Alexandre Francisco da Costa
Alexandre Francisco da Costa

Comerciante, militar e delegado de polícia, natural de Desterro/SC. Deputado na Assembleia Legislativa Provincial, por quatro vezes, no século XIX.

Informações Gerais

Filiação
João Antônio da Costa e Maria da Madalena
Ano nascimento
1817
Local de nascimento
Desterro/SC
Formação
Militar
Profissão
Comerciante, Militar e Delegado de Polícia
Partido
Partido Liberal e Partido Conservador

Alexandre Francisco da Costa

Nasceu em 1817, na Freguesia de Nossa Senhora da Conceição da Lagoa (atual Lagoa da Conceição), em Desterro/SC (hoje Florianópolis). Filho de João Antônio da Costa e Maria da Madalena.

Casou com Maria Cândida Pereira e tiveram osfilhos: Rosalina Cândida, João Francisco da Costa (professor), Álvaro Francisco, Lúcio Francisco da Costa (professor) e Quintino Francisco da Costa, que foi Deputado na Assembleia Legislativa Provincial de Santa Catarina (1874-1875).

Alexandre foi comerciante, militar e Administrador dos Correios da Província de Santa Catarina (1874 a 1881).

Ingressou no Exército, por convocação, para participar da Guarda Nacional1, nessa força chegou a Capitão da 3ª Companhia do 1º Corpo de Cavalaria, em 29 de junho de 1840, e a Major do 1º Corpo de Cavalaria da 1ª Legião do Desterro, em 24 de abril de 1849. Foi reformado (aposentado) em 4 de setembro de 1855, na Guarda Nacional.

Candidatou-se a Deputado à Assembleia Legislativa Provincial de Santa Catarina, foi eleito quatro vezes e participou nos seguintes períodos:

  • 10ª Legislatura (1854-1855);
  • 11ª Legislatura (1856-1857);
  • 15ª Legislatura (1864-1865), exerceu a Suplência de Secretário do Mesa Diretora no biênio; e
  • 19ª Legislatura (1872-1873), nos dois anos respondeu como Vice-Presidente da Assembleia.

Em 1871 foi nomeado suplente de Juiz Municipal na Capital (Desterro), para exercer de 1872 a 1876. Ainda em 1871, nomeado Delegado, às vésperas da eleição, convocava eleitores para votarem, época em que a Capital fez três chamadas, acabou processado pelo Juiz de Direito e “despronunciado”, isto é, mudou a decisão por entender não haver provas suficientes para a denúncia. (A REGENERAÇÃO, 1871) .

Assumiu como Tesoureiro da Fazenda Provincial e exerceu nos anos de 1872, 1873 e 1874.


1 Na época, para ser eleitor o cidadão tinha que ter renda mínima de 200 mil réis (nas grandes cidades) ou 100 mil réis (nas pequenas cidades) e ser indicado por sua Província (atual Estado). Quando não completasse o número mínimo com os alistados, as autoridades poderiam convocar homens nas condições descritas na lei. (CÂMARA DOS DEPUTADOS. Lei de 18 de agosto de 1831).

Mandatos

Referências

Acta especial da apuração geral dos votos para a Assembléa Legislativa Provincial: Legislatura de 1872 - 1873. A Regeneração: Jornal da Província de Santa Catharina. Desterro, 4 fev. 1872. Camara Municipal, p.1, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTExNTg=>. Acesso em: 9 jun. 2018.

Ao Partido Conservador. A Regeneração: Jornal da Província de Santa Catharina. Desterro, 14 ago. 1873. A Pedido, p.3-4, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTEzMzI=>. Acesso em: 9 jun. 2018.

Depoimento. A Regeneração: Jornal da Província de Santa Catharina. Desterro, 6 set. 1872. p.2-3, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTEyODY=>. Acesso em: 9 jun. 2018.

Junta Municipal de Qualificação. A Regeneração: Orgam Democrático. Desterro, 1 dez. 1878. Editaes, p.3, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTE0MjQ=>. Acesso em: 9 jun. 2018.

Lista dos cidadãos votantes da Parochia de N. S. do Desterro, qualificados pela Junta Municipal desta Cidade: Districto de S. Sebastião da Praia de Fora. A Regeneração: Jornal da Província de Santa Catharina. Desterro, 22 ago. 1880. p.2-4, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTExMzU=>. Acesso em: 9 jun. 2018.

Noticiário. A Regeneração: Jornal da Província de Santa Catharina. Cidade do Desterro, 31 mai. 1874. Secção Geral, p.1-2, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTEzNzg=>. Acesso em: 9 jun. 2018.

Noticiário. A Regeneração: Jornal da Província de Santa Catharina. Desterro, 1 set. 1872. p.2-3, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTEyNjM=>. Acesso em: 9 jun. 2018.

Noticiário. A Regeneração: Jornal da Província de Santa Catharina. Desterro, 26 set. 1872. p.2, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTEzMDk=>. Acesso em: 9 jun. 2018.

[sem titulo]. A Regeneração: Orgam do Partido Liberal. Desterro, 19 mai. 1878. Annuncios, p.4, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTE0MDE=>. Acesso em: 9 jun. 2018.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Centro de Memória. Arquivos das Legislaturas: de 1835 a 2018.

Câmara dos Deputados. Lei de 18 de Agosto de 1831. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTEyNDM=>. Acesso em: 9 jun. 2018.

COSTA, Alexandre Francisco da. Editaes. A Regeneração: Jornal da Província de Santa Catharina. Desterro, 19 dez. 1872. p.3, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTEzNTU=>. Acesso em: 9 jun. 2018.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Alexandre Francisco da Costa. 2019. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/39-Alexandre_Francisco_da_Costa>. Acesso em: 18 de setembro de 2020.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2019)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2019)

Memória Política de Santa Catarina