Caetano Costa
Caetano Costa

Jornalista e militar, natural de Lages/SC. Vereador e Prefeito na terra natal, seis vezes Deputado Estadual na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, no final do século XIX e início do século XX.

Informações Gerais

Nome completo
Caetano Vieira da Costa
Filiação
Policarpo Luís Vieira e Francisca Emília da Costa Vieira
Nascimento
17/01/1870
Local de nascimento
Lages/SC
Falecimento
27/10/1918
Local de falecimento
Lages/SC
Formação
Militar
Profissão
Jornalista e militar
Partido
Partido Republicano Catarinense (PRC)

Caetano Costa

Nasceu em 17 de janeiro de 1870, em Lages/SC. Filho de Policarpo Luís Vieira e de Francisca Emília da Costa Vieira (filha de Laurentino José da Costa e de Prudência Emília da Costa).

Fez os estudos iniciais na terra natal, depois frequentou o Colégio Nossa Senhora da Conceição, em São Leopoldo/RS, em 1887.

Casou com Maria Francisca Neves da Costa e tiveram oito filhos. A esposa era filha do coronel João Augusto Xavier Neves e de Rosalina de Macedo Neves. 

Além de militar, chegou a Tenente-Coronel, dedicou-se ao jornalismo e foi redator de jornais em Lages, onde também foi Vereador na Câmara Municipal em dois períodos: de 1895 a 1897 e de 1907 a 1910, tendo sido Presidente da Casa Legislativa, e Superintendente Municipal (atual cargo de Prefeito), de 1926 a 1930, sucedendo a Otacílio Costa.

Seis vezes Deputado Estadual no Congresso Representativo de Santa Catarina (Assembleia Legislativa), exerceu os seguintes mandatos: Legislatura (1898-1900); Legislatura (1901-1903), foi 1º Secretário da Mesa Diretora no ano de 1901; 10ª Legislatura (1916-1918); 11ª Legislatura (1919-1921); 12ª Legislatura (1922-1924); e 13ª Legislatura (1925-1927), sendo nesta última, Vice-Presidente do Congresso, nos anos de 1925 e 1926.

Entre uma legislatura e outra, foi Secretário Geral dos Negócios do Estado, de 1902 a 1906 e de 1910 a 1912, destacando-se seu empenho na área educacional, conforme pode ser verificado nos relatórios por ele enviados ao Governador, Vidal Ramos.

Por sua ideia e com seu apoio político, fundou-se em Lages o Centro Cívico Cruz e Souza, a primeira associação cívica fundada por negros em Santa Catarina, em 22 de novembro de 1918.

Faleceu em 27 de outubro de 1945, em Lages/SC.

Homenagem: Rua Caetano Vieira da Costa, Centro, Lages/SC.

Mandatos

Referências

Homenagem do Correio Lageano ao sublime e glorioso dia 25 de maio de 1960: Nossos homens, que na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, souberam lutar pelos justos e sagrados direitos da região serrana. Correio Lageano. Lages, 25 mai. 1960. n. 53, p.17, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDI2NTc=>. Acesso em: 20 out. 2018.

ACHE CEP. Caetano Vieira da Costa. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDI3NDU=>. Acesso em: 20 out. 2018.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Centro de Memória. Arquivos das Legislaturas: de 1835 a 2018.

BRANCO, Mirian Adriana. Corpos nefastos - Cidadania incerta: Em Lages, Centro Cívico Cruz e Souza e a invenção da Nação. 2002. 115 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de História, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2002. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDI3ODc=>. Acesso em: 20 out. 2018.

COSTA, Caetano Vieira da. Programma e Horario da Escola Normal do Estado de Santa Catharina: Approvado e mandado observar pelo decreto n. 586 de 22 de abril de 1911. Florianópolis: Typ. D'o Dia, 1911. 22 p. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDI4Mjk=>. Acesso em: 20 out. 2018.

COSTA, Caetano Vieira da. Relatório apresentado ao Exmo. Sr. Coronel Vidal José de Oliveira Ramos Governador do Estado pelo Tenente-Cnel. Caetano Vieira da Costa Secretario Geral. Florianópolis: Typ. D'o Dia, 1912. 35 p. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDI4MDg=>. Acesso em: 20 out. 2018.

COSTA, Caetano Vieira da; RAMOS, Vidal José de Oliveira. Regulamento da Escola Normal Catharinense: Aprovado e mandado observar pelo Decreto n. 593 de 30 de maio de 1911. Florianópolis: Typ. D'o Dia, 1911. 33 p. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDI4NTA=>. Acesso em: 20 out. 2018.

MARCON, Frank Nilton. Identidade e diferença: “homens de cor” e o Centro Cívico Cruz e Sousa: In: II Encontro “Escravidão e Liberdade no Brasil Meridional”. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDI3NzE=>. Acesso em: 20 out. 2018.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

SCHNEIDER, Ismênia Ribeiro. Família Vieira. 2016. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rNDI3NTg=>. Acesso em: 20 out. 2018.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Caetano Costa. 2019. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/157-Caetano_Costa>. Acesso em: 22 de agosto de 2019.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2019)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2019)

Memória Política de Santa Catarina