Alfredo Felipe da Luz
Alfredo Felipe da Luz

Advogado e diplomata, natural de Desterro/SC. Deputado Estadual na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, no século XX. Filho de Hercílio Luz.

Informações Gerais

Filiação
Hercílio Pedro da Luz e Etelvina Cesarina Ferreira da Luz
Nascimento
13/08/1888
Local de nascimento
Desterro/SC
Falecimento
19/04/1944
Local de falecimento
Rio de Janeiro/RJ
Formação
Direito
Profissão
Advogado e diplomata
Partido
Partido Republicano Catarinense (PRC)

Alfredo Felipe da Luz

Nasceu em 13 de agosto de 1888, em Desterro/SC (hoje Florianópolis). Filho de Etelvina Cesarina Ferreira da Luz e de Hercílio Pedro da Luz. Casou com uma dinamarquesa e não tiveram filhos.

Seu pai, Hercílio Luz, era engenheiro, atuou em obras públicas, foi três vezes Presidente de Santa Catarina (atual cargo de Governador do Estado) e Senador da República, entre outras funções exercidas.

A avó paterna, Joaquina Ananias Neves da Luz, filha de Joaquim Xavier Neves, um militar e fazendeiro da região do Vale do Cubatão, hoje município de Águas Mornas/SC, que foi Deputado na Assembleia Legislativa Provincial catarinense, por sete vezes, Presidente interino da Província catarinense e eleito Presidente da República Juliana, mas não tomou posse. 

Seu irmão, Abelardo Luz, foi Deputado Estadual, Deputado Federal e Prefeito de Florianópolis/SC. Carmem Maria Ferreira da Luz, uma de suas irmãs, casou com Joe Collaço, igualmente foi Deputado Estadual por três vezes, também de família de políticos.

Alfredo iniciou o curso de Direito em São Paulo e concluiu-o no Rio de Janeiro/RJ, em 1910. Durante a graduação, escreveu artigos intitulados “Cruz e Souza”, para a Gazeta Catarinense, em janeiro de 1908. 

Foi funcionário do Itamaraty, atuou em diversas Embaixadas Brasileiras, inclusive em Londres, tendo chegado a Secretário na carreira diplomática. 

Pelo Partido Republicano Catarinense (PRC), elegeu-se Deputado Estadual ao Congresso Representativo de Santa Catarina (Assembleia Legislativa), em junho de 1920, com 2.082 votos, para preenchimento de vaga, em função da renúncia de Cid Campos, e tomou posse em 1921 para a 11ª Legislatura (1919-1921).

Depois do Parlamento, exerceu a advocacia em Santa Catarina e residiu em Blumenau/SC por alguns anos. 

Fundador da Cadeira número 3 da Academia Catarinense de Letras e incentivador para a colocação de uma herma (estátua, busto) em homenagem a Cruz e Souza.

Faleceu em 19 de abril de 1944, no Rio de janeiro/RJ.

Mandatos

Referências

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Centro de Memória. Arquivos das Legislaturas: de 1835 a 2018.

MATOS, Felipe. Armazém da Província: Vida Literária e Sociabilidades Intelectuais em Florianópolis na Primeira República. 2014. 241 f. Tese (Doutorado) - Curso de História, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2014. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNTYz>. Acesso em: 7 ago. 2017.

PAULI, Evaldo. Hercílio Luz, governador inconfundível. Florianópolis: Governo do Estado de Santa Catarina, 1976.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Alfredo Felipe da Luz. 2020. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/44-Alfredo_Felipe_da_Luz>. Acesso em: 05 de junho de 2020.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2020)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2020)

Memória Política de Santa Catarina