Sebastião Furtado
Sebastião Furtado

Militar, fazendeiro e jornalista, natural de Lages/SC. Seis vezes Deputado Estadual na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, no final do século XIX e início do século XX.

Informações Gerais

Nome completo
Sebastião da Silva Furtado
Filiação
Moisés da Silva Furtado e Emília Ribeiro Furtado
Nascimento
20/01/1869
Local de nascimento
Lages/SC
Falecimento
12/12/1915
Local de falecimento
lages
Formação
Militar
Profissão
Militar, fazendeiro e jornalista
Partido
Partido Republicano Catarinense (PRC)

Sebastião Furtado

Nasceu em 20 de janeiro de 1869, em Lages/SC. Filho de Moisés da Silva Furtado e de Emília Batista Ribeiro Furtado (filha do Coronel João Ribeiro e de Ismênia Batista de Souza).

Realizou os estudos primários na terra natal, com professores particulares, depois continuou a formação em São Leopoldo/RS, no Colégio Nossa Senhora da Conceição, formando-se em 1887.

Casou com Júlia Ramos Furtado, com quem teve onze filhos, criados na Fazenda do Limoeiro, conhecida como “Pinheirinho”. A esposa era filha de Francisco Vitorino dos Santos Furtado e de Maria Gertrudes Ramos.

Em Lages, dedicou-se ao jornalismo e foi redator dos jornais: Quinze de Novembro (1889); O Lageano - 2ª Fase - (1891); Gazeta de Lages (1892) e Região Serrana (1897).

Ainda em Lages, foi nomeado Tenente do Exército, em 12 de julho 1984, atuando no 17º Batalhão de Infantaria, mais tarde promovido a Coronel, Promotor Público da Comarca, Advogado provisionado (não formado, mas autorizado pelo Tribunal de Justiça do Estado para exercer), de 24 de dezembro de 1895 até 1904, Conselheiro Municipal (1895-1898 e 1903-1906), e integrante do Clube 1º de Julho (literário, recreativo e de irmandade maçônica).

Seis vezes Deputado no Congresso Representativo de Santa Catarina (Assembleia Legislativa), eleito pelo Partido Republicano Catarinense (PRC), integrou as seguintes Legislaturas: (1894-1895), eleito com 5.446 votos; (1896-1897), foi Suplente de Secretário da Mesa Diretora (1897); (1898-1900); (1907-1909), com 7.787 votos, ficou na Suplência e foi convocado, (1910-1912), recebeu 5.908 votos na eleição; e  (1913-1915).

Faleceu em 12 de dezembro de 1915, em Lages/SC.

Homenagens:

- Rua Sebastião da Silva Furtado, Centro, Lages/SC.
- Homenageado pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina, pelas Legislaturas exercidas, com troféu entregue a seu representante, em outubro de 1999.
- Homenageado pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina, aos Deputados de Lages, com entrega de uma placa comemorativa a seu representante Marlon Furtado Blunn, em novembro de 2000.

Mandatos

Referências

Guarda Nacional: Comarca de Lages. Republica. Desterro, 23 ago. 1894. n. 100, p.2, Disponível em: <https://goo.gl/Kydqwb>. Acesso em: 20 out. 2018.

Homenagem do Correio Lageano ao sublime e glorioso dia 25 de maio de 1960: Nossos homens, que na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, souberam lutar pelos justos e sagrados direitos da região serrana. Correio Lageano. Lages, 25 mai. 1960. n. 53, p.17, Disponível em: <https://goo.gl/u1FyLn>. Acesso em: 20 out. 2018.

O barbaro assassinato no rio das caveiras. O Dia: Orgão do Partido Republicano Catharinense. Florianópolis, 17 jun. 1902. n. 434, p.1-2, Disponível em: <https://goo.gl/NTSFUx>. Acesso em: 20 out. 2018.

Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Diário da Assembleia: Nº 4.683. 1999. Disponível em: <https://goo.gl/2KmeU9>. Acesso em: 1 out. 2018.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Centro de Memória. Arquivos das Legislaturas: de 1835 a 2018.

GUIA FÁCIL. Sebastião Furtado. Disponível em: <https://goo.gl/b4JJJi>. Acesso em: 20 out. 2018.

MY HERITAGE. Sebastião da Silva Furtado. Disponível em: <https://goo.gl/hP66hQ>. Acesso em: 20 out. 2018.

NUNES, Sara. Caso Canozzi: Um crime e vários sentidos. 2007. 157 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de História, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2007. Disponível em: <https://goo.gl/rAiPYk>. Acesso em: 24 mai. 2017.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

SANTA CATARINA. Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Diário da Assembleia: n° 4.799. 2000. Disponível em: <https://goo.gl/WvgXzj>. Acesso em: 7 jun. 2018.

SCHNEIDER, Ismênia Ribeiro. Rua Sebastião Furtado. 2018. Disponível em: <https://goo.gl/uBbH2M>. Acesso em: 20 out. 2018.

STOETERAU, Lígia De Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Sebastião Furtado. 2018. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/858-Sebastiao_Furtado>. Acesso em: 18 de abril de 2019.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2018)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2018)

Memória Política de Santa Catarina