Gilson dos Santos
Gilson dos Santos

Economista e funcionário público, natural de Paulo Lopes/SC. Vinte anos dedicados ao Parlamento catarinense: Presidente da Assembleia, Deputado Constituinte de 1988 e Deputado Estadual na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, no século XX. Governador Interino e Conselheiro do Tribunal de Contas no mesmo Estado.

Informações Gerais

Nome completo
Otávio Gilson dos Santos
Filiação
Bertoldo Ernesto dos Santos e Isaura Pereira dos Santos
Nascimento
05/06/1940
Local de nascimento
Paulo Lopes/SC
Formação
Ciências Econômicas
Profissão
Economista e funcionário público
Partido
Aliança Renovadora Nacional (ARENA), Partido Democrático Social (PDS), Partido Progressista Renovador (PPR), Partido Progressista Brasileiro (PPB) e Partido Progressista (PP)

Gilson dos Santos

Nasceu em 5 de junho de 1940, em Paulo Lopes/SC. Filho de Bertoldo Ernesto dos Santos e de Isaura Pereira dos Santos. Casado com Geni Rebelatto dos Santos, é pai de  Marisaura e Luiz Carlos.

Concluiu o primário na Escola Reunida Professor João Duarte, em Paulo Lopes/SC, o ginasial  na Escola Industrial de Santa Catarina, atual Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), em Florianópolis/SC, e o secundário fez na Escola Comercial Frei Rogério, em Joaçaba/SC. 

Bacharelou-se em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Na Secretaria de Estado da Fazenda exerceu a função de Exator Estadual nos municípios catarinenses de Paulo Lopes, Tijucas, Joaçaba e Joinville, de 1961 a 1975, e de Chefe da Assessoria Técnica, de 1975 a 1978.

Iniciou a vida política candidatando-se a uma das vagas de Deputado Estadual à Assembleia Legislativa de Santa Catarina, pela Aliança Renovadora Nacional (ARENA), foi eleito com 25.530 votos - um dos mais votados da legenda, e tomou posse à Legislatura (1979-1983). Em 1980, seu partido mudou de nome para Partido Democrático Social (PDS).

Nesse mandato, foi Vice-Líder do partido, presidiu o Instituto de Previdência da Assembléia Legislativa do Estado de Santa Catarina (IPALESC), de 1979 a 1981, e as Comissões Permanentes de Finanças e de Defesa do Consumidor.

Pelo PDS, elegeu-se Deputado Estadual ao Parlamento catarinense por mais três vezes e exerceu mandato à:

  • 10ª Legislatura (1983-1987), eleito com 22.967 votos. Foi 1º Vice-Presidente da Assembleia (1983-1984), novamente Presidente do IPALESC, no ano de  1983, presidiu as Comissões de Finanças e de Defesa do Consumidor (1982) e Vice-Líder do PDS na Casa (1980 e 1981);
  • 11ª Legislatura (1987-1991), recebeu 22.253 votos - o quinto mais votado nas eleições de 1986. Participou de Comissões Técnicas, foi Líder do PDS (1987) e Deputado Constituinte de 1988, assinou a Constituição em 5 de outubro de 1989;
  • 12ª Legislatura (1991-1995), eleito com 15.695 votos, presidiu a Assembleia Legislativa de 1991 a 1992. É marca de sua gestão como Presidente a introdução no Poder Legislativo de um moderno sistema informatizado.

Assumiu interinamente o Governo do Estado de Santa Catarina no lugar do Governador Vilson Kleinübing que se afastou por motivo de viagem ao exterior, e exerceu a função de 25 de maio de 1992 a 1º de junho de 1992.

Filiou-se ao Partido Progressista Renovador (PPR). Por este partido foi eleito Deputado Estadual para o Legislativo catarinense, com 18.688 votos, e empossado à 13ª Legislatura (1995-1999). Nesse mandato, liderou a Bancada Estadual do PPR (1994) e foi relator da CPI das Letras, que apurou irregularidades no Governo do Estado, em 1997.

Em 1998, filiado ao Partido Progressista Brasileiro (PPB), concorreu ao cargo de Deputado Federal por Santa Catarina, com 45.787 votos obteve suplência, mas não foi convocado pela Câmara Federal.

Em 2 de agosto de 1999 tomou posse como Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina (TCE-SC). Foi eleito e empossado no cargo de Corregedor-Geral, desempenhou a função de 2002 a 2005. Por unanimidade, foi eleito Presidente do TCE-SC para o biênio 2005-2007. Atuou como Secretário-Geral da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (ATRICON).

Aposentou-se como Conselheiro da Corte de Contas em 24 de agosto de 2009.

Continua atuante no Partido Progressista (PP).

Homenagens e condecorações (entre tantas recebidas)

  • Recebeu da Assembleia Legislativa catarinense homenagem pelas legislaturas exercidas, em 1999.
  • Homenageado como Deputado Constituinte em sessão na Assembleia Legislativa, em comemoração aos 25 anos de instalação da Assembleia Constituinte em Santa Catarina, em 2013.
  • Título de Mérito Legislativo Catarinense, da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, em 2014.
  • Medalha de Mérito Tribunal de Contas, que é a comenda máxima da Corte de Contas catarinense, em 2014.
  • Homenageado na Assembleia Legislativa catarinense, durante as comemorações dos 180 anos do Parlamento, em 2014.
  • Recebeu da Assembleia Legislativa catarinense homenagem como Ex-Presidente do Parlamento, em 2014.
Imagem - Assinatura do Deputado Gilson dos Santos
Fonte: Assembleia Legislativa de Santa Catarina - 1945 a 2018.
 
Foto - Deputado Gilson do Santos em seu primeiro mandato
Fonte: Assembleia Legislativa de Santa Catarina - 1945 a 2018.
 
Foto - Deputado Gilson dos Santos na Tribuna da Assembleia 
 
 
 
 
 
 
Fonte: Assembleia Legislativa de Santa Catarina.
 
Foto - Deputado Gilson dos Santos homenageado com um quadro para Galeria dos Presidentes da Assembleia Legislativa de SC
Foto: Lucas Gabriel Diniz e Solon Soares.
Fonte: ALESC/Agência AL.
 
Imagem - Retrato do Conselheiro Otávio Gilson dos Santos para galeria dos Presidentes do Tribunal de Contas de Santa Catarina
Fonte: Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina.

Mandatos

Referências

ALESC. Constituição Estadual de 1989. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMjkzNzY=>. Acesso em: 16 mar. 2017.

Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Diário da Assembleia: Nº 6.716. 2014. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDA0MzI=>. Acesso em: 5 jun. 2017.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Coordenadoria de Informações. Fichas Datilografadas/Digitalizadas das Legislaturas: de 1945 a 2018.

PEREIRA, Moacir. Presidentes: O Legislativo na República. Florianópolis: Editora Insular, 2013. 192 p.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

SANTA CATARINA. Agência AL. Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Homenagem aos Ex-Presidentes da Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjY1MjY=>. Acesso em: 18 jul. 2018.

SANTA CATARINA. Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Diário da Assembleia: n° 4.683. 1999. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMzE3MQ==>. Acesso em: 15 mai. 2018.

SANTA CATARINA. Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Diário da Assembleia: Nº 6.631. 2013. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNTMwNzQ=>. Acesso em: 21 fev. 2018.

SANTA CATARINA. Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Diário da Assembleia: nº 6.668. 2014. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjY1MTM=>. Acesso em: 18 jul. 2018.

SANTA CATARINA. Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Diário da Assembleia: nº 6.725. 2014. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTI5MA==>. Acesso em: 27 jul. 2017.

SANTA CATARINA. Tribunal de Contas de Santa Catarina. Memórias: Presidentes do TCE/SC (1956-2014). . 2014. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMzYzMjM=>. Acesso em: 24 mar. 2017.

STOETERAU, Lígia De Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

Tribunal de Contas de Santa Catarina. Conselheiro Otávio Gilson dos Santos deixa o TCE após dez anos como conselheiro. 2014. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjY1Mzk=>. Acesso em: 18 jul. 2018.

Tribunal de Contas de Santa Catarina. Gilson dos Santos é o novo presidente do TCE. 2005. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjY1NTI=>. Acesso em: 18 jul. 2018.

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL. Resenha Eleitoral - Eleições Catarinenses 1945-1998. 2001. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNjI2OQ==>. Acesso em: 30 nov. 2017.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Gilson dos Santos. 2019. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/769-Gilson_dos_Santos>. Acesso em: 19 de junho de 2019.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2019)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2019)

Memória Política de Santa Catarina