Francisco Barreiros
Francisco Barreiros

Jornalista, comerciante e militar, natural de Laguna/SC. Deputado na Assembleia Legislativa Provincial, Constituinte de 1892 e Deputado no Congresso Representativo de Santa Catarina, no final do século XIX.

Informações Gerais

Nome completo
Francisco Gonçalves da Silva Barreiros
Filiação
Antônio José da Silva e Maria Bela dos Reis Barreiros
Nascimento
30/03/1844
Local de nascimento
Laguna/SC
Ano falecimento
1937
Profissão
Jornalista, militar e comerciante
Partido
Partido Liberal e Partido Republicano Federalista (PRF)

Francisco Barreiros

Nasceu em 30 de março de 1844, em  Laguna/SC. Filho de Antônio José da Silva e de Maria Bela dos Reis Barreiros. Irmão de Antônio Gonçalves da Silva Barreiros, Deputado na Assembleia Legislativa Provincial de Santa Catarina.

Casou com Maria Antônia Antunes e tiveram filhos, entre eles, Francisco Barreiros Filho - jornalista e Deputado à Assembleia Constituinte Estadual, participante da 1ª Legislatura (1935-1937).

Na terra natal realizou os estudos primários. Dedicado ao comércio, foi sócio-proprietário de seu irmão na empresa Silva Barreiros & Irmão e proprietário do iate Riachuelo, com o qual realizava exportações.

Atuou como Delegado Escolar e, ao lado de Bento Cabral e Teotônio de Oliveira, fundou o jornal O Trabalho, na mesma cidade.

Como militar, chegou a: Tenente-Quartel Mestre do 3º Corpo de Cavalaria da Guarda Nacional de Laguna, em 16 de agosto de 1866; Capitão da mesma Guarda, em 17 de abril de 1868; e Tenente-Coronel, vinte anos depois, em 1888.

Filiado ao Partido Liberal, foi Vice-Presidente do Diretório em Laguna, no ano de 1878.

Suplente de Vereador, convocado pela Câmara de Laguna, assumiu vaga no mandato de 1874-1877.

Pelo Partido Liberal foi eleito Deputado à Assembleia Legislativa Provincial de Santa Catarina para cinco mandatos, nos seguintes períodos:

  • 22ª Legislatura (1878-1879), representando Laguna e o Planalto, obteve 101 votos;
  • 24ª Legislatura (1882-1883), recebeu 104 votos nas eleições de 4 de dezembro de 1881, mas foi depurado e não atuou no Parlamento;
  • 25ª Legislatura (1884-1885), eleito em 20 de outubro de 1883, com 88 votos, foi 2º Secretário da Mesa Diretora (1884) e eleito para compor a Comissão de Instrução Pública, Associações e Estabelecimentos Públicos e Religiosos;
  • 26ª Legislatura (1886-1887), no pleito de 2 de outubro de 1885, alcançou 120 votos;
  • 27ª Legislatura (1888-1889), eleito em 8 de abril de 1888, com 457 votos. Nessa Legislatura atuou com o irmão, Antônio Gonçalves da Silva Barreiros, ambos eleitos pelo Partido Liberal.

Em 8 de março de 1891, tornou-se suplente de Deputado (representando Laguna e Tubarão, recebeu 2.535 votos), pelo Partido Federalista e, convocado, assumiu para a 1a Legislatura (1891) no parlamento catarinense.

Conforme a nova ordem republicana estabelecida pela Constituição Brasileira de 1891, Santa Catarina realizou eleições para compor o Congresso Representativo, substituindo as Assembleias Provinciais. No pleito de 24 de abril de 1892, Francisco perfez 5.233 votos, eleito pelo Partido Republicano Federalista (PRF), tomou posse para a Legislatura (1892-1893) e foi Constituinte de 1892.

Faleceu por volta do ano de 1937.

Mandatos

Referências

A Pedido: Laguna. A Regeneração: Jornal da Província de Santa Catharina. Cidade do Desterro, 24 jan. 1878. p.3, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMjMwMDQ=>. Acesso em: 19 set. 2017.

Annuncios. O Mercantil: Folha Politica, Commercial e Noticiosa. Cidade do Desterro, 13 fev. 1868. p.4, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMjI5MTI=>. Acesso em: 19 set. 2017.

Expediente. A Regeneração: Jornal da Província de Santa Catharina. Desterro, 22 abr. 1880. p.1, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMjMwMjc=>. Acesso em: 19 set. 2017.

Laguna. A Regeneração: Jornal da Província de Santa Catharina. Cidade do Desterro, 8 fev. 1877. p.3, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMjI5MzU=>. Acesso em: 19 set. 2017.

Noticiário. A Regeneração: Jornal da Província de Santa Catharina. Cidade do Desterro, 28 fev. 1878. p.2-3, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMjI5ODE=>. Acesso em: 19 set. 2017.

Partido Liberal: Assembléa Provincial. A Regeneração: Jornal da Província de Santa Catharina. Cidade do Desterro, 18 out. 1877. p.1, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMjI5NTg=>. Acesso em: 19 set. 2017.

Partido Liberal: Assembléa Provincial. Gazeta do Joinville: Orgam dos interesses agrícolas, mercantis e industriaes desta Provincia e especialmente da Comarca de S. Francisco. Joinville, 30 out. 1877. p.4, Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTk4OTE=>. Acesso em: 3 jun. 2018.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA. Centro de Memória. Arquivos das Legislaturas: de 1835 a 2018.

COSTA, Gustavo Marangoni. Entre contrabando e ambigüidades: Outros aspectos da Republica Juliana - Laguna/SC - 1836 - 1845. 2006. 167 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de História, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2006. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rMTUwMjM=>. Acesso em: 22 jun. 2018.

MEIRINHO, Jali. A República em Santa Catarina (1889-1900) . 1979. 148 f. Tese (Doutorado) - Curso de História, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1979. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/rOTE1NTU=>. Acesso em: 15 jul. 2019.

PIAZZA, Walter F. Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1994. 714 p.

PIAZZA, Walter F. O Poder Legislativo Catarinense: das suas raízes aos nossos dias 1834-1984. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984. 800 p.

STOETERAU, Lígia de Oliveira. A Trajetória do Poder Legislativo Catarinense.. Florianópolis: IOESC, 2000. 446 p.

Como citar este documento
Referência

MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA. Biografia Francisco Barreiros. 2020. Disponível em: <http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/302-Francisco_Barreiros>. Acesso em: 23 de setembro de 2020.

Citação com autor incluído no texto

Memória Política de Santa Catarina (2020)

Citação com autor não incluído no texto

(MEMÓRIA POLÍTICA DE SANTA CATARINA, 2020)

Memória Política de Santa Catarina