano Catarinense (PRC)

Ernesto Canac

Ernesto Canac nasceu no ano de 1846, na França. Depois de residir em Buenos Aires, na Argentina, mudou-se para Joinville/SC, em 1880, onde se dedicou à comercialização de erva-mate e foi um dos três principais acionistas da Sociedade Industrial Catarinense, junto de Abdon Batista e Procópio Gomes de Oliveira.

Dirigiu a primeira Agência Bancária de Joinville, em 1881, denominada Banco Industrial e Construtor do Paraná.

Em 1886, foi naturalizado brasileiro, desde então integrou o Partido Republicano.

Assumiu como Intendendente de Joinville (atual cargo de Prefeito Municipal), de 15 de janeiro de 1890 a 1º de janeiro de 1892, transmitindo a função para Eugênio João Schmidt, que tomou posse, mas não exerceu o mandato, sendo sucedido por Abdon Batista.

Eleito Deputado ao Congresso Representativo (Assembleia Legislativa de Santa Catarina), com 7.807 votos, participou da Constituinte Estadual de 1891 e da Legislatura (1892-1893).

Militar que chegou a Coronel, assumiu o Comando da Guarda Nacional, em fevereiro de 1895. Também foi Juiz de Direito Substituto, em 1896.

Reelegeu-se Deputado Estadual à Assembleia catarinense, com 5.059 votos, e participou da Constituinte Estadual de 1895 e da Legislatura (1894-1895). Ao tempo desta legislatura, acontecia a Revolução Federalista (1893-1894), um movimento de luta entre legalistas1 e federalistas2, que se expandiu do Rio Grande do Sul para Santa Catarina e Paraná. Em Desterro (Capital do Estado catarinense), ocorreu o confronto armado entre os dois grupos, a Assembleia Legislativa foi dissolvida, as forças legalistas reagiram e centenas de pessoas foram mortas (civis e militares), por ordem do governo central, comandado pelo Presidente Floriano Peixoto. Depois desse massacre, Desterro foi rebatizada com o nome de Florianópolis, em homenagem a Floriano, e muitas ruas tiveram seus nomes mudados, por determinação de Moreira César - Coronel.

Mais duas vezes Ernesto foi eleito Deputado ao Parlamento catarinense, participando da Legislatura (1896-1897) e da Legislatura (1904-1906), eleito com 7.859 votos.

De 1903 a 1907, presidiu a Câmara Municipal de Joniville e, em outubro de 1907, mudou-se para Curitiba. 

Faleceu no dia 17 de outubro de 1920, em Curitiba/PR.


1 “Favoráveis ao presidencialismo e à liberdade de se administrar um estado segundo suas leis”. (SANTANA).
2 “Resguardava o sistema parlamentar de governo e exigia a análise das constituições estaduais com o objetivo de retificá-las, caso necessário, antevendo a possível concentração política e a fortificação do Brasil como União Federativa”. (SANTANA).

Mandatos

Referências

BLUMENAU EM CADERNOS: Nº 6. Blumenau, 1 jun. 1965. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMzY1ODI=>. Acesso em: 28 set. 2018.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Centro de Memória. Arquivos das Legislaturas: de 1835 a 2018.

Centro de Memória. Constituições. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMjU0MDc=>. Acesso em: 14 out. 2016.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

SANTA CATARINA. ASSEMBLEIA LEGISLATIVA/Centro de Memória. Constituição de 1891. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMjMzMjc=>. Acesso em: 23 nov. 2016.

SANTA CATARINA. ASSEMBLEIA LEGISLATIVA/Centro de Memória. Constituição de 1895. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMjkzMjQ=>. Acesso em: 16 mar. 2017.

SANTANA, Miriam Ilza. Revolução Federalista. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMzY0NzU=>. Acesso em: 7 fev. 2017.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Ernesto Canac. 2020. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/250-Ernesto_Canac>. Acesso em: 26 de setembro de 2020.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2020)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2020)

Memória Política de Santa Catarina