Alexandre Marcelino Bayma
Alexandre Marcelino Bayma

Médico e militar, natural do Maranhão/MA. Membro da Junta Governativa de 1889, Deputado na Assembleia Legislativa Provincial, Deputado Constituinte de 1892 e Deputado no Congresso Representativo de Santa Catarina, no final do século XIX.

Informações Gerais

Filiação
João Severino Bayma e Maria Bárbara
Nascimento
15/02/1839
Local de nascimento
Maranhão/MA
Falecimento
11/02/1904
Formação
Medicina
Profissão
Médico e militar
Partido
Partido Conservador e Partido Federalista

Alexandre Marcelino Bayma

Nasceu em 15 de fevereiro de 1839, em São Luís, no Maranhão/MA. Filho de João Severino Bayma e de Maria Bárbara.

Formou-se médico, pela Faculdade de Medicina da Bahia/BA, em 1863, com a tese intitulada Qual a Importância da Etiologia em Relação ao Diagnóstico.

Logo depois da titulação entrou para o Exército e recebeu as seguintes promoções: 2º Tenente-Cirurgião (em 16 de junho de 1865); Capitão-Cirurgião (em 14 de abril de 1871) e efetivo em 1873; Major (1890); Coronel (1890) e General da Brigada, graduado em 1892, quando se licenciou para assumir vaga de Deputado no parlamento catarinense. No Rio de Janeiro/RJ, foi Chefe do Corpo de Saúde do Exército, em 1897.

Conforme registro da Academia Nacional de Medicina, Bayma “serviu ao Exército Brasileiro na Guerra do Paraguai (1864-1870) como tenente 2º cirurgião, e entrando em todos os combates e batalhas campais. Prestou relevantes serviços no Passo da Pátria, no combate de 24 de maio de 1866 em Luque e em Perebuí. Assistiu ao sitio e rendição do Humaitá no ano de 1868”.

Casou com a paraguaia Manuela Sion de Bayma e tiveram os filhos: Celso, Alexandre e Palmira. Celso Bayma foi Deputado Estadual, Federal e Senador da República, por Santa Catarina.

Deputado na Assembleia Legislativa Provincial do Maranhão, em 1873.

Dissidente do Partido Liberal, filiou-se ao Partido Conservador.

Deputado na Assembleia Legislativa Provincial de Santa Catarina, participou da 24ª Legislatura (1882-1883), eleito com 131 votos, e da 25ª Legislatura (1884-1885), eleito com 109 votos.

Após a Proclamação da República (15 de novembro de 1889), filiou-se ao Partido Federalista e integrou a Junta Governativa Catarinense de 1889, com o Coronel João Batista do Rego Barros Cavalcanti de Albuquerque e Raulino Julio Adolpho Horn. A junta era provisória e governou a província de Santa Catarina de 17 de novembro e 2 de dezembro de 1889. 

Com 5.209 votos, eleito Deputado ao Congresso Representativo de Santa Catarina, que substituiu a Assembleia Provincial, participou da Legislatura (1892-1893) e foi Deputado Constituinte de 1892.  

Tornou-se membro titular da Academia Nacional de Medicina, em 1899, e publicou artigos sobre saúde e outros assuntos na Revista do Estado Maior do Exército.

Faleceu em 11 de fevereiro de 1904.

Condecoração: Cavaleiro da Imperial Ordem de Cristo, em 2 de agosto de 1867.

Homenagem: Dedicatória no primeiro número da Revista de Medicina Militar (1910).

Mandatos

Imagens
Referências

ACADEMIA NACIONAL DE MEDICINA. Alexandre Marcelino Bayma. Disponível em: <https://goo.gl/47VQ82>. Acesso em: 7 jul. 2017.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Centro de Memória. Arquivos das Legislaturas: de 1835 a 2018.

FGV/CPDOC. Verbete: BAYMA, Alexandre Marcelino. Disponível em: <https://goo.gl/gHZyyX>. Acesso em: 7 jul. 2017.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

SILVA, Alberto Martins da. Dr. Ismael da Rocha (1859-1924): sua vida de Cientista e de Militar. Brasília: Thesaurus, 2004. 80 p. Disponível em: <https://goo.gl/DgzcFV>. Acesso em: 7 jul. 2017.

STOETERAU, Lígia De Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Alexandre Marcelino Bayma. 2018. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/40-Alexandre_Marcelino_Bayma>. Acesso em: 23 de janeiro de 2019.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2018)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2018)

Memória Política de Santa Catarina